Opinião

A importância da Filosofia das Ciências numa Faculdade de Ciências

Einstein com estudantes da Lincoln University

Einstein com estudantes da Lincoln University

The Canadian Friends of Hebrew University

“A knowledge of the historic and philosophical background gives that kind of independence from prejudices of his generation from which most scientists are suffering. This independence created by philosophical insight is—in my opinion—the mark of distinction between a mere artisan or specialist and a real seeker after truth.” Albert Einstein, Letter to Robert A. Thornton, 1944

João Cordovil
João L. Cordovil
Imagem cedida por JC

Esta frase, dirigida por Einstein a um estudante de Física em 1944, poderia ser dirigida a qualquer estudante, de qualquer ciência, em qualquer tempo. Ela carrega em si uma tese fortíssima e intemporal sobre a importância da Filosofia da Ciência na formação intelectual de um cientista. Se é possível – e sem dúvida que o é – formar um fazedor de ciência tecnicamente competente, essa formação, por si só - assinala Einstein - permite apenas a formação de um artesão de ciência, de um especialista. Não a de um cientista de facto, completo, sólido. Ser um cientista, enquanto produtor de conhecimento científico relevante, enquanto aquele que procura a verdade sobre o mundo que estuda, exige que este – o/a cientista - possa pensar liberto - ou pelo menos, consciente – do conjunto de pressupostos implícitos, mas decisivamente condicionantes, que todos cientistas carregam no interior da sua actividade. Essa libertação ou consciência desses pressupostos só se alcança, só se pode alcançar, deslocando-se para um lugar onde estes possam ser questionados, pensados criticamente, analisados. Esse lugar necessário à ciência, indica Einstein, só se alcança pela Filosofia da Ciência.

Por outro lado, perguntar, por exemplo, pelos limites da ciência, sejam estes éticos, metodológicos, epistémicos ou outros; perguntar pela implicações e impactos da ciência, também na sociedade; perguntar por aquilo que são as suas fronteiras e relações com a Tecnologia, ou com a Arte, por exemplo; sobre o que é o conhecimento científico; sobre como podemos ser realistas sobre a ciência; se a Inteligência Artificial poderá vir a ter consciência e o que é isso da consciência, ou o que é a ciência, a biodiversidade, a energia, o tempo... São tudo questões, entre tantas mais, que sendo relativas à ciência, não são objecto de estudo dos cientistas, nem a ciência, por si só, as poderia alguma vez enfrentar. Estas questões e tantas outras acompanham os cientistas como uma sombra e só tomam a devida luz através da Filosofia da Ciência. Não admira, pois, que Einstein, Bohr, Heisenberg, De Broglie, ou mais contemporaneamente, Rovelli e Smolin, entre tantos mais, compreenderam e compreendem tão inequivocamente a importância da Filosofia da Ciência na formação de um cientista.

A Filosofia da Ciência tem tido, pelo menos desde 1975, uma presença na Ciências ULisboa e na formação de alunos. Quase meio século. Nos últimos 20 anos tem existido na Faculdade um minor, um mestrado, um doutoramento e um Centro – único no país – em Filosofia das Ciências. Ao longo destas décadas, a presença da Filosofia da Ciência tem sido enriquecedora no trajeto de muitos nesta Faculdade e um elemento diferenciador relativamente a outras escolas. Só nos podemos perguntar o que diria Einstein desta presença da Filosofia da Ciência na nossa faculdade.

“The reciprocal relationship of epistemology and science is of noteworthy kind. They are dependent upon each other. Epistemology without contact with science becomes an empty scheme. Science without epistemology is—insofar as it is thinkable at all—primitive and muddled.” Albert Einstein, 1949, In Schilpp (ed.) Albert Einstein: Philosopher-Scientist, 1949, 665.

João L. Cordovil, coordenador científico do CFCUL
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Páginas