“Uma História da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (1911-1974)”

Edições FCUL

“Chega-se a ser grande por aquilo que se lê e não por aquilo que se escreve” - disse um dia o poeta e ensaísta argentino Jorge Luís Borges (1899-1986). Para Sakespeare e autores do livro “Uma História da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (1911-1974)”, apresentado ao público no mês passado, o “destino representa um ato do qual o passado é o prólogo e o que se segue a todos incumbe”. Numa ocasião em que se assinala uma vez mais o gosto pela leitura, por que não recomendar esta obra editada pela FCUL e à venda na Livraria Escolar Editora?!

Ana Simões, Ana Carneiro, Maria Paula Diogo, Luís Miguel Carolino e Teresa Salomé Mota, investigadores do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, assinam o livro apresentado ao público no dia 19 de abril, durante a sessão comemorativa dos 102 anos da Faculdade e que contou também com a colaboração de Ana Romão e Conceição Tavares, bolseiras de doutoramento daquele Centro e de Catarina Teixeira, bolseira de investigação do Museu Nacional de História Natural e da Ciência.

A obra à venda nas Livrarias Escolar Editora, sitas no campus da FCUL e do Instituto Superior Técnico, desde o princípio de maio, é dedicada a Miguel Ramos (1963-2013), que comissariou as comemorações do centenário da FCUL. O livro, com cerca de 250 páginas e dez capítulos, percorre uma linha cronológica, entre 1837, aquando da fundação da Escola Politécnica e 1974, ano da revolução de 25 de abril e consequentes mudanças nos padrões de acesso à universidade.

Durante dois anos, os historiadores das ciências trabalharam neste projeto, conhecendo os altos e baixos da Faculdade, porque só assim se dá a conhecer uma instituição. “Um dos aspetos muito interessantes é a referência que nós fazemos ao papel que as mulheres têm na Faculdade de Ciências”, diz Ana Simões que acredita existirem mil e uma razões para adquirir a obra, que analisa, no contexto nacional, as relações da FCUL com outras instituições e no contexto internacional, a projeção da sua revista.

A professora e coordenadora da Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências acrescenta ainda que o livro procura explicar as reais causas das expulsões de 1947, aprofundar as relações da Faculdade de Ciências com o Instituto Superior Técnico, bem como o papel central que os cientistas tiveram durante a 1.ª República. Estes são alguns dos argumentos enunciados por Ana Simões, os futuros leitores poderão sempre descobrir outros motivos de interesse… Boas leituras!

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas