Porquê a FCUL?

Fotografia com pontos de interrogação
Octávio Pinto

Guilherme Gaspar, estudante do último ano do mestrado integrado em Engenharia da Energia e do Ambiente da FCUL não tem qualquer dúvida em recomendar o seu curso. Trata-se de um programa de estudos que assenta numa “área em destaque, não só no presente, mas também no futuro”.

O mesmo sucede com o colega Ricardo Leandro, igualmente inscrito no último ano daquele mestrado integrado. “Para além de ser um curso com uma enorme heterogeneidade de matérias em relação ao tema das energias renováveis, tem um protocolo de cooperação com o Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG), o que facilita o contacto para possíveis colaborações em projetos de diversas áreas relacionadas com a energia”.Cara de um rapaz

Legenda: Guilherme Gaspar

Ricardo Leandro salienta ainda a existência de outra cooperação, com o Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa – Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) e que possibilita a frequência da disciplina Projeto Empresarial, do 3.º ano da licenciatura em Finanças e Contabilidade. “Os alunos de mestrado da FCUL com ideias inovadoras juntamente com os colegas do ISCTE-IUL formam grupos com o objetivo de criar uma ideia de negócio, desenvolvendo um plano de negócios e preparando inclusivamente a sua apresentação pública. Temos como exemplo, do sucesso desta cooperação, a empresa Science4you”, explica. A par das parcerias que enriquecem a oferta formativa da FCUL, o jovem estudante acrescenta ainda como mais-valia do curso, o contacto entre os docentes e os alunos, facto que permite a partilha de experiências e o esclarecimento de dúvidas com maior facilidade.Cara de um rapaz

Legenda: Ricardo Leandro

O mestrado integrado em Engenharia da Energia e do Ambiente existe desde o ano letivo de 2007/2008, sucedendo a licenciatura em Energia e Ambiente (pré-Bolonha). Até 2009/2010 a FCUL concedeu o grau de mestre a 15 estudantes deste curso, de acordo com dados oficiais do Registo de Alunos Inscritos e Diplomados do Ensino Superior. Os candidatos ao ensino superior podem consultar informações úteis sobre o curso, nomeadamente alguns dados sobre as saídas profissionais, no site Candidato a Ciências. A este propósito é de salientar que o European Renewable Energy Council prevê um crescimento fortíssimo a nível europeu da indústria das energias renováveis, estimando dois milhões de postos de trabalho na Europa em 2020. Segundo a Unidade Académica atualmente a FCUL tem inscritos no 1.º ano deste curso 69 estudantes e no último ano letivo 93.

Para Guilherme Gaspar o curso da FCUL está “virado sobretudo para as energias renováveis e para a eficiência energética, formando técnicos que podem vir a contribuir para uma sociedade melhor, mediante o grande apoio e disponibilidade dos docentes, fundamentais para a aprendizagem dos alunos”. O jovem de 23 anos já teve hipótese de escrever um artigo científico, juntamente com Miguel Centeno Brito, investigador do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia, e apresentá-lo sob a forma de poster durante a CPV-7, uma das mais importantes conferências científicas relacionadas com a tecnologia de concentração fotovoltaica, ocorrida em abril do ano passado.

Este tipo de experiência é relevante não só para os alunos, como também para a Faculdade. Guilherme Gaspar sente-se motivado com o seu trabalho académico e deseja contribuir para uma sociedade mais justa e sustentável. Também Ricardo Leandro foi coautor de duas comunicações apresentadas sob a forma de poster naquele evento científico. “Aprendemos bastante sobre os procedimentos que devemos adotar na redação de um artigo científico e ainda mais sobre o tema em que incidiu o nosso trabalho. A publicação do projeto também veio a ser um elemento importante no nosso currículo, sendo de bastante relevância no momento da procura de emprego”, realça o estudante que considerou fundamental o trabalho da orientadora Filipa Reis, estudante de doutoramento ao abrigo do Programa MIT Portugal.

Por ora os candidatos ao ensino superior inscrevem-se para a 1.ª fase dos exames nacionais do ensino secundário, previstos para a 2.ª quinzena de junho. Nos próximos meses muitos decidem que rumo irão dar às suas vidas. Descobre. Escolhe. Concorre. Assim é o slogan da Direção-Geral do Ensino Superior. A FCUL aconselha Engenharia da Energia e do Ambiente.

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
VicenTuna anima Sessão de Boas-vindas

Receber os novos alunos numa sessão de boas-vindas é uma das tradições da FCUL. Agora, o espírito da cerimónia pode ser conhecido pela voz dos profissionais e alunos que fizeram parte da última sessão, através de uma reportagem multimédia presente na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

Pormenor de obra de arte

Atualmente, o antigo aluno da FCUL é post-doc na Universidade Federal do Rio Grande - Fundação Universidade do Rio Grande, no Brasil, sendo responsável por projetos na área da Biologia Antártica – Biologia Polar.

Miguel Ramos

Miguel Ramos, professor do Departamento de Matemática da FCUL, faleceu esta quinta-feira, dia 3 de janeiro. O corpo será velado no dia 5 de janeiro, entre as 17h00 e as 24h00, na Capela da Igreja das Furnas, em São Domingos de Benfica, assim como no dia 6 de janeiro, a partir das 12h00, seguindo-se a missa pelas 15h00. A cerimónia de cremação ocorre no Cemitério dos Olivais.

Miguel Ramos (1963-2013)

Estão disponíveis os calendários de exames do 2º ciclo para as seguintes áreas:

- Mestrados de Engenharia Geográfica e SIG

Repórter e câmara de filmar

Após as palavras , chegam os sons e as imagens  do dia em que a FCUL voltou a fazer parte da “Rota das Vocações de Futuro” da associação EPIS. A reportagem está disponível na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

 

O histórico de aluno no Portal da FCUL foi atualizado e renovado.

Relembramos que pode utilizar os vários meios ao dispor para deixar comentários ou sugestões sobre os serviços da FCUL.

Bruno Almeida, doutorado em História das Ciências pela Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL e membro do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, ganha "Prémio Cultura 2012" atribuído pela Sociedade de Geografia de Lisboa.

Alunos informam-se sobre programas de mobilidade internacional

“É uma grande oportunidade que estou a ter, a Faculdade dá um grande apoio aos alunos. (…) Estou a gostar do convívio com os colegas, das aulas, das disciplinas e da cultura portuguesa”, sublinha Daniel Martins, aluno oriundo do Brasil a estudar Biologia na FCUL.

Pela 2.ª vez, o Dia Internacional proporcionou a divulgação de programas de mobilidade internacional junto dos alunos, esclarecendo dúvidas e curiosidades. Durante o acontecimento, trocaram-se experiências, conheceram-se hábitos e tradições de diferentes países e, acima de tudo, enalteceu-se o espírito de convívio em ambiente "além-fronteiras".

Candidaturas para Base de Recrutamento de Professores Auxiliares Convidados do DF

“MARAVILHAR-SE: reaproximar a criança da Natureza” 

Foi duplicado o espaço de armazenamento nas áreas de alunos. A nova quota é agora de 1 Gb.

 

Com o intuito de inovar e proporcionar os melhores temas aos alunos da Faculdade de Ciências no que diz respeito às novas tecnologias, a

David Luz e Pedro Machado, investigadores do Centro de Astronomia e Astrofísica da UL, fazem parte de uma equipa de investigadores que ao fim de dois anos conseguiu medir os ventos da atmosfera de Vénus a partir da Terra. Até então, só era possível fazê-lo recorrendo a sondas espaciais.

À semelhança dos anos anteriores o Departamento de Química e Bioquímica vai promover a realização de Ações de Formação para os professores do Ensino Básico e Secundário na modalidade oficina.

Encontram-se abertos concursos para recrutamento postos de trabalho de Professor Auxiliar, nas áreas disciplinares de Meteorologia, de Geofísica, de Engenharia Geográfica e de Oceanografia Física, Astronomia e Astrofísica, constantes do mapa de pessoal docente d

Empresa Outmind trabalha o conceito de marketing sensorial aliado à tecnologia

“Queremos dar a conhecer um novo espaço, uma nova marca, uma nova estratégia para o Tec Labs e também, claramente, incentivar as pessoas a terem uma atitude diferente face ao empreendedorismo”, sublinhou Luís Matos Martins, presidente do Conselho de Administração do Tec Labs.

Imagem alusiva à extração de óleos essenciais

Aquele que é hoje conhecido como o ISEO teve início em setembro de 1969, quando quatro cientistas da área da farmacognosia se reuniram, informalmente, em Leiden, na Holanda, para discutir problemas comuns, relacionados com a análise de óleos essenciais. Docentes/investigadores da FCUL participam, desde 1989, nesse congresso e já o organizaram por duas vezes.

Membros de uma tuna, durante uma atuação

Diário de bordo da nave Esperança. Uma viagem por um dos acontecimentos musicais da comunidade académica com especial tradição…

Páginas