Programa de Estímulo à Investigação

Para sempre, estudar!

Pormenor do cartaz do Programa de Estímulo à Investigação 2013
Fundação Calouste Gulbenkian

O Programa de Estímulo à Investigação voltou a premiar oito jovens investigadores, cinco deles da Universidade de Lisboa, entre os quais estão duas estudantes de Ciências.

Alexandra Symeonides, de 25 anos e Sara Realista, de 23 anos, receberam a distinção numa cerimónia ocorrida no final de fevereiro passado e na qual apresentaram respetivamente os projetos “Teoria da perturbação do Feynman probabilística” e “Smart polymer switches for green CO2 capture”. Atualmente, as jovens investigadoras da Faculdade de Ciências desenvolvem os projetos premiados pela Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), uma no Grupo de Física Matemática da Universidade de Lisboa (GFMUL), outra no Centro de Química e Bioquímica (CQB) de Ciências.

Informações
Fundação Calouste Gulbenkian | Serviço de Bolsas Gulbenkian
Emailbolsas@gulbenkian.pt | Tel: 217 823 365
www.gulbenkian.pt

Para Maria José Calhorda, coordenadora do Grupo de Química Inorgânica Teórica (GQIT) do CQB de Ciências, a atribuição da bolsa à Sara Realista, estudante de doutoramento do Departamento de Química e Bioquímica de Ciências é um motivo de orgulho. “O seu projeto na área de energia, visando desenvolver novos materiais inteligentes para a captura e transformação de CO2, evidencia o papel central da Química, como ciência, na prevenção e resolução dos problemas ambientais”, diz.

Também para Paulo Nuno Martinho, bolseiro de pós-doutoramento do GQIT do CQB de Ciências, foi uma honra orientar a Sara Realista, durante a realização do projeto de investigação no âmbito da dissertação de mestrado. “A Sara desde cedo mostrou ter uma grande paixão pela ciência e pela investigação e uma enorme capacidade para superar os desafios inerentes a esta”, refere ao mesmo tempo que salienta a raridade e a importância da iniciativa da FCG, “especialmente numa época em que os recursos escasseiam e a contenção é a palavra de ordem”. Paulo Nuno Martinho afirma mesmo que a FCG contraria “esta tendência, promovendo o interesse pela ciência e pela investigação”.

Por sua vez, para Jean-Claude Zambrini, orientador do projeto de Alexandra Symeonides, esta bolsa permite que a jovem se prepare para a investigação naquele domínio, “introduzido há vinte anos em Portugal pelo GFMUL, e que continua presentemente a ser desenvolvido de forma ativa”.

Alexandra Symeonides veio de Roma, da Università degli Studi di Roma “La Sapienza”, uma instituição de prestígio, para Lisboa, para o primeiro ano de mestrado, no quadro do programa Erasmus. O professor do Departamento de Matemática de Ciências e coordenador daquele grupo, comenta que “o facto do número de alunos ser mais reduzido, e portanto o seu acompanhamento mais próximo, conduziu-a a permanecer na Faculdade”. Jean-Claude Zambrini acrescenta ainda que “o interesse de Alexandra pelos problemas oriundos da Física será simples de satisfazer”. Um dos aspetos que a jovem vai estudar antes de iniciar a investigação doutoral é “uma espécie de cálculo estocástico completamente informal para descrever a mecânica quântica”, introduzido na tese de doutoramento do famoso físico R. Feynman. “De facto, matematicamente, esse cálculo é sem substância. Mas o seu poder de predição é tal que uma versão matemática da sua teoria deve existir”, conclui o professor cientista.
 

Programa de Estímulo à Investigação 2013
Matemática - Análise Estocástica e Matemática Financeira
Carlos Miguel dos Santos Oliveira
“Optimização estocástica em Opções Reais”
Alexandra Symeonides
“Teoria da perturbação do Feynman probabilística”
Física - Fronteiras da Física: Neutrinos e Matéria Negra; Materiais Avançados
Paulo André Dias Gonçalves
“Plasmónica em heteroestruturas de van der Waals”
Eduardo Paulo Jorge da Costa Alves
“Ab initio nonlinear electromagnetic metamaterials”
Química - Química e Energia
Sara Marlene Quintela Realista
“Smart polymer switches for green CO2 capture”
Mariana Paredinha Araújo
“Novel clean energy conversion systems”
Ciências da Terra e do Espaço - Física da Atmosfera e dos Oceanos; Física do Espaço
José Pedro Pinto Vieira
“Cosmic superstrings in the Planck era”
Richard Pires Brito
“Pesando os Mensageiros de Einstein”

O Programa de Estímulo à Investigação Científica da FCG é considerado um prémio de excelência e tem distinguido jovens até aos 26 anos, licenciados ou mestres e ainda sem o grau de doutor, envolvidos em trabalhos de investigação em instituições científicas portuguesas, com elevado potencial e competência.

De acordo com Teresa Burnay, do Serviço de Bolsas Gulbenkian da FCG, “no total, 32 alunos da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa receberam bolsa ao abrigo deste Programa”.

A Fundação lançou esta iniciativa em 1994. Até 2013 foram premiados 165 investigadores, em oito áreas de especialização: Física (35 bolsas), Matemática (35 bolsas), Ciências da Vida (32 bolsas), Química (30 bolsas), Ciências da Terra e do Espaço (15 bolsas), Ciências Sociais (12 bolsas), História da Ciência (cinco bolsas) e Educação (uma bolsa). A última edição do Programa abrangeu a Matemática, a Física, a Química e as Ciências da Terra e do Espaço.

De acordo com o regulamento da iniciativa, aos candidatos selecionados pelo Programa é atribuído um incentivo financeiro no total de €12.500, repartido em duas parcelas, uma para o investigador (€2.500), outra para a instituição de acolhimento (€10.000). Até final de 2015, os oito jovens distinguidos nesta última edição deverão apresentar à FCG um relatório aprovado pelos seus orientadores.

Artigos relacionados
Entrevista com… Alexandra Symeonides
Entrevista com… Sara Realista
Entrevista com... Jocelyn Lochon 
Entrevista com… Ana Bastos 
Entrevista com... Tomás Aquino
FCG premeia o melhor da ciência portuguesa
Espólio info-Ciências digital
Programa Gulbenkian de Estímulo à Investigação 2007
Física em destaque 
Ciências da Terra e do Espaço
Entrevista com...

Ana Subtil Simões com RSP, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura
info.ciencias@fc.ul.pt

Sabemos que no futuro um sismo de magnitude significativa voltará a atingir Lisboa. Não sabemos é quando. E se o pudéssemos prever? E se existisse uma probabilidade forte de ser já em 2027?

Ana Santos, finalista 3MT ULisboa

Ao longo dos próximos dias, daremos a conhecer os quatro finalistas de CIÊNCIAS que irão participar na final da competição

Painel e sessão de Perguntas & Respostas | Estreia de documentário

Perto de 120 pessoas assistiram este sábado, 25 de maio, à estreia do documentário ‘O que se esconde na luz? A ciência da missão espacial Euclid’, produzido pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

Investigadores do Instituto Dom Luiz, de CIÊNCIAS, instalaram um sismómetro na Escola Básica Professor Delfim Santos, que se encontra a menos de um quilómetro do Estádio da Luz, em Lisboa, onde vão ter lugar os concertos.

Banner Bênção de Finalistas & Queima das Fitas 2024

Este fim de semana a Alameda da Universidade de Lisboa vai voltar a encher-se de finalistas de CIÊNCIAS e de tantas outras faculdades e universidades. A cerimónia de Bênção de Finalistas decorre amanhã dia 25 de maio, a partir das 11h30.

 

3MT ULisboa 2024

Quatro dos doze finalistas da competição ‘Três Minutos de Tese – Universidade de Lisboa’ são de CIÊNCIAS.

Pinguins-de-adélia

Num artigo agora publicado na Science, investigadores de instituições de renome a nível mundial propõem uma estratégia para envolver todas as partes interessadas na governança do Oceano Antártico através de um processo de ordenamento do espaço marinho (OEM) inteligente do ponto de vista climático.

Impressão artística da missão Euclides no espaço.

A 25 de maio (sábado), às 21h00, vamos ver e compreender as novas imagens de entre as maiores alguma vez feitas do Universo, no Grande Auditório de CIÊNCIAS (Edifício C3). A entrada é livre.

Redes Doutorais Marie Curie Projeto PROMOTE

CIÊNCIAS vai participar numa das propostas vencedoras do concurso 2023 das Redes Doutorais de Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA DN).

Foto de entrega de prémio aos vencedores

No âmbito do projeto Invasives e como atividade inserida na

Dia Nacional dos Cientistas - 16 de maio

O Dia Nacional dos Cientistas foi instituído em 2016 por Resolução da Assembleia da República com o objetivo de reconhecer e celebrar a contribuição vital dos cientistas para o progresso da sociedade.

CIÊNCIAS e OKEANOS em parceria para monitorizar biodiversidade e alterações dos ecossistemas marinhos

Projeto internacional SEAGHOSTS visa a monitorização e conservação das populações de painhos, as aves marinhas mais pequenas do planeta.

Reitoria da ULisboa

O CWUR 2024 avaliou de entre 20.966 instituições de ensino superior e atribuiu à ULisboa o 211.º lugar (top 1.1%) e a 80.ª posição no panorama europeu.

Fotografia de participantes na Training School

CLEANFOREST na vanguarda da compreensão dos efeitos dos extremos climáticos e poluição nas florestas Europeias

Participantes no Dia Aberto

O campus ganhou vida, cor e energia proveniente do entusiasmo dos cerca de 2000 alunos de 170 escolas de norte a sul do País.

CIÊNCIAS esteve presente nesta edição, com a participação dos docentes do Departamento de Física: Alexandre Cabral, no painel de abertura “À conversa sobre carreiras espaciais” e

Semana Internacional da Compostagem

Uma das transformações necessárias às entidades que querem progredir pelo caminho da sustentabilidade é fecharem os seus ciclos de materiais, nomeadamente o orgânico.

A VicenTuna - Tuna da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa - completou 30 anos em janeiro de 2024. Para comemorar, realizou no dia 30 de abril de 2024, a Festa da Primavera, um espetáculo de música e divertimento dedicado à comunidade de CIÊNCIAS e ao público em geral.

Celebrações dos 50 anos do 25 de abril de 1974 da Academia das Ciências de Lisboa

A 9 de maio realiza-se a segunda de duas jornadas de debate académico e científico organizadas pela Academia das Ciências de Lisboa, que tem por objetivo ‘analisar e discutir a evolução do panorama científico português de forma prospetiv

Lançamento do projeto Barrocal-Cave marca um novo capítulo na Conservação da Biodiversidade em Portugal

O prestigiado Palácio Gama Lobo foi o cenário escolhido para o lançamento do projeto Barrocal-Cave, financiado pelo Prémio Fundação Belmiro de Azevedo 2023.

No passado dia 10 de abril, tivemos a honra de receber um grupo de estudantes e dois professores da Universidade de Leiden, na Holanda. Com um total de 40 estudantes, todos da área das bio farmacêuticas, a visita prometia ser entusiástica.

Miguel Pinto

No dia 29 de abril, Miguel Pinto visitou a Escola Básica Professora Aida Vieira, no Bairro Padre Cruz em Lisboa, para realizar oficinas de divulgação científica e atividades didáticas.

Fotografia de alguns dos oradores

O que é a sustentabilidade? Como podemos agir a nível local, procurando um impacto global? Estas e muitas outras questões marcaram a segunda edição da Semana da Sustentabilidade CIÊNCIAS, entre 15 e 19 de abril de 2024.

Páginas