Opinião

(Re)soluções de ano novo

A proposta é fazermos uma revisão do ano, para que se encontrem melhores soluções, tornando as resoluções de final de ano cada vez mais reais

ACI Ciências

Andreia Santos
Fonte ACI Ciências

Quase a terminar o ano, surgem as frequentes resoluções de ano novo, um conjunto de ideias e desejos para aquele que se perspetiva ser um ano talvez igual ou melhor que o anterior. Existem assim duas perspetivas temporais: o ano que passou (o passado) e o que vem (futuro), e é sobre a integração destas duas perspetivas que gostaria de deixar uma reflexão.

É comum, quando algo não correu bem, sejam: a ocorrência de acontecimentos externos, relações, o trabalho que não está a avançar, o semestre (motivação para o curso, as notas dos testes), que se tente “eliminar” estas experiências, desejando simplesmente que o futuro seja diferente, com a premissa de que não podemos mudar o passado e para o “ano é que vai ser”. De facto, não se pode mudar o passado mas pode-se mudar a relação que se tem com ele. O primeiro passo passa por refletir sobre o significado dessas experiências, do impacto que tiveram, aquilo que se aprendeu, e de uma forma transformadora, refletir sobre o que se quer/ pode fazer igual ou diferente, integrando as experiências do passado para construir uma realidade no futuro mais próxima dos objetivos que se querem alcançar.

Esta transformação do passado em presente e futuro pode ser muito construtiva para que, as resoluções de ano novo não se perpetuem ano após ano (ex.: deixar de fumar, fazer dieta, empenhar-me mais nos estudos, fazer exercício físico).

Um dos exemplos que se costuma ouvir é: “este semestre correu mal mas para o próximo é que vai ser!” A esperança e o desejo são elementos fundamentais, contudo também é importante conseguir responder à questão: O que é que vai acontecer de diferente para a próxima? O que é que eu tenho de cuidar melhor?

A proposta é fazermos uma revisão do ano, para que se encontrem melhores soluções, tornando as resoluções de final de ano cada vez mais reais.

Votos de um excelente período de descanso e preparação para um novo ano!

Andreia Santos, Gabinete de Apoio Psicopedagógico da Área de Mobilidade e Apoio ao Aluno de Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas