Crónicas em Ciências

Luzes, câmaras, ação: O fascínio das plantas não tem fronteiras

Planta

O projeto “Interpheno - Uma Aproximação Interdisciplinar à Fenotipagem de Alto Débito em Plantas” visa construir um protótipo de fenotipagem de plantas

Unsplash - Pawel Czerwinski
jORGE mARQUES DA sILVA
Jorge Marques da Silva

Celebra-se a 18 de maio o Dia Internacional do Fascínio das Plantas 2021, uma iniciativa lançada pela European Plant Science Organization e dinamizada, em Portugal, pelo ITQB/NOVA e pela Sociedade Portuguesa de Biologia de Plantas (SPBP).

Neste dia, cientistas por toda a Europa concentram-se em aumentar a consciência do público para a importância das plantas na nossa vida, combatendo a “invisibilidade social” das plantas, e a promover a ciência das plantas na agenda pública de investigação.

Na nossa escola, é no Departamento de Biologia Vegetal (DBV), naturalmente, que se encontram concentrados os “fascinados das plantas”. Mas, nos últimos anos, esse fascínio extravasou do edifício C2 e foi-se infiltrando nos departamentos de Física e de Informática. O projeto “Interpheno - Uma Aproximação Interdisciplinar à Fenotipagem de Alto Débito em Plantas”, financiado pela FCT, reúne biólogos, físicos e informáticos da Ciências ULisboa, e ainda colegas do ISA, do ITQB/NOVA e do INOV/INESC com o objetivo de construir um protótipo de fenotipagem de plantas.

A fenotipagem (medição sistemática de caracteres fenotípicos, i.e., do corpo das plantas) foi eleita, depois dos grandes avanços verificados na fenotipagem nas últimas décadas, como um grande desígnio atual da comunidade da ciência das plantas. De facto, considera-se que o principal impedimento à rápida produção de novas variedades de plantas agrícolas, tão necessárias para enfrentarmos as alterações climáticas em curso, é a inexistência de métodos expeditos de fenotipagem de plantas. Assim, iniciou-se um esforço internacional para produzir equipamentos de fenotipagem high-throughput, assentes em captura de imagens em diferentes gamas espetrais e no seu processamento automático em pipelines que frequentemente recorrem a inteligência artificial.

protóptipo
O proptótipo é uma peça-chave para o esforço de fenotipagem sistemática de cultivares agrícolas tradicionais, um património genético em que Portugal é muito rico
Imagem cedida pelo autor

O protótipo que construímos na Ciências ULisboa – só possível devido à generosidade de vários colegas da Física e da Informática que, roubando tempo aos seus projetos nucleares, se deixaram seduzir pelo “fascínio das plantas” – é modesto face às grandes plataformas totalmente robotizadas já existentes em países do centro da Europa. Mas tem um valor estratégico muito significativo: por um lado, permite-nos encarar a adesão ao EMPHASIS – a rede europeia de plataformas de fenotipagem, na qual a inclusão da Ciências Ulisboa se encontra em negociação – nas condições de parceiros, e não meramente de utilizadores; por outro lado, constitui uma peça-chave para o esforço de fenotipagem sistemática de cultivares agrícolas tradicionais, um património genético em que Portugal é muito rico, e que encerra potenciais soluções para os desafios à segurança alimentar e nutricional que as alterações climáticas encerram, mas que se encontra muito mal caraterizado. Mas não só de fenotipagem se constroem as fronteiras da investigação em plantas. Neste dia, a SPBP inaugura a sua nova página web (www.spbp.pt). Visitem-na e contactem com a muita e significativa investigação que se faz em Portugal.

Nota da redação: Jorge Marques da Silva é professor do DBV Ciências ULisboa e presidente da Sociedade Portuguesa de Biologia de Plantas

Jorge Marques da Silva, DBV Ciências ULisboa e SPBP
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Entrevista a Jorge Marques da Silva

O Departamento de Estatística e Investigação Operacional apresenta uma oferta de emprego.

O artigo científico com o título "Chord-based Correction for Multitouch Braille Input" recebeu o prémio de Melhor Artigo Científico na Conferência CHI 2014.

O Prof. Nuno Neves é o novo prof. Associado com Agregação do Departamento de Informática da FCUL.

