História e Filosofia das Ciências

Um dos aspetos de que a FCUL se pode orgulhar é que teve “a capacidade para se dar conta de que áreas como a História e a Filosofia das Ciências podem ter um papel fundamental na formação dos futuros cientistas portugueses”. Uma estratégia que na opinião de Ana Simões, uma das responsáveis pela licenciatura em Estudos Gerais e coordenadora do mestrado em História e Filosofia das Ciências, deve ser mantida.

Aos jovens candidatos ao ensino superior, que nutrem um especial fascínio por História e um interesse particular por Ciências, recomenda a licenciatura em Estudos Gerais, um dos cursos mais recentes da UL, resultado de uma parceria entre as Faculdades de Belas-Artes, de Letras e de Ciências. “Um aluno que se interesse por História das Ciências, e que se interesse por esta interface, é um aluno que deve ter uma formação científica relativamente sólida, e atendendo a que hoje em dia as licenciaturas têm três anos, seria muito interessante que essa pessoa pudesse fazer uma formação científica e depois uma formação complementar”. De acordo com Anabela Machado, chefe da Divisão dos Serviços Académicos da FLUL, neste primeiro ano letivo estão inscritos neste curso 37 discentes.

A História e a Filosofia das Ciências é uma das áreas mais recentes da FCUL. Segundo Cláudia Rodrigues, coordenadora do Gabinete de Estudos Pós-graduados da FCUL, no presente ano letivo inscreveram-se no mestrado em História e Filosofia das Ciências 17 alunos. A primeira fase de candidaturas do 2.º ciclo na FCUL para o próximo ano letivo terminou a 15 de junho. A 2.ª fase de candidaturas, referentes às vagas que não são preenchidas na 1.ª fase, decorre entre 15 e 22 de julho.

A Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências foi criada em 2007, mas o mestrado em História e Filosofia das Ciências existe desde o ano letivo de 2003/2004, enquanto o doutoramento na referida área existe desde 2007/2008. “No nosso mestrado aceitamos pessoas que venham tanto das áreas da ciência, como da História ou da Filosofia”, refere Ana Simões, para quem “Portugal nos últimos 10/20 anos entrou no mapa da história da ciência internacional”. A historiadora das ciências acrescenta ainda que “agora, há uma série de nomes de historiadores das ciências portugueses que são conhecidos, reconhecidos e referidos pelos mais importantes historiadores das ciências ou pelos centros mais importantes de História das Ciências”.

É por essa razão que Ana Simões diz que o grande desafio do tempo presente consiste em manter o financiamento das unidades de investigação portuguesas, renovando os seus recursos humanos. “No Centro Interuniversitário de História das Ciências e Tecnologia temos um conjunto de pós-docs de grande qualidade científica e o grande desafio é que Portugal não perca a oportunidade de os aproveitar, isto é, que o investimento que foi feito na Ciência nos últimos anos não seja deitado fora”. A preocupação de Ana Simões é múltipla, por um lado, não têm existido novas contratações, por outro a situação dos bolseiros em Portugal é muito instável: “A Faculdade de Ciências tem um corpo docente velhíssimo, e a UL também, nós estamos em  sério risco de áreas que são centrais, numa capital de um país da Europa, virem a desaparecer”. Ainda que seja um problema transversal, assume particular importância em determinadas áreas do conhecimento. “Custa-me muito pensar que nós fizemos este esforço, e que realmente conseguimos pôr a História das Ciências portuguesa no mapa internacional, e que uma série de pessoas que nós conseguimos cativar para a área, e que estão a fazer um belíssimo trabalho, possam estar numa situação horrivelmente instável”, desabafa Ana Simões.

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt

Encontram-se abertas as candidaturas para o Programa de Estágios Jovens Animadores do Museu de Eletricidade (PEJAME), para jovens entre os 18 e os 25 anos que, na altura de candidatura ao programa, sejam estudantes do ensino superior universitário.

Imagem da capa do livro

“ (…) Há também biólogos que calçam as botas e vão para dentro da floresta tropical, para cima das montanhas, para o fundo do mar, e foi esse lado que quisemos mostrar”, explicam Diogo Veríssimo e Miguel Pais, antigos alunos de Ciências e dois dos autores do livro BIOgrafias.

Encontram-se abertas candidaturas para estágios internacionais remunerados do Programa Inov Contacto, com uma duração de seis a nove meses, para 

Encontra-se aberto concurso para admissão de candidatos, de ambos os sexos, com destino ao Curso de Formação de Oficiais do Regime de Contrato da Força Aérea.
 

