Best of Computing 2016

Artigos do Departamento de Informática entre os melhores

Na lista de artigos e livros notáveis da ACM Computing Reviews, a Best of Computing, encontram-se publicações de professores e investigadores do Departamento de Informática

ACI Ciências

Todos os anos a Association for Computing Machinery, através da sua publicação Computing Reviews, revista científica focada na revisão de literatura de ciência da computação, anuncia uma lista com publicações notáveis feitas ao longo do ano na área da informática.

Os professores e investigadores de Ciências, Francisco Martins, Luís Carriço, Luís Correia, Tiago Guerreiro, Vasco Vasconcelos e os alunos de doutoramento Diogo Marques e Fernando Silva, viram alguns dos seus trabalhos serem aqui distinguidos.

Na última lista publicada, relativa ao ano 2016, os artigos referenciados na Computing Reviews foram Snooping on mobile phones: prevalence and trends, dos autores pertencentes a Ciências, Luís Carriço, Tiago Guerreiro e Diogo Marques; e o artigo Open issues in evolutionary robotics, dos autores Luís Correia e Fernando Silva. O primeiro artigo foi também reconhecido com o "Distinguished Paper Award" da conferência SOUPS - Symposium on Usable Privacy and Security, que atesta a qualidade elevada da contribuição na área da privacidade usável. O último artigo é um dos mais lidos na revista científica onde foi publicado, a MIT Press Journals.

Em 2016 foram distinguidos 231 artigos na lista da Computing Reviews.

Em 2014 a prestigiada publicação havia já reconhecido o trabalho de outros dois professores do Departamento de Informática desta faculdade, Francisco Martins e Vasco Vasconcelos, com o trabalho The stream-based service-centred calculus: a foundation for service-oriented programming.

A revisão dos artigos e respetiva seleção é feita por um júri composto por revisores e editores da Association for Computing Machinery, bem como por investigadores da área da computação, inseridos no meio académico e na indústria.

Sinopse dos trabalhos distinguidos

Snooping on mobile phones: prevalence and trends

O artigo estima que uma em cada cinco pessoas já acedeu a conteúdos no telemóvel de um amigo ou familiar, sem a sua permissão. Para tal, e dada a relutância das pessoas em admitir comportamentos reprováveis, os investigadores aplicaram uma metodologia de inquirição anónima e indireta, que levou a estes números alarmantes que superam em grande escala as estimativas obtidas anteriormente em questionários diretos. O estudo apresenta ainda tendências para este fenómeno que se mostra prevalente entre a população mais nova e aqueles com maior nível de adoção de smartphones. Este estudo mostra que as defesas existentes atualmente não são eficazes contra a intrusão a dispositivos móveis por parte de pessoas socialmente próximas, abrindo espaço para investigação em novas defesas que sejam resilientes a esta ameaça.

Open issues in evolutionary robotics

A publicação consiste numa análise do estado da arte da robótica evolucionária. Um dos objetivos de longo prazo nesta área de investigação é o de poder criar automaticamente controladores para robôs autónomos, com base apenas numa especificação sumária da tarefa que o robô deve realizar. Todavia, os investigadores têm enfrentado consistentemente uma série de questões que impedem a adoção generalizada de algoritmos evolucionários para produzir controladores de robôs móveis. Neste artigo, analisamos e discutimos os problemas em aberto na robótica evolucionária. Estes problemas variam desde questões técnicas, como se devem ser usadas simulações computacionais ou apenas robôs reais, até questões metodológicas, como que práticas de investigação podem ser melhoradas na área. Para além da revisão e discussão dos problemas em aberto, discutimos quais são os caminhos potencialmente mais promissores em termos de investigação futura, com vista ao estabelecimento da robótica evolucionária como abordagem canónica para a engenharia de robôs autônomos.

The stream-based service-centred calculus: a foundation for service-oriented programming

Os serviços web são atualmente a mais importante tecnologia para disponibilizar sistemas de informação de forma a que estes possam ser descobertos, acedidos e compostos remotamente. Estes conceitos deram origem a um paradigma denominado "computação orientada por serviços". Por forma a modelar este tipo de serviços, e permitir raciocinar sobre os seus comportamentos, são necessárias linguagens e técnicas de análise adequadas. Este artigo apresenta uma destas linguagens, denominada "stream-based service-centered calculus" (SSCC). A SSCC é uma linguagem para modelar a composição e a orquestração de serviços, permitindo analisar e provar propriedades dos modelos. Além disso, o artigo contém uma série de exemplos que atesta a flexibilidades da linguagem: explica como codificar um longo catálogo de conhecidos padrões de interação e descreve dois estudos de caso relacionados com a indústria automóvel. Mostra também como a modelação centrada em objetos pode ser transformada num estilo centrado em serviços, de um modo sistemático e garantindo a equivalência comportamental entre o sistema de objetos e o de serviços.

Fonte: DI

Raquel Salgueira Póvoas, Área de Comunicação e Imagem de Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Imagem gráfica da rubrica Radar Tec Labs

A rubrica Radar Tec Labs, dedicada às atividades do Centro de Inovação da Faculdade, tem aqui a sua primeira edição, com destaques do mês de janeiro e da spin-off Delox.

Levada Wanderungen, Madeira

Carlos A. Góis-Marques é o primeiro autor deste estudo. O aluno inscrito no doutoramento em Geologia da Ciências ULisboa desenvolve o seu trabalho sob orientação dos professores José Madeira, Miguel Menezes de Sequeira e José M. Fernández-Palácios.

Constituição da AMONET no notário em 2004

“(…) embora existam mudanças positivas, persiste uma grande diferença entre homens e mulheres cientistas em cargos de topo. Continua a ser muito menor o número de reitoras, diretoras de laboratórios de investigação ou professoras catedráticas. (…)”. Crónicas em Ciências com Maria José Costa, presidente da AMONET.

Vigilantes da natureza do Parque Natural do Vale do Guadiana do ICNF no JBT

O Jardim Botânico Tropical a ULisboa volta a abrir portas ao público.  A 1.ª fase do projeto de requalificação incluiu o melhoramento dos caminhos, lagos e linhas de água e alguns canteiros da zona sul do jardim.

Homenagem a Helena Iglésias Pereira

“Lena, partiste, mas estarás sempre presente no nosso coração.” Artigo da autoria de Maria Antónia Turkman, professora do DEIO Ciências ULisboa.

Helena Maria Iglésias Pereira, professora do Departamento de Estatística e Investigação Operacional (DEIO), faleceu dia 14 de janeiro. A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa lamenta profundamente o triste acontecimento, apresentando as condolências aos familiares, amigos e colegas de Helena Maria Iglésias Pereira.

Pormenor da impressão artística do processo de fusão da galáxia NGC 6240

A mais detalhada imagem do material envolvendo dois buracos negros supermassivos numa galáxia em processo de fusão foi obtida com a colaboração de um antigo aluno da Faculdade e atualmente investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, e que em 2019 colaborou também na produção da primeira imagem de um buraco negro.

A cientista Maria Elvira Callapez escreve sobre a problemática dos plásticos: “Os plásticos não são inimigos, pelo contrário, serão cada vez mais o material para todos os usos. Parece irrealista tentar viver, um dia que seja, sem plásticos ou outros sintéticos, sendo que, por exemplo, o dilema “papel ou plástico” perdurará…”.

Carlos Lopes e Margarida Amaral

Um estudo coordenado pelo BioISI abre novos horizontes para a doença crónica obstrutiva pulmonar. O trabalho realizado em parceria com o Hospital de Santa Maria mostrou como é que uma doença rara como a fibrose quística pode ajudar encontrar estratégias terapêuticas para esta doença comum. A investigação foi galardoada com o Prémio Thomé Villar/Boehringer Ingelheim 2019.

Campus Ciências ULisboa

À Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior compete a avaliação e acreditação de ciclos de estudos. Este ano letivo estão em avaliação 21 ciclos de estudos. Leia o artigo de Rebeca Atouguia, coordenadora da Área de Estudos, Planeamento e Qualidade da Faculdade.

Zygodon forsteri (Dicks. ex With.) Mitt

“Tive uma educação científica de excelência”, conta César Garcia, que concluiu os estudos em Ciências ULisboa, primeiro a licenciatura em Biologia Vegetal Aplicada, depois o doutoramento em Biologia, especialidade em Ecologia, com um trabalho sobre a Biodiversidade de Carvalhais da Rede Natura 2000.

A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa lamenta a ocorrência que, no passado sábado, vitimou mortalmente um ex-aluno da licenciatura em Tecnologias de Informação. Estamos todos em estado de choque e transmitimos aos familiares e amigos as mais profundas condolências.

Dia Internacional em Ciências 2019

As candidaturas a um período de estudos ou de investigação ao abrigo do Programa Erasmus+ na Faculdade começaram a 1 de dezembro, mas os estudantes puderam informar-se logo no Dia Internacional em Ciências dos tipos de mobilidade em curso, bem como dos requisitos necessários para a respetiva candidatura, que termina no último dia do ano.

Tabela Periódica no C8

Isabel Pinheiro podia ter escolhido uma carreira na área da investigação, mas optou pelo ensino. “Cada descoberta, cada aula, cada aula partilhada com um colega é um momento diferente”, refere a professora de Física e Química da Escola Seomara da Costa Primo, apaixonada pela educação e pela tabela periódica, que em 2019 celebra 150 anos.

