2013 Ano Internacional da Estatística

Um olhar sobre as Estatísticas da Educação e Ciência

Rosto de Luísa Canto e Castro Loura
Luísa Canto e Castro Loura

Gostaria de partilhar convosco a minha experiência de pouco mais de ano e meio na “casa” das Estatísticas da Educação e Ciência, convidando-vos para me acompanharem numa visita virtual pelos seus espaços e recantos.

Aqui, estas primeiras salas, são as da gestão dos sistemas de informação. Todo o equipamento tecnológico tem de estar em perfeitas condições e todos os protocolos de comunicação de dados têm de estar afinados para acolher os registos com informação detalhada sobre os alunos e docentes de todas as escolas e de todos os outros organismos responsáveis pela educação e formação. Há um trabalho contínuo de validação e comunicação com as escolas para garantir a qualidade dos dados recolhidos.
Livros e giz
Fonte: iStockphoto.com
Legenda: Através da página da DGEEC já é possível aceder a algumas estatísticas  que se encontram com acesso livre

Passemos agora para o grande espaço onde estão as equipas que se dedicam aos apuramentos e organização dos dados. A azáfama é grande porque são muitos os pedidos da tutela – quantos alunos temos no ensino secundário, por ano e modalidade, em cada uma das NUTS III? Qual a percentagem de docentes doutorados em cada instituição do ensino superior? Como se distribuem geograficamente os alunos com necessidades educativas especiais? Como evoluiu o número de inscritos no 1.º ano, 1.ª vez, em licenciaturas da área das Artes e Humanidades? – É aqui também que se desenvolvem e aplicam todos os algoritmos de pesquisa e validação para apuramento das estatísticas oficiais da educação. A Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) é a entidade delegada do INE e, como tal, tem na sua missão garantir a boa articulação com este organismo, cumprindo com o código de conduta para as Estatísticas Europeias e disponibilizando nos prazos acordados todos os indicadores estatísticos da Educação, da Ciência, da Inovação e da Sociedade de Informação.

Por falar em Ciência, Inovação e Sociedade de Informação, olhemos agora para o que têm em mãos as equipas responsáveis por essas áreas. Aqui, estão a finalizar a análise dos dados reportados por empresas e instituições, no âmbito do IPCTN, quanto à sua atividade em I&D durante 2011 (que impactos terá tido a crise financeira?) enquanto, ao lado, já se prepara o novo inquérito a lançar muito em breve. E há também o inquérito aos Doutorados (CDH) e o inquérito sobre o uso dos recursos TIC pelas entidades públicas, a participação em projetos comunitários sobre Inovação e sobre indicadores bibliométricos e, ainda, a coordenação e publicação do relatório sobre Sociedade da Informação em Portugal.

Bastante recolhida, lá mais ao canto, está a equipa dos estudos. Os projetos em curso são, essencialmente, dedicados à análise estatística de alguns dos dados coligidos na DGEEC – Perfil dos doutorados em Portugal; Análise dos trajetos escolares e profissionais dos estudantes do ensino secundário; Modelos estatísticos para comparação dos resultados escolares tendo em conta o contexto socioeconómico das escolas; Previsão da evolução do número de alunos no ensino básico e secundário; Análise da produção científica na área da saúde – entre outros.
Tabela
Fonte: DGEEC/MEC, OTES: Estudantes à saída do secundário 2011/2012
Legenda: Expetativas de percurso escolar dos estudantes do ensino secundário

São todos pequenos projetos porque reduzidos (em números) são também os recursos humanos afetos à equipa. Mas os dados são muitos, totalmente desagregados, de grande qualidade e têm, certamente, muito a revelar! É urgente disponibilizá-los à comunidade científica mas, para isso, é necessário todo um trabalho delicado e moroso de conciliação e anonimização das bases de dados.

Bom, mas aqui estão dois investigadores visitantes que assumiram exatamente a tarefa de conciliar e anonimizar as mais extensas bases de dados da DGEEC – as que têm toda a informação recolhida sobre os alunos das escolas públicas nos anos letivos de 2007/2008 a 2011/2012. Trata-se de uma tarefa com várias etapas que se prevê estar finalizada no decorrer do quarto trimestre de 2013. Na página da DGEEC serão nessa altura disponibilizadas indicações precisas quanto às formas de acesso a esta grande base de dados por parte dos investigadores. E, até lá, por que não uma abordagem inicial ao tema recorrendo aos dados que se encontram com acesso livre na página?

