Voluntários no Centro de Testes Ciências ULisboa

Marta Palma

Marta Palma no CT Ciências ULisboa

Até agora o maior desafio que enfrentou no CT Ciências ULisboa foi adaptar-se e responder às constantes melhorias nos procedimentos, aos imprevistos que por vezes surgem e que têm de ser resolvidos na hora

Imagem cedida por MP
Marta Palma
No início começou por extrair RNA no CT Ciências ULisboa, depois passou a coordenar certas tarefas, passando mais tempo ao computador. Marta Palma estudou na Faculdade e atualmente trabalha no DBA Ciências ULisboa
Imagem cedida por MP

“A maior aprendizagem é perceber que de facto existem pessoas maravilhosas, com uma enorme generosidade e grande sentido de voluntarismo e muito dinâmicas. E que trabalhando juntos, podemos de facto fazer a diferença”, diz Marta Palma, funcionária do Departamento de Biologia Animal (DBA) e voluntária no Centro de Testes (CT) Ciências ULisboa.

Até agora o maior desafio que enfrentou no CT Ciências ULisboa foi adaptar-se e responder às constantes melhorias nos procedimentos, aos imprevistos que por vezes surgem e que têm de ser resolvidos na hora. “É saber que estou a lidar não apenas com ‘amostras’, mas com pessoas e essa é a maior responsabilidade que se pode ter”, refere Marta Palma, cuja ligação à Faculdade começou enquanto aluna, primeiro na licenciatura em Biologia Aplicada aos Recursos Animais, variante marinhos, entre 1994 e 1999, mais tarde, em 2012, no mestrado em Biologia Molecular e Genética.

Na sua opinião, com esta pandemia, a sociedade foi obrigada a colocar em perspetiva uma série de assuntos. “Tomámos consciência que uma ameaça destas é global, atinge todos sem exceção. A minha esperança é que essa tomada de consciência sirva para mudar comportamentos, políticas e atitudes em prol de uma sociedade mais humana e mais sustentável”, salienta Marta Palma, que começou a trabalhar na Faculdade em 2006, como lab manager do grupo da professora Margarida Amaral, passando mais tarde para o DBA Ciências ULisboa, em 2013.

As funções de Marta Palma no DBA Ciências ULisboa são de gestão laboratorial, tanto de aulas, como de investigação e manutenção de linhas celulares. A par dessas tarefas também integra a comissão de comunicação e imagem do Departamento, estando envolvida tanto nas visitas de escolas à respetiva unidade, como em atividades inseridas no Dia Aberto, Verão na ULisboa ou Descobre a ULisboa.

Para Marta Palma, “somos todos responsáveis uns pelos outros, e de alguma forma devemos contribuir para uma sociedade mais equilibrada”. A sua noção de responsabilidade social passa por “pôr conhecimento e força de trabalho ao serviço da comunidade”. No início começou por extrair RNA no CT Ciências ULisboa, depois passou a coordenar certas tarefas, passando mais tempo ao computador, fazendo a ponte entre os voluntários escalados para aquele turno e a coordenação do Centro; o rastreio dos voluntários (temperatura e níveis de oxigénio); a receção de amostras, que chegam todos os dias; introduzindo as fichas de pacientes; garantindo que os voluntários estão devidamente protegidos com os equipamentos de proteção individual e que cumprem todos os procedimentos e protocolos estabelecidos; dando o apoio logístico necessário de modo a garantir que as estações de trabalho têm o material necessário para funcionarem; e, por último, dando apoio a quem se encontra dentro do BioCap - BSL3 Câmara de Isolamento.

“Ao longo dos anos a trabalhar na Faculdade, já participei em vários ‘inícios’ de projetos. Gosto particularmente dessas fases, de colocar algo em pé. Mas este tem um cariz especial pela importância que tem para a comunidade em geral. Não estávamos preparados para esta verdadeira avalanche e num curto espaço de tempo as pessoas mobilizaram-se e de alguma forma estão a contribuir no combate a este vírus. É, pois, com muito orgulho que faço parte deste projeto e me incluo neste grupo de pessoas.”
Marta Palma

Ana Subtil Simões, Área de Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Páginas