Opinião

A importância da Filosofia das Ciências numa Faculdade de Ciências

Einstein com estudantes da Lincoln University

Einstein com estudantes da Lincoln University

The Canadian Friends of Hebrew University

“A knowledge of the historic and philosophical background gives that kind of independence from prejudices of his generation from which most scientists are suffering. This independence created by philosophical insight is—in my opinion—the mark of distinction between a mere artisan or specialist and a real seeker after truth.” Albert Einstein, Letter to Robert A. Thornton, 1944

João Cordovil
João L. Cordovil
Imagem cedida por JC

Esta frase, dirigida por Einstein a um estudante de Física em 1944, poderia ser dirigida a qualquer estudante, de qualquer ciência, em qualquer tempo. Ela carrega em si uma tese fortíssima e intemporal sobre a importância da Filosofia da Ciência na formação intelectual de um cientista. Se é possível – e sem dúvida que o é – formar um fazedor de ciência tecnicamente competente, essa formação, por si só - assinala Einstein - permite apenas a formação de um artesão de ciência, de um especialista. Não a de um cientista de facto, completo, sólido. Ser um cientista, enquanto produtor de conhecimento científico relevante, enquanto aquele que procura a verdade sobre o mundo que estuda, exige que este – o/a cientista - possa pensar liberto - ou pelo menos, consciente – do conjunto de pressupostos implícitos, mas decisivamente condicionantes, que todos cientistas carregam no interior da sua actividade. Essa libertação ou consciência desses pressupostos só se alcança, só se pode alcançar, deslocando-se para um lugar onde estes possam ser questionados, pensados criticamente, analisados. Esse lugar necessário à ciência, indica Einstein, só se alcança pela Filosofia da Ciência.

Por outro lado, perguntar, por exemplo, pelos limites da ciência, sejam estes éticos, metodológicos, epistémicos ou outros; perguntar pela implicações e impactos da ciência, também na sociedade; perguntar por aquilo que são as suas fronteiras e relações com a Tecnologia, ou com a Arte, por exemplo; sobre o que é o conhecimento científico; sobre como podemos ser realistas sobre a ciência; se a Inteligência Artificial poderá vir a ter consciência e o que é isso da consciência, ou o que é a ciência, a biodiversidade, a energia, o tempo... São tudo questões, entre tantas mais, que sendo relativas à ciência, não são objecto de estudo dos cientistas, nem a ciência, por si só, as poderia alguma vez enfrentar. Estas questões e tantas outras acompanham os cientistas como uma sombra e só tomam a devida luz através da Filosofia da Ciência. Não admira, pois, que Einstein, Bohr, Heisenberg, De Broglie, ou mais contemporaneamente, Rovelli e Smolin, entre tantos mais, compreenderam e compreendem tão inequivocamente a importância da Filosofia da Ciência na formação de um cientista.

A Filosofia da Ciência tem tido, pelo menos desde 1975, uma presença na Ciências ULisboa e na formação de alunos. Quase meio século. Nos últimos 20 anos tem existido na Faculdade um minor, um mestrado, um doutoramento e um Centro – único no país – em Filosofia das Ciências. Ao longo destas décadas, a presença da Filosofia da Ciência tem sido enriquecedora no trajeto de muitos nesta Faculdade e um elemento diferenciador relativamente a outras escolas. Só nos podemos perguntar o que diria Einstein desta presença da Filosofia da Ciência na nossa faculdade.

“The reciprocal relationship of epistemology and science is of noteworthy kind. They are dependent upon each other. Epistemology without contact with science becomes an empty scheme. Science without epistemology is—insofar as it is thinkable at all—primitive and muddled.” Albert Einstein, 1949, In Schilpp (ed.) Albert Einstein: Philosopher-Scientist, 1949, 665.

João L. Cordovil, coordenador científico do CFCUL
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Chieko Asakawa and Hironobu Takagi

17 Julho 2012 - 10h30
Anfiteatro da Fundação da FCUL

Chieko Asakawa and Hironobu Takagi

17 Julho 2012 - 10h30
Anfiteatro da Fundação da FCUL

Pormenor de obra artística

Os promotores do FP7 acreditam que “centenas de instituições científicas de toda a União Europeia irão apresentar propostas” e esperam captar novos participantes, nomeadamente pequenas e médias empresas, incrementando dessa forma a competitividade europeia.

Carlos Miguel Farinha, bioquímico docente do DQB e investigador do BioFIG , foi premiado em junho com o Romain Pauwels Research Award, atribuído pela European Respiratory Society.

 

2ª fase de candidaturas:  15 a 22 de Julho.

O mestrado em Matemática para Professores é uma excelente oportunidade para consolidar,  recordar e aprender muitos temas relacionados com a matemática escolar.

No dia 12 de Julho foram feitas as apresentações de quatro trabalhos feitos no âmbito da disciplina de Projecto em Matemática para o Ensino do Mestrado em Matemática para Professores.

A Universidade de Lisboa e a Fundação Amadeu Dias estão a atribuir bolsas aos alunos de 1º Ciclo de qualquer área do saber, leccionado na Universidade de Lisboa e que já tenham concluído o 1.º ano curricular, ou alunos que frequentem&n

Em 18 anos, o Programa de Estímulo à Investigação premiou 34 jovens investigadores e 19 instituições da Universidade de Lisboa. Na última edição, dos oito premiados, três são jovens cientistas da FCUL. As candidaturas à próxima edição decorrem até 21 de setembro.

Cartaz do Seminário

No dia dia 16 de Julho, pelas 11H00, na sala 6.4.30, realizar-se-á um Seminário organizado pelo Centro de Investigação Operacional com o título 'Lagrangian-Based Branch-and-Bound for Two-Echelon Uncapacitated Facility Location with Single Assignment Cons

Os resultados das experiências ATLAS e CMS divulgados recentemente pelo CERN, também foram apresentados publicamente na FCUL, numa sessão organizada pela professora do Departamento de Física Amélia Maio, a responsável pela participação portuguesa na experiência ATLAS.

Apresentações dos Projectos de Física dia 19 de Julho, às 10h, na sala 8.2.17:

O que faz o profissional que passa os seus dias no laboratório? E quem se dedica a resolver equações ou a estudar animais e plantas? Cinquenta alunos da associação EPIS descobriram as respostas a estas e a outras questões.

Servidor da FCUL

O projeto de reestruturação do Centro de Dados da FCUL, iniciado em junho, deverá estar concluído no próximo mês de setembro.

Duas pessoas fazem uma experiência no laboratório

A Faculdade de Ciências abre as portas dos seus laboratórios a 50 jovens, vindos de diferentes pontos do País, para mais uma edição da “Rota das Vocações de Futuro” da EPIS.

Apesar de ser uma das áreas mais recentes da FCUL, atualmente é uma vertente da ciência portuguesa em franca expansão.

“Um trabalho que reflita sobre o passado de uma instituição, ou o passado da ciência em Lisboa ou em Portugal, é sempre algo de muito importante para repensarmos o nosso trajeto”. A afirmação feita pela historiadora das ciências, Ana Simões, a propósito de um dos muitos projetos em curso é reveladora da importância, que a preservação do património científico tem na sua vida.

Kostas Gavroglu e Ana Simões assinam o primeiro livro “Neither Physics nor Chemistry: A History of Quantum Chemistry” sobre a emergência da disciplina Química Quântica, o pretexto ideal para conversar com a autora portuguesa.

O Grupo Azevedos oferece estágio profissional remunerado a recém licenciado na área da Estatística ou Matemática. Os interessados devem enviar a candidatura para

A edição deste ano d´O Botânico, uma revista propriedade da Associação Íbero-Macaronésica de Jardins Botânicos já se encontra online.

O Centro de Informática migrou todo o sítio antigo para o novo Portal da FCUL.

O Centro de Informática colocou em produção, durante a ultima semana de Maio, um equipamento de rede central na arquitectura de comunicações da FCUL.

Na Licenciatura em Matemática (LM) da FCUL, o leque de opções do 3º ano da LM foi alargado e passou a incluir as seguintes disciplinas, que estarão já disponíveis no ano lectivo de 2012/13:

 

 

Em exibição no:

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

1 de Junho de 2012 a 28 de Abril de 2013

 

 

Páginas