INEM - Formação em Suporte Básico de Vida

“Façam a diferença entre a vida e a morte, na vida de alguém”

campus anfiteatro
A sessão de formação teve uma componente teórica de 45 minutos onde foram esclarecidas dúvidas e transmitidas informações de grande importância sobre como salvar a vida de alguém
Fonte INEM

Sob a organização da Assessoria para a Segurança do Trabalho de Ciências em conjunto com o Instituto Nacional de Emergência Médica de Portugal – INEM -, a Faculdade realizou duas sessões de formação em Suporte Básico de Vida, no último mês de março. No total, nas duas sessões, houve 247 participantes, entre eles, alunos, professores, investigadores, funcionários não docentes e bolseiros.

A iniciativa deve-se, como explicou Júlia Alves, da Assessoria para a Segurança do Trabalho, “ao investimento que tem sido feito na implementação de medidas de primeiros socorros e no desenvolvimento dos elos da cadeia de sobrevivência: rapidez do socorro, ligando para a extensão 25205 para acionar a equipa de primeiros socorros, contacto com o 112, formação em suporte básico de vida e implementação do programa de desfibrilhação automática externa".

campus exercíco
“Era algo que queria fazer há muito tempo mas considero os cursos caros. Achei uma iniciativa muito boa, gratuita e que nos vai ensinar muitas coisas. Sinto-me mais segura agora para ajudar alguém que precise", partilhou Joana Rodrigues, aluna do mestrado em Biologia Humana e Ambiente
Fonte INEM

A sessão de formação teve uma componente teórica de 45 minutos onde foram esclarecidas dúvidas e transmitidas informações de grande importância sobre como salvar a vida de alguém, de acordo com a cadeia de sobrevivência, e foi completada com uma sessão de aplicação prática dos ensinamentos.

“Nestas formações, ensina-se, entre outros aspetos, a detetar situações de paragem cardiorrespiratória precocemente, a saber ligar o 112 rapidamente sabendo dizer o que é importante, e iniciar manobras básicas, como compressões torácicas, para manter alguma circulação e oxigenação dos órgãos vitais até à chegada de ajuda”, explicou o formador do INEM, Rui Rebelo.

Rúben Pedras, aluno do 3.º ano do curso de Biologia, deu conta de algumas informações que reteve na sessão teórica: “no auditório tivemos um briefing do que devemos fazer e do que não devemos fazer nestas situações de emergência. Aprendi imensas coisas. Tinha noção de que o número 112 era o número de emergência mas não fazia ideia que era um número europeu e não nacional, também não sabia que quem atendia estas chamadas era a Polícia e não o INEM. Acho que todos estes pormenores nos ajudam a perceber como é que, de facto, as coisas se processam e nos ajudam a evitar a crítica – ‘podiam ter vindo mais rápido’. Há toda uma hierarquia que tem de ser seguida e é importante que a percebamos”.
 

camçus exeercício
Legenda: Os ensinamentos transmitidos na formação podem ser conhecidos através do vídeo disponibilizado pelo INEM
Fonte INEM

No átrio do C3, alunos, professores, funcionários e investigadores, tiveram a oportunidade de assistir a uma demonstração de manobras de suporte básico de vida e posição lateral de segurança e de pôr em prática os ensinamentos.

Lisete Sousa, professora do Departamento de Estatística e Investigação Operacional, foi uma das participantes. “Todas as pessoas deviam ter esta formação, desde crianças”, contou. Quanto à aprendizagem adquirida, partilhou: “já presenciei situações em que percebi que se tivesse este conhecimento, talvez pudesse ter ajudado essas pessoas de uma outra forma. Depois desta formação, sinto-me mais capaz de poder intervir”.
 

Joana Rodrigues, aluna do mestrado em Biologia Humana e Ambiente, mostrou-se entusiasmada com esta oportunidade: “era algo que queria fazer há muito tempo mas considero os cursos caros. Achei uma iniciativa muito boa, gratuita e que nos vai ensinar muitas coisas. Sinto-me mais segura agora para ajudar alguém que precise”.

Para Inês Ramires, aluna do 2.º ano do curso de Biologia, a formação foi bastante importante já que já esteve em situação semelhante: “acho que na altura não ajudei muito, por isso decidi vir. Quanto mais souber, mais posso ajudar. Depois desta formação, acho que numa situação destas, não ficarei tão em pânico como fiquei [anteriormente]”.

Entre as várias mensagens a reter, Rui Rebelo assina a que “faz toda a diferença”: “salvar uma vida é a maior satisfação que existe para alguém. Como costumo dizer às pessoas, nas formações, que espero que nunca ponham em prática estes gestos mas, se for necessário, que façam a diferença entre a vida e a morte, na vida de alguém”.

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura
info.ciencias@fc.ul.pt

Ester Luísa Rodrigues Dias, professora jubilada do extinto Departamento de Educação da FCUL, faleceu no dia 11 de fevereiro de 2013.

As ações de formação e de sensibilização em segurança e saúde do trabalho procuram divulgar conhecimentos teóricos e práticos de maneira a prevenir acidentes de trabalho e doenças profissionais, permitindo também  intervenções eficazes e eficientes em casos de emergência.

Sala de aula com alunos sentados e tomando notas

"Os estudantes da FCUL, incluindo os estudantes de licenciatura, dispõem do background e conhecimentos certos para participar nestes módulos", esclarece Nathalie Gontier, coordenadora do laboratório AppEEL e das respetivas Escolas de Inverno e de Verão.

Rosto de Vera Carvalho

As inscrições para o programa Erasmus terminam a 10 de fevereiro. Se tens interesse neste programa de mobilidade conhece a história de Vera Carvalho, aluna Erasmus na Dinamarca.

Pormenor de obra de arte

Para os fundadores do AppEEL, este laboratório pode ser considerado o primeiro centro no mundo a reunir investigadores que estudam a evolução sociocultural a partir das teorias que formam parte da Síntese Expandida.

 

O Departamento de Matemática recebeu ontem, dia  4 de Fevereiro, cerca de 70 alunos (9º ano) do  Agrupamento de Escolas D. Miguel de Almeida - Abrantes.

Entre os empregos mais bem pagos contam-se os que estão ligados às engenharias.

Capa

Esta coleção de Livros Brancos foi organizada pela META-NET, uma rede de excelência parcialmente financiada pela Comissão Europeia, que levou a cabo uma análise dos recursos e tecnologias da linguagem atualmente disponíveis. A análise abordou as 23 línguas oficiais europeias assim como outras línguas importantes na Europa a nível nacional e regional. 

O Prémio João Branco é uma iniciativa conjunta da Universidade de Aveiro e da família do designer Jo

Dia 4 Fevereiro 2013 – 14:00h às 19:30h (Sala 2.2.15)

Primeiro plenário do IPBES

Grupo liderado por Henrique Miguel Pereira, investigador do Centro de Biologia Ambiental da FCUL, submete à apreciação da comunidade científica o desenvolvimento de um sistema de monitorização da biodiversidade baseado num conjunto de variáveis essenciais.

Rosto de Maria Antónia Amaral Turkman

“Ao longo dos últimos dois séculos a Estatística foi indispensável em confirmar muitas das maiores descobertas científicas e inovações da humanidade, tais como a partícula bosão de Higgs e a Revolução Verde na agricultura”, declaram Daniel Paulino, presidente da Sociedade Portuguesa de Estatística e Maria Antónia Amaral Turkman, coordenadora do CEAUL.

Dois artigos -- contando com docentes e investigadores do GeoFCUL no seu elenco de autores -- assinalados no “TOP 25 Hