Apresentação e contratualização de 11 projetos de I&D durante a Feira Nacional da Agricultura 2022

Cristina Branquinho coordena AdaptForGrazing

conjunto de pessoas no palco

AdaptForGrazing foi um dos projetos contratualizados durante a cerimónia

Helena Serrano

Numa cerimónia realizada durante a Feira Nacional da Agricultura (FNA) 2022, em Santarém, foi apresentado e contratualizado o projeto AdaptForGrazing, inscrito no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), no âmbito da iniciativa “Adaptação às Alterações Climáticas”. O projeto é coordenado por Cristina Branquinho, professora do Departamento de Biologia Vegetal da Faculdade e investigadora do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (cE3c) e deverá arrancar no próximo mês de julho.

O AdaptForGrazing tem como objetivo adaptar a gestão da vegetação para melhorar a resiliência dos agrossistemas às alterações climáticas, recorrendo ao pastoreio extensivo de raças autóctones e ao aproveitamento agrícola, através da promoção de múltiplos bens e serviços dos ecossistemas e da redução da sua vulnerabilidade, em pastagens e em redor de aglomerados urbanos de baixa densidade. O investimento aprovado para a execução deste projeto é 825 130,85€.

Neste projeto coordenado pela Ciências ULisboa participam ainda outras 29 entidades: Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, Instituto Politécnico de Beja, Instituto Politécnico de Castelo Branco, Universidade de Évora, Associação para o Estudo e Defesa do Património Natural e Cultural do Concelho de Mértola, Confederação dos Agricultores de Portugal, Liga para a Proteção da Natureza, Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, várias sociedades agrícolas e pequenas e médias empresas. Cristina Branquinho é a coordenadora deste projeto, que deverá começar no próximo mês de julho e terminar em setembro de 2025. Para Cristina Branquinho, “um dos aspetos inovadores deste projeto é a possibilidade de testar as medidas de adaptação ao longo de um gradiente climático e por isso testar a sua adequação para vários cenários climáticos futuros”. Para implementar os testes a equipa conta com a ajuda de cerca de 21 agricultores de norte a sul do país.

A equipa da Ciências ULisboa a trabalhar neste projeto é constituída pelas investigadoras do cE3c Cristina Branquinho, Alice Nunes, Maria Alexandra OliveiraHelena Serrano e Margarida Santos Reis, também subdiretora da Faculdade .

A par do AdaptForGrazing foram apresentados e contratualizados outros dez projetos de investigação científica e desenvolvimento, cinco na área de “Mitigação das Alterações Climáticas” e outros cinco na “Adaptação às Alterações Climáticas”, igualmente inscritos no PRR, nomeadamente na agenda de investigação e inovação para a sustentabilidade da agricultura, alimentação e agroindústria.

Os seis projetos que integram a temática da “Adaptação às Alterações Climáticas” visam a promoção de um sector agrícola mais resiliente, dando resposta aos atuais impactos das alterações climáticas e aos que são esperados no futuro, e são coordenados pelo Instituto Politécnico de Santarém, Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, PORVID – Associação Portuguesa para a Diversidade da Videira, Centro de Competências para o Tomate Indústria, Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Coimbra e Ciências ULisboa.

Os cinco projetos inseridos na temática da “Mitigação das Alterações Climáticas” têm como objetivo promover a redução das emissões de gases de efeito de estufa no sector agrícola, assim como potenciar o aumento do sequestro de carbono no solo, e são supervisionados pela Associação do Instituto Superior Técnico para a Investigação e Desenvolvimento, Instituto Superior de Agronomia da ULisboa, Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária,  Instituto Politécnico de Coimbra e Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional.

representantes da Ciências ULisboa
Margarida Santos Reis, Luis Carriço, Cristina Branquinho, Helena Serrano e Maria Alexandra Oliveira na cerimónia de contratualização do projeto
Fonte HS

A cerimónia de apresentação e contratualização dos projetos I&D foi promovida pelo Ministério da Agricultura e da Alimentação e contou com a presença da ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes; da ministra da Ciência e Tecnologia, Elvira Fortunato; do secretário de Estado da Agricultura, Rui Martinho e da secretária de Estado do Comércio e Turismo, Comércio e Serviços, Rita Marques. Em representação da Ciências ULisboa, estiveram presentes Luis Carriço, diretor da Faculdade, Margarida Santos Reis, Cristina Branquinho, Helena Serrano e Maria Alexandra Oliveira.

Gabinete de Jornalismo Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Signatários do acordo

Dia 5 de junho foi assinado o acordo para a construção do espectrógrafo ANDES (ArmazoNes high Dispersion Echelle Spectrograph – Espectrógrafo Echelle de alta dispersão do Armazones), entre o Observatório Europeu do Sul (

 Luís Carriço, Diretor de CIÊNCIAS, e David Gonçalves, Dean do Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ) assinam acordo sentados a uma mesa

CIÊNCIAS assinou no dia 5 de junho um acordo de cooperação com o Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ)

Equipa do projeto 'Ciências em Harmonia'

Esta terça-feira, 28 de maio, o projeto ‘Ciências em Harmonia’ assinalou o seu primeiro ano de atividades: um marco comemorado com um convívio informal com a comunidade, que

António Branco

António Branco, docente do Departamento de Informática de CIÊNCIAS, foi um dos oradores convidados da conferência que

Sabemos que no futuro um sismo de magnitude significativa voltará a atingir Lisboa. Não sabemos é quando. E se o pudéssemos prever? E se existisse uma probabilidade forte de ser já em 2027?

Ana Santos, finalista 3MT ULisboa

Ao longo dos próximos dias, daremos a conhecer os quatro finalistas de CIÊNCIAS que irão participar na final da competição

Painel e sessão de Perguntas & Respostas | Estreia de documentário

Perto de 120 pessoas assistiram este sábado, 25 de maio, à estreia do documentário ‘O que se esconde na luz? A ciência da missão espacial Euclid’, produzido pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

Investigadores do Instituto Dom Luiz, de CIÊNCIAS, instalaram um sismómetro na Escola Básica Professor Delfim Santos, que se encontra a menos de um quilómetro do Estádio da Luz, em Lisboa, onde vão ter lugar os concertos.

Banner Bênção de Finalistas & Queima das Fitas 2024

Este fim de semana a Alameda da Universidade de Lisboa vai voltar a encher-se de finalistas de CIÊNCIAS e de tantas outras faculdades e universidades. A cerimónia de Bênção de Finalistas decorre amanhã dia 25 de maio, a partir das 11h30.

 

3MT ULisboa 2024

Quatro dos doze finalistas da competição ‘Três Minutos de Tese – Universidade de Lisboa’ são de CIÊNCIAS.

Pinguins-de-adélia

Num artigo agora publicado na Science, investigadores de instituições de renome a nível mundial propõem uma estratégia para envolver todas as partes interessadas na governança do Oceano Antártico através de um processo de ordenamento do espaço marinho (OEM) inteligente do ponto de vista climático.

Impressão artística da missão Euclides no espaço.

A 25 de maio (sábado), às 21h00, vamos ver e compreender as novas imagens de entre as maiores alguma vez feitas do Universo, no Grande Auditório de CIÊNCIAS (Edifício C3). A entrada é livre.

Redes Doutorais Marie Curie Projeto PROMOTE

CIÊNCIAS vai participar numa das propostas vencedoras do concurso 2023 das Redes Doutorais de Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA DN).

Foto de entrega de prémio aos vencedores

No âmbito do projeto Invasives e como atividade inserida na

Dia Nacional dos Cientistas - 16 de maio

O Dia Nacional dos Cientistas foi instituído em 2016 por Resolução da Assembleia da República com o objetivo de reconhecer e celebrar a contribuição vital dos cientistas para o progresso da sociedade.

CIÊNCIAS e OKEANOS em parceria para monitorizar biodiversidade e alterações dos ecossistemas marinhos

Projeto internacional SEAGHOSTS visa a monitorização e conservação das populações de painhos, as aves marinhas mais pequenas do planeta.

Reitoria da ULisboa

O CWUR 2024 avaliou de entre 20.966 instituições de ensino superior e atribuiu à ULisboa o 211.º lugar (top 1.1%) e a 80.ª posição no panorama europeu.

Fotografia de participantes na Training School

CLEANFOREST na vanguarda da compreensão dos efeitos dos extremos climáticos e poluição nas florestas Europeias

Participantes no Dia Aberto

O campus ganhou vida, cor e energia proveniente do entusiasmo dos cerca de 2000 alunos de 170 escolas de norte a sul do País.

CIÊNCIAS esteve presente nesta edição, com a participação dos docentes do Departamento de Física: Alexandre Cabral, no painel de abertura “À conversa sobre carreiras espaciais” e

Semana Internacional da Compostagem

Uma das transformações necessárias às entidades que querem progredir pelo caminho da sustentabilidade é fecharem os seus ciclos de materiais, nomeadamente o orgânico.

Páginas