Comunicação

Um outro Portugal

Valorizar o conhecimento é a oportunidade para dar a conhecer um outro Portugal que tantas vezes passa despercebido. O press kit da Faculdade tem uma página de especialistas com 162 nomes e mais de 200 temas científicos. É fundamental que os mass media coloquem a ciência no centro das atenções.

O compromisso é informar com rigor

Desde que o atual site da Faculdade foi lançado, há cerca de nove anos, foram publicados 1800 géneros jornalísticos relacionados com o ensino, a investigação e a transferência do conhecimento e da inovação nas áreas das ciências exatas e naturais e das tecnociências. Em 2020 publicamos 144 géneros jornalísticos, no ano anterior 121. Este mês demos visibilidade a mais de uma mão cheia de assuntos diferentes.

Futuros Cientistas a Comunicar Ciência

Apresentações de João Retrê (IAstro) e Pedro Russo (Universidade de Leiden, Holanda).

Em discussão estarão temas como a importância da comunicação de ciência no contexto da investigação e do estímulo do desenvolvimento de capacidades de comunicação nos jovens e/ou futuros investigadores. Na sessão estará também em análise a nem sempre fácil relação entre investigadores e público, explorando-se alguns maiores desafios atuais da comunicação de ciência.

Preciso de um tempo

“Após pequenas ou grandes tempestades que se passem dentro de casa, vem o diálogo e a negociação para que os tempos de cada um sejam respeitados”, escreve Madalena Pintão, estagiária académica do GAPsi Ciências ULisboa, na rubrica habitual.

O caso da Vitamina D

“Um estudo isolado pode sempre, ser, apenas uma coincidência, uma imperfeição estatística, um acaso”, escreve Tiago Marques, professor do DBA Ciências ULisboa e investigador do CEAUL, num artigo que realça a importância dos jornalistas confirmarem as suas fontes.

Páginas