À conversa com… Paula Simões

“É um privilégio poder ensinar estudantes entusiastas”

Última Revisão —
Paula Simões

No conjunto das várias disciplinas de Biologia que Paula Simões foi dando ao longo de 22 anos, a maioria possui uma componente significativa em áreas como a Ecologia, Ambiente e Conservação da Biodiversidade

Cicaday

Cegarregão (Lyristes plebejus)
Fonte cE3c

O projeto “Cigarras de Portugal – Insetos Cantores” surgiu no âmbito da criação da primeira Lista Vermelha de Invertebrados de Portugal, atualmente em curso, e visa promover a ciência cidadã, envolvendo os cidadãos na monitorização das populações de cigarras, que dessa forma podem ajudar a colmatar muitas das lacunas ainda existentes na área de distribuição das cigarras em Portugal e a identificar as espécies com maior vulnerabilidade ao risco de extinção, de acordo com o comunicado de imprensa emitido recentemente pelo cE3c.

 “Esta é uma oportunidade de dar a conhecer o nosso trabalho e divulgar o que a comunidade científica já conhece, bem como o muito que falta descobrir e investigar sobre estas espécies fascinantes”, explica Paula Simões, acrescentando que, “na verdade, para além do facto de que estes insetos cantam durante o verão, a maioria das pessoas pouco mais sabe sobre este grupo”. Uma das espécies que preocupa os investigadores é o cegarregão (Lyristes plebejus). Pode ouvir o seu canto neste vídeo.

Paula Simões dá aulas em Ciências ULisboa desde 1997. No conjunto das várias disciplinas de Biologia que foi dando ao longo de 22 anos, a maioria possui uma componente significativa em áreas como a Ecologia, Ambiente e Conservação da Biodiversidade.

A sua rotina no Departamento de Biologia Animal da Faculdade está subdividida em diferentes tipos de atividade. Ora leciona e orienta alunos, o que geralmente ocupa grande parte das suas manhãs ou tardes; ora ocupa o restante tempo com atividades científicas no polo de Ciências ULisboa do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais – cE3c, entre outras, como é o caso da coordenação do minor em Biologia ou de ações de formação e de divulgação pedagógica ou científica, como é o caso do projeto “Cigarras de Portugal – Insetos Cantores”, de que é responsável.

Nos últimos anos, Paula Simões tem dado aulas aos alunos do 1.º ano da licenciatura em Biologia, algo “particularmente gratificante” porque são jovens “geralmente muito motivados”, que entram na faculdade com uma “enorme vontade de aprender”. Para esta docente “é um privilégio poder ensinar estudantes entusiastas destas áreas do saber”, que encontra ainda nos alunos mais velhos (do final da licenciatura e também de mestrado) outra motivação - “são alunos mais exigentes e por isso também mais desafiantes”.

“Nesta área, como em qualquer área científica, penso que é importante que os alunos trabalhem e sejam persistentes, mas que acima de tudo sejam curiosos e não tenham medo de questionar!”
Paula Simões


Paula Simões também dedica parte do seu tempo à dinamização de ações de formação
Fonte Cicaday

Os principais interesses científicos de Paula Simões centram-se nas áreas da Biologia Evolutiva e da Biodiversidade, tendo os insetos como modelo e com foco nas vertentes da sistemática, ecologia, conservação. Por isso os seus dias podem incluir tarefas mais laboratoriais, por exemplo de identificação de exemplares ou tarefas de campo para monitorização e recolha de dados de ecologia e comportamento, que ocorrem essencialmente nos finais da primavera e durante o verão.

Scripta manent. O que se escreve, fica permanece.
Consulte os recortes de imprensa publicados sobre esta temática no site da Faculdade.

Até 30 de setembro, os cidadãos são desafiados a estarem atentos aos sons das cigarras! Ao gravar o canto das cigarras com o telemóvel, registar a localização GPS e submeter estes dados nas páginas do projeto no Facebook ou na plataforma Biodiversity4All, está a ajudar os cientistas a criarem um mapa atualizado da distribuição geográfica das 13 espécies de cigarras existentes em Portugal.

Ana Subtil Simões, Área de Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Fotografia de alunos procuram informações junto a uma banca no átrio do C3

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Páginas