"A memória da FFCUL, instituição, que soube merecer uma apreciação inequivocamente positiva dos investigadores que serviu, e de todas as instituições que financiaram as suas atividades, será mantida no seu site, onde se encontram todos os relatórios e contas desde 2009, e onde se pode seguir, com toda a transparência, a vida da FFCUL." Leia o artigo de José Manuel Rebordão, ex-presidente do Conselho Diretivo e da Comissão Liquidatária da FFCUL.

Universidade Agostinho Neto

Após o sucesso dos mestrados em Gestão e Governança Ambiental e Microbiologia Aplicada, dos quais resultaram os primeiros 25 mestres em Angola nestas áreas, iniciou-se este ano, a 2.ª edição do mestrado em Gestão e Governança Ambiental, com novos 25 alunos. José Guerreiro, professor do Departamento de Biologia Animal da Ciências ULisboa, esteve em serviço externo em Angola, tendo regressado a Portugal este sábado, dia 14 de dezembro, após fechar com sucesso o 1.º ano curricular de mais uma edição deste programa.

Imagem abstrata Ciências ULisboa

"A compreensão do tempo pode ser feita em função dos ganhos e perdas de informação. Assim, a adaptação é um ganho de informação, a degradação é um tipo de perda e implica um aumento de entropia. Os fenómenos complexos aparecem entre os estados de baixa e os de alta entropia, onde a baixa entropia dá-nos a ordem da complexidade", in no Campus com Helder Coelho.

O Tec Labs - Centro de Inovação da Faculdade participou numa missão de quatro dias, na Alemanha, organizada pelo Health Cluster Portugal (HCP). Leia a crónica publicada no blog do Centro de Inovação da Faculdade e saiba como decorreu a visita.

O Prémio Breakthrough em Física Fundamental 2020, um dos mais prestigiantes em Física, foi atribuído ao projeto Event Horizon Telescope (EHT) e a cada um dos 347 membros, incluindo o português Hugo Messias, antigo aluno da Ciências ULisboa e atualmente investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço. Hugo Messias foi ainda galardoado este ano com o prémio GQ Men of the Year, na categoria ciência.

Andreia Tracana, Giulia Sent e Carolina Sá junto ao Discovery em Ponta Delgada

Carolina Sá, professora do DBV e investigadora do polo da Faculdade do MARE, doutorada em Ciências do Mar, juntamente com Andreia Tracana, Giulia Sent respetivamente mestre e estudante do mestrado em Ciências do Mar, também elas investigadoras do MARE Ciências ULisboa, participaram no cruzeiro AMT29, que atravessou o Atlântico, desde o Reino Unido até Punta Arenas, na América do Sul, a bordo do navio Discovery.

Rui Agostinho com alunos

Rui Agostinho, professor do Departamento de Física e investigador do polo da Faculdade do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, recebe no Dia Nacional da Cultura Científica o Grande Prémio Ciência Viva Associação Mutualista Montepio 2019, pela sua ação notável na promoção da cultura científica como professor, investigador, autor e divulgador na área da Astronomia.

Sala da aula

Ana Eliete dá aulas de Matemática há cerca de 15 anos e sempre quis ser professora. Escolheu a profissão por vocação. É licenciada em Ensino da Matemática, pela Universidade de Évora, e em 2011 concluiu o mestrado em Matemática para Professores, pela Ciências ULisboa.

A fibrose quística é uma doença genética hereditária rara que afeta cerca de 400 pessoas em Portugal

Margarida Amaral, professora do Departamento de Química e Bioquímica da Ciências ULisboa e coordenadora do Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas, foi distinguida com o Jack Riordan & Paul Quinton CF Science Award 2019, que visa homenagear os cientistas cuja missão é encontrar a cura para a fibrose quística.

Representantes da Delta Soluções, Nevaro, Vawlt e equipa do Tec Labs no Web Summit 2019

O Tec Labs voltou a marcar presença no Web Summit, com a Delta Soluções, a Nevaro, a Vawlt Technologies e a UpHill, segundo o blog do Centro de Inovação da Faculdade. Entretanto, já é possível efetuar o pré-registo na edição 2020 do mediático certame dedicado à inovação tecnológica.

Maria Elvira Callapez e Vânia Carvalho, do Museu de Leiria, recebem o prémio das mãos de Thomas Misa, presidente da SHOT e Arwen Mohun, presidente eleita da SHOT

A exposição “Plasticidade – uma História dos Plásticos em Portugal” - em exibição no Museu de Leiria - ganhou o Dibner Award for Excellence in Museum Exhibits. A exposição premiada é uma das metas do projeto “O Triunfo da Baquelite – Contributos para uma História dos Plásticos em Portugal”, coordenado por Maria Elvira Callapez, investigadora do polo da Ciências ULisboa do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia.

Páginas