Luísa Canto e Castro Loura, professora do DEIO-FCUL, em comissão de serviço na DGEEC
A. M. Galopim de Carvalho num dos geoparques

O pioneiro da Geoconservação em Portugal sente-se agradado pelo reconhecimento dos mais de 20 anos de serviço em prol da preservação e salvaguarda dos geoparques, considerando o tributo um importante incentivo para a defesa territorial, para a promoção da geodiversidade e para o desenvolvimento sustentável baseado no património geológico.

Isaac Carrêlo e Rita Almeida, alunos do curso de Engenharia e Energia do Ambiente e Eva Barrocas, do curso de Biologia, viajaram até Cabo Verde para fazer parte da equipa Turtle Foundation. Durante um mês de experiências intensas, protegeram tartarugas e levaram os ensinamentos apreendidos na FCUL até à comunidade local.

Mapa

O Memorando de Entendimento celebrado com Portugal estabelece oito áreas programáticas para a respetiva alocação de verbas para 2009/2014. A abertura de concursos para Portugal deve acontecer ainda este ano.

Palestra por Jennifer de Jonge

Centro de Biotecnologia Vegetal/IBB

Evolução Tecnológica e o Cadastro Territorial Multifinalitário no Brasil

VicenTuna anima Sessão de Boas-vindas

Receber os novos alunos numa sessão de boas-vindas é uma das tradições da FCUL. Agora, o espírito da cerimónia pode ser conhecido pela voz dos profissionais e alunos que fizeram parte da última sessão, através de uma reportagem multimédia presente na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

Pormenor de obra de arte

Atualmente, o antigo aluno da FCUL é post-doc na Universidade Federal do Rio Grande - Fundação Universidade do Rio Grande, no Brasil, sendo responsável por projetos na área da Biologia Antártica – Biologia Polar.

Miguel Ramos

Miguel Ramos, professor do Departamento de Matemática da FCUL, faleceu esta quinta-feira, dia 3 de janeiro. O corpo será velado no dia 5 de janeiro, entre as 17h00 e as 24h00, na Capela da Igreja das Furnas, em São Domingos de Benfica, assim como no dia 6 de janeiro, a partir das 12h00, seguindo-se a missa pelas 15h00. A cerimónia de cremação ocorre no Cemitério dos Olivais.

Miguel Ramos (1963-2013)

Estão disponíveis os calendários de exames do 2º ciclo para as seguintes áreas:

- Mestrados de Engenharia Geográfica e SIG

Repórter e câmara de filmar

Após as palavras , chegam os sons e as imagens  do dia em que a FCUL voltou a fazer parte da “Rota das Vocações de Futuro” da associação EPIS. A reportagem está disponível na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

 

O histórico de aluno no Portal da FCUL foi atualizado e renovado.

Relembramos que pode utilizar os vários meios ao dispor para deixar comentários ou sugestões sobre os serviços da FCUL.

Bruno Almeida, doutorado em História das Ciências pela Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL e membro do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, ganha "Prémio Cultura 2012" atribuído pela Sociedade de Geografia de Lisboa.

Alunos informam-se sobre programas de mobilidade internacional

“É uma grande oportunidade que estou a ter, a Faculdade dá um grande apoio aos alunos. (…) Estou a gostar do convívio com os colegas, das aulas, das disciplinas e da cultura portuguesa”, sublinha Daniel Martins, aluno oriundo do Brasil a estudar Biologia na FCUL.

Pela 2.ª vez, o Dia Internacional proporcionou a divulgação de programas de mobilidade internacional junto dos alunos, esclarecendo dúvidas e curiosidades. Durante o acontecimento, trocaram-se experiências, conheceram-se hábitos e tradições de diferentes países e, acima de tudo, enalteceu-se o espírito de convívio em ambiente "além-fronteiras".

Candidaturas para Base de Recrutamento de Professores Auxiliares Convidados do DF

“MARAVILHAR-SE: reaproximar a criança da Natureza” 

Foi duplicado o espaço de armazenamento nas áreas de alunos. A nova quota é agora de 1 Gb.

 

Com o intuito de inovar e proporcionar os melhores temas aos alunos da Faculdade de Ciências no que diz respeito às novas tecnologias, a

David Luz e Pedro Machado, investigadores do Centro de Astronomia e Astrofísica da UL, fazem parte de uma equipa de investigadores que ao fim de dois anos conseguiu medir os ventos da atmosfera de Vénus a partir da Terra. Até então, só era possível fazê-lo recorrendo a sondas espaciais.

Páginas