“Ter a oportunidade de vestir estas batas é com certeza mais giro do que estar em casa sentado em frente à televisão. Estamos a fazer coisas que não fazemos no dia a dia. Por isso, esta é uma oportunidade única. Estamos a aproveitar o nosso tempo da melhor maneira”, comentou Ricardo Santos, aluno do 11.º ano da Escola Secundária António Damásio.

Está disponível a edição de 2014 do Journal Citation Reports (dados de 2013).

COST

Participação no programa COST a partir de 3 Julho de 2014.

FA1403: Interindividual variation in response to consumption of plant foods bioactives and determinants involved.

IMSF

A decorrer de 24-29 de Agosto na Suíça.

Consulte o evento em http://www.imsc2014.ch/

Encontram-se abertas candidaturas para 77 estágios profissionais para o grupo Portucel Soporcel, com a duração máxima de 12 meses, remunerados com uma bolsa de est&aac

A Companhia de Seguros Generali , procura Actuário Júnior para integrar na sua equipa.

Pela primeira vez o Departamento de Matemática de Ciências realiza ações de formação parcialmente à distância.

Príncipe de Girona

O objetivo do meu trabalho é entender alguns dos processos moleculares e celulares que ocorrem durante o desenvolvimento de novos vasos sanguíneos”, explicou o antigo aluno de Ciências.

Príncipe Girona - Rui Benetido

Rui Benedito já trabalhou com estudantes de Biologia vindos de Portugal, Espanha, Inglaterra e Alemanha, a avaliação que faz é a de que “os estudantes saem muito bem preparados da FCUL. Os alunos de Ciências portugueses são muito apreciados no estrangeiro”. Por isso, deixa o convite: “tenho posições disponíveis no meu laboratório para estudantes portugueses!”.

Candidatura GeoFCUL ao X CNG 2018

O Departamento de Geologia da Faculdade de Ciências da ULisboa organizou a segunda sessão do CNG, em 1986, e candidatou-se a organizar o X CNG em 2018, durante o IX Congresso Nacional de Geologia, que decorreu em julho no Porto.

Cinquenta e cinco jovens experimentam a realidade da investigação científica na Faculdade de Ciências da ULisboa. O desafio começa esta segunda-feira, dia 21 de julho e prolonga-se até quinta-feira, dia 24.

Biologia 2014/2015

Para Ana Rita Ruivo, do 12.º ano da Escola Secundária Quinta do Marquês, passar alguns dias do seu verão em Ciências foi importante porque a ajudou a “clarificar que [assuntos] correspondem aos [diferentes] cursos” e também porque lhe permitiu “[ter contacto com] experiências que nunca tinha feito”.

António Branco, professor do Departamento de Informática de Ciências, é o coordenador do QTLeap, um projeto europeu de investigação para a tradução automática.

“É a primeira vez que tenho contacto com este ambiente. Gosto de programação e o curso que quero seguir é Engenharia Informática. Aqui, vou ganhar alguns conhecimentos”, referiu o aluno do 11.º ano da Escola Secundária da Amadora, Miguel Almeida, um dos participantes do FCUL Rally Pro.

Coleção de culturas

Este é um exemplo de como as coleções biológicas, enquanto infraestruturas científicas, podem ser instrumentais para o avanço da ciência e no potenciar e estreitar de parcerias transversais.

 A Exigo Consultores, empresa de consultoria em actividade desde 2001, focada na consultoria para o sector de saúde, principalmente a consultoria em economia da saúde, epidemiologia, análise matemática e estatística, procura

Parabéns ao aluno Pedro Lencastre, da edição de 2012/2013 do mestrado em Matemática Financeira da Faculdade de Ciências da ULisboa e do ISCTE-IUL, que ganhou uma bolsa da Global Association of Risk Professionals (GARP) para a elaboração da sua tese de mestrado na área de riscos financeiros.

alumna de Ciências e investigadora da ULisboa, galardoada este ano com o Portuguese Young Chemists Award, procura descobrir um fármaco que venha a ser útil à sociedade.

No âmbito de uma parceria estabelecida entre a Faculdade de Ciências da Universidade Agostinho Neto (FCUAN) e a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), teve início em abril de 2014 o Mestrado em Microbiologia Aplicada da FCUAN

Páginas