Palestra Fangz

“Não esperem 15 anos para concretizar uma ideia vossa!”

GCIC-FCUL

Numa época em que tanto se fala da importância de se ser empreendedor, há histórias que inspiram e por isso mesmo merecem ser contadas.

A convite do Departamento de Informática (DI) e perante uma plateia atenta, composta por alunos e professores, Alexandre Ribeiro, antigo aluno da FCUL, contou no passado dia 15 de maio como alcançou o sucesso explicando as diferentes etapas superadas até à chegada do Fangz à App Store dos EUA.

Para alguns dos presentes, este foi o primeiro contacto com a aplicação para smartphones, lançada a 17 de abril. João Santos, estudante do 1.º ano de Engenharia Informática referiu que “futuramente gostava de fazer programação de jogos, por isso quis conhecer a aplicação e a pessoa que a criou porque estudou cá, na Faculdade. Quis saber mais sobre o jogo e, claro, sobre o criador”.
               

Quem não quis deixar de estar presente no seminário foi Hélder Coelho, a quem o autor do jogo atribui a responsabilidade de lhe “ter mostrado ser possível continuar apaixonado por uma área [inteligência articial] até ao fim da vida”. Para o professor do DI-FCUL o sucesso do antigo discente não o surpreendeu: “Ele foi um dos melhores alunos. Aliado à forte motivação para ser criativo, o Alexandre já era um campeão enquanto aluno, fazendo trabalhos de projeto excecionais: inovadores e cheios de coisas novas. O seu trajeto profissional foi sempre o de andar à frente, desejoso de abrir novos desafios. O êxito que obteve com o jogo não me surpreendeu”.

Na palestra, os presentes puderam compreender muito do processo de criação do Fangz, desde a escolha do tema, o processo de criação das personagens, o desenrolar da ação, o design, os aspetos técnicos, passando pela comercialização, entre outros aspetos importantes da conceção, promoção e reconhecimento do jogo.

Um dos momentos de maior atenção foi precisamente a explicação do interior do jogo, tendo o criador demonstrado, através do programa utilizado na conceção das personagens, que cada uma é um polígono com texturas mapeadas.

“Acabámos por saber algumas coisas pelo qual ele passou e pelo qual nós vamos passar. O Alexandre Ribeiro falou na questão de ter de contratar freelancers e isso é algo que vamos ter de fazer também, porque não somos artistas e, assim sendo, ficámos a perceber um pouco mais sobre o processo, através da sua experiência”, disse Gonçalo Pomares, a frequentar o 3.º ano de Engenharia Informática.

No momento dedicado à participação do público, fizeram-se várias perguntas, quando questionado sobre qual o tempo de vida de um gamer, Alexandre respondeu na primeira pessoa: “Eu sou gamer desde os seis anos. Os gamers envelhecem a jogar. Os tipos de jogos podem mudar mas o brilho nos olhos continua lá”.

A bagagem de conhecimentos levada da Faculdade, permitiu ainda ao criador responder à questão “Já tinha formação em animação?” de forma segura: “Não, mas uma das coisas que aprendes aqui na FCUL é a aprender”.

Para além da partilha de conhecimentos técnicos, o ex-aluno da FCUL fez questão de, entre muitas sugestões, aconselhar os estudantes a arriscar: “A altura é agora! Para criar negócios que nos tragam dinheiro de diferentes partes do mundo... Não esperem 15 anos para concretizar uma ideia vossa! Falem uns com os outros, a Informática é uma área com muito potencial e vocês não precisam de recursos materiais para criar mundos, podem ser vocês a criá-los.

Há 12 anos atrás, Alexandre Ribeiro concluía a licenciatura em Informática na FCUL. A sua “obsessão por querer sempre mais”, levou-o a criar a empresa Game Whizzes, onde trabalha com a esposa, Paula Mendes, também ex-aluna da FCUL.

Raquel Salgueira Póvoas com ASS, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas