“Uma História da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (1911-1974)”

Edições FCUL

“Chega-se a ser grande por aquilo que se lê e não por aquilo que se escreve” - disse um dia o poeta e ensaísta argentino Jorge Luís Borges (1899-1986). Para Sakespeare e autores do livro “Uma História da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (1911-1974)”, apresentado ao público no mês passado, o “destino representa um ato do qual o passado é o prólogo e o que se segue a todos incumbe”. Numa ocasião em que se assinala uma vez mais o gosto pela leitura, por que não recomendar esta obra editada pela FCUL e à venda na Livraria Escolar Editora?!

Ana Simões, Ana Carneiro, Maria Paula Diogo, Luís Miguel Carolino e Teresa Salomé Mota, investigadores do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, assinam o livro apresentado ao público no dia 19 de abril, durante a sessão comemorativa dos 102 anos da Faculdade e que contou também com a colaboração de Ana Romão e Conceição Tavares, bolseiras de doutoramento daquele Centro e de Catarina Teixeira, bolseira de investigação do Museu Nacional de História Natural e da Ciência.

A obra à venda nas Livrarias Escolar Editora, sitas no campus da FCUL e do Instituto Superior Técnico, desde o princípio de maio, é dedicada a Miguel Ramos (1963-2013), que comissariou as comemorações do centenário da FCUL. O livro, com cerca de 250 páginas e dez capítulos, percorre uma linha cronológica, entre 1837, aquando da fundação da Escola Politécnica e 1974, ano da revolução de 25 de abril e consequentes mudanças nos padrões de acesso à universidade.

Durante dois anos, os historiadores das ciências trabalharam neste projeto, conhecendo os altos e baixos da Faculdade, porque só assim se dá a conhecer uma instituição. “Um dos aspetos muito interessantes é a referência que nós fazemos ao papel que as mulheres têm na Faculdade de Ciências”, diz Ana Simões que acredita existirem mil e uma razões para adquirir a obra, que analisa, no contexto nacional, as relações da FCUL com outras instituições e no contexto internacional, a projeção da sua revista.

A professora e coordenadora da Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências acrescenta ainda que o livro procura explicar as reais causas das expulsões de 1947, aprofundar as relações da Faculdade de Ciências com o Instituto Superior Técnico, bem como o papel central que os cientistas tiveram durante a 1.ª República. Estes são alguns dos argumentos enunciados por Ana Simões, os futuros leitores poderão sempre descobrir outros motivos de interesse… Boas leituras!

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt

EUA represents over 850 universities and university associations across 47 European countries. Its highly diverse membership covers the full spectrum of universities participating in European research programmes.

Vai realizar-se de 18 a 20 de Março de 2013, em honra do Professor Ross Leadbetter, o "Symposium on Recent Advances in Extreme Value Theory ".

Face de Maria Amélia Martins-Loução

O Flora-On sistematiza informação fotográfica, geográfica, morfológica e ecológica de todas as espécies de plantas vasculares autóctones ou naturalizadas listadas para a flora de Portugal. Atualmente, através deste portal acede a 164 famílias, 836 géneros e 2991 espécies.

Cortejo académico na Aula Magna

A cerimónia de abertura do ano letivo de 2012/2013 marca uma nova etapa do ensino superior público.
Exegi monumentum aere perennius - Ergui um monumento mais duradouro que o bronze.
Da nova Universidade de Lisboa vê-se o mundo...

Crianças dos 5 aos 9 anos descobrem as Ciências na FCUL

A FCUL abriu as portas do conhecimento aos alunos do Colégio Infantes de Portugal, de Palmela. Durante uma manhã, os laboratórios de Biologia e de Química e Bioquímica foram explorados por cerca de 20 crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 9 anos.

Encontra-se aberto concurso externo para o Banco de Portugal - Departamento de Supervisão Prudencial, com vista ao preenchimento de vagas de Técnico Superior para a área de supervisão

“A inovação é tipo ‘ovo de Colombo’, depois de se saber, parece fácil. Só que ‘saber’ significa um longo caminho de amadurecimento do conhecimento”, declara Maria Filomena Camões, docente do Departamento de Química e Bioquímica da FCUL, a propósito da atribuição da Bolsa Europeia de Excelência de Investigação.

A. M. Galopim de Carvalho num dos geoparques

O pioneiro da Geoconservação em Portugal sente-se agradado pelo reconhecimento dos mais de 20 anos de serviço em prol da preservação e salvaguarda dos geoparques, considerando o tributo um importante incentivo para a defesa territorial, para a promoção da geodiversidade e para o desenvolvimento sustentável baseado no património geológico.

Isaac Carrêlo e Rita Almeida, alunos do curso de Engenharia e Energia do Ambiente e Eva Barrocas, do curso de Biologia, viajaram até Cabo Verde para fazer parte da equipa Turtle Foundation. Durante um mês de experiências intensas, protegeram tartarugas e levaram os ensinamentos apreendidos na FCUL até à comunidade local.

Mapa

O Memorando de Entendimento celebrado com Portugal estabelece oito áreas programáticas para a respetiva alocação de verbas para 2009/2014. A abertura de concursos para Portugal deve acontecer ainda este ano.

Palestra por Jennifer de Jonge

Centro de Biotecnologia Vegetal/IBB

Evolução Tecnológica e o Cadastro Territorial Multifinalitário no Brasil

VicenTuna anima Sessão de Boas-vindas

Receber os novos alunos numa sessão de boas-vindas é uma das tradições da FCUL. Agora, o espírito da cerimónia pode ser conhecido pela voz dos profissionais e alunos que fizeram parte da última sessão, através de uma reportagem multimédia presente na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

Pormenor de obra de arte

Atualmente, o antigo aluno da FCUL é post-doc na Universidade Federal do Rio Grande - Fundação Universidade do Rio Grande, no Brasil, sendo responsável por projetos na área da Biologia Antártica – Biologia Polar.

Miguel Ramos

Miguel Ramos, professor do Departamento de Matemática da FCUL, faleceu esta quinta-feira, dia 3 de janeiro. O corpo será velado no dia 5 de janeiro, entre as 17h00 e as 24h00, na Capela da Igreja das Furnas, em São Domingos de Benfica, assim como no dia 6 de janeiro, a partir das 12h00, seguindo-se a missa pelas 15h00. A cerimónia de cremação ocorre no Cemitério dos Olivais.

Miguel Ramos (1963-2013)

Estão disponíveis os calendários de exames do 2º ciclo para as seguintes áreas:

- Mestrados de Engenharia Geográfica e SIG

Repórter e câmara de filmar

Após as palavras , chegam os sons e as imagens  do dia em que a FCUL voltou a fazer parte da “Rota das Vocações de Futuro” da associação EPIS. A reportagem está disponível na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

Páginas