Henrique Leitão

Quem cultiva a terra sabe que os pepinos devem ser podados, para que possam crescer sem rama e com um gosto agradável. Quem trabalha com as comunidades do pré-escolar e dos ensinos básico e secundário deve ter cuidados semelhantes aos dos agricultores. Despertar o gosto pelas ciências, seja em que contexto for, é sempre uma boa prática.

Imagem de ULisboa

No dia em que a VicenTuna festeja os seus 20 anos, a Universidade de Lisboa realiza a sessão de abertura do ano académico 2013/2014.
 

Mediterranean water eddies in the Atlantic (Meddies) are long-living intermediate water eddies spreading long distances across the Atlantic ocean at the depths of about 1000m.

logotipo nielsen

A Nielsen é líder em Estudos de Mercado a nível mundial e Portugal.

To the attention of reviewing panels: On the recent policy of FCT of using ORCIDSCOPUS to assess individual and research units’ bibliographic productivity and impact.

 

A M Galopim  de Carvalho

Para os que tiveram o privilégio de lidar com ele, o Catarino, na gíria dos alunos, ou o Mangas, para os amigos mais chegados, é uma mistura alegre e contagiante de sabedoria, humanidade e simpatia.

Os alunos Afonso M Cardoso, Noa Estes, João Jorge e António Relógio criaram sob a orientação do professor João Serra um protótipo de um sistema de seguimento solar passivo, com o objetivo de aumentar a exposição solar de painéis solares.

Rafael Soledade

Segundo o orientador da Accenture o aluno da FCUL contribuiu decisivamente para a abertura de um nicho de mercado, permitindo a exportação de tecnologia para um cliente estadual norte-americano, materializada num contrato de mais de 40 milhões de dólares.

A AdvanceCare pretende recrutar um Analista de Informação de Gestão.

Estátua de José Pinto Peixoto por Laranjeira Santos

O processo de audição pública aos candidatos ao cargo de diretor da FCUL deverá terminar a 24 de fevereiro. Dois dias depois, o Conselho de Escola deverá eleger o diretor para os próximos quatro anos.

Joana Casimiro - Coruna

“Tanto a coordenadora Erasmus, como o Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional e todos os alunos que já realizaram Erasmus são uma excelente fonte de informação e estão dispostos a esclarecer todas as dúvidas que tenham”, declara a aluna da FCUL, Joana Casimiro.


Paula Estrócio e Sousa

O Laboratório Nacional de Engenharia Civil abriu um concurso para atribuir uma bolsa de Investigação (BI) para mestre, no âmbito do Projeto PAC:MAN – Sistema de Gestão do Risco de Acide

Cartaz da iniciativa

Estão de volta os Diálogos com Formas & Fórmulas.

"Portugal vive um momento mau mas que pode vir a ser o melhor que lhe aconteceu, compete-nos a nós gerações mais jovens virar as dificuldades a nosso favor. Como? Buscando em outras sociedades o que se faz de melhor e aplicando-o no nosso país. Não é fácil, mas Roma não se fez num dia", declarou o aluno da FCUL, Pedro Mendes Pereira.

Pedro Rosa

Os regulamentos publicados no âmbito desta temática são de aplicação transversal à FCUL, independentemente do serviço que os gerir e estão em vigor desde 1 de janeiro de 2014.

Ciências em Movimento - 10 a 14 de fevereiro

“Ordem e Caos”, “Matéria e Energia”, “Mar e Atmosfera”, “Riscos e Catástrofes” e “Tecnologia e Sustentabilidade” são as temáticas abordadas em cada dia desta semana onde “diferentes áreas científicas ‘conversam’ entre si e com os visitantes”, anunciam os promotores da atividade de entrada livre, mas sujeita a inscrição.

A Bial, grupo internacional da indústria farmacêutica, procura candidato com grau de Mestre em Bioestatística ou em área similar, com 3 a 5 anos de experiência.

Emiliania huxleyi

Iniciada há 16 anos, a Algoteca é uma coleção única, por incluir maioritariamente espécies de algas marinhas e estuarinas da costa portuguesa, sendo por isso um verdadeiro repositório de património genético nacional.

"Não tenham medo de concorrer a uma tese inserida num contexto empresarial. É uma experiência enriquecedora, irão ter contacto com tecnologias novas muito específicas a este meio e é ainda uma excelente oportunidade de enriquecerem o vosso currículo”, comenta Rafael Soledade, antigo aluno do DI-FCUL.

Páginas