Prémio "Engenheiro empreendedor 2018 - ano OE das alterações climáticas”

OE premeia investigadores de Ciências ULisboa

Carlos Antunes, Cristina Catita e Carolina Rocha desenvolvem aplicação web - www.snmportugal.pt - para cenários de subida do nível do mar em Portugal continental

Mar

“Cartografia de risco costeiro associado à subida do nível do mar como consequência das alterações climáticas” foi o trabalho distinguido pela OE

unsplash - Thierry Meier
Cristina Catita, Carlos Antunes e Carolina Rocha
Cristina Catita, Carlos Antunes e Carolina Rocha receberam o prémio no dia 4 de abril de 2019
Fonte OE

Carlos Antunes e Cristina Catita são professores no Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia e investigadores do grupo RG2 – Earth Surface Processes do Instituto Dom Luiz. Carolina Rocha concluiu a licenciatura em Engenharia Geográfica em 2014 e o mestrado em Engenharia Geográfica em 2016, ambos em Ciências ULisboa. Desde outubro de 2017 trabalha como bolseira de investigação em Ciências ULisboa, no âmbito da estratégia municipal de adaptação ás alterações climáticas da Câmara Municipal de Loulé elaborando o estudo relativo à subida do nível médio do mar e sobreelevação da maré em eventos extremos de galgamento e inundação costeira. Com o objetivo de partilhar com o público e disseminar alguns resultados dos estudos realizados pelos três cientistas foi criada uma aplicação web -  www.snmportugal.pt, suportada por um serviço de mapas na web (WMS), para a visualização dos cenários de SNM, em Portugal continental e respetiva cartografia de inundação e de vulnerabilidade física costeira para 2025, 2050 e 2100.

Os cientistas Carlos Antunes, Cristina Catita e Carolina Rocha são os vencedores do Prémio "Engenheiro Empreendedor 2018 - Ano OE das Alterações Climáticas”.

“Cartografia de risco costeiro associado à subida do nível do mar como consequência das alterações climáticas” foi o trabalho distinguido pelo Conselho Diretivo Nacional da Ordem dos Engenheiros (OE).

O objetivo do galardão é contribuir para a divulgação de trabalhos dos diversos ramos da Engenharia no âmbito das medidas de mitigação e adaptação às alterações climáticas.

O prémio foi entregue a 4 de abril de 2019, na Sede Nacional da OE em Lisboa, na Sessão de Encerramento da Conferência “Ano OE das Alterações Climáticas - 2018”, pelo ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes e pelo bastonário da OE, Carlos Mineiro Aires.

O trabalho premiado define uma metodologia para avaliar o risco das zonas costeiras e de águas interiores de elevada vulnerabilidade à subida do nível do mar (SNM) face a cenário de alterações climáticas, para os períodos temporais de 2025, 2050 e 2100.

A abordagem metodológica proposta no trabalho reconhecido baseia-se na tecnologia de Sistemas de Informação Geográfica, e na utilização da cartografia de inundação e de vulnerabilidade física costeira, resultante de estudos anteriores dos autores, assim como de um vasto conjunto de dados socioeconómicos e demográficos georreferenciados, que servem de base para a produção da cartografia de risco costeiro.

A identificação das zonas de elevado risco à SNM, nos próximos 100 anos, é fundamental para que os decisores definam as áreas prioritárias para intervenções de adaptação e/ou mitigação dos impactes da SNM possibilitando a definição de orientações estratégicas para a adaptação dos municípios costeiros.

Carolina Rocha venceu a edição portuguesa ESRI Young Scholar Award 2018 com o poster "Estudo da Vulnerabilidade costeira à subida do nível médio do mar para Portugal Continental”.

Aplicação Web
Exemplo de um dos temas disponíveis no WMS com a comparação de cenários de inundação costeira, para os anos de 2025, 2050 e 2100, segundo a projeção de SNM. Mais exemplos em www.snmportugal.pt

 

ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Sobre Namoros e Casamentos

Jorge Buescu

Quinta-feira, dia 12 de Abril de 2012, às 18h30, na sala 6.1.36

Vela

Ricardo Leandro é o vencedor da Competição Europeia. O estudante da FCUL apresentou a melhor ideia: um coletor solar térmico de baixo custo, acoplável a um módulo fotovoltaico.

A palestra "O Princípio do Tempo" proferida por Pedro Gil Ferreira é uma das iniciativas do “VII Encontro Ibérico de Cosmologia”, que decorre em abril nas instalações da FCUL.

Jovem usa microscópio

A FCUL estimula a abertura permanente à sociedade civil, promovendo acontecimentos que visam a disseminação de conhecimentos e a interligação com diferentes agentes sociais.

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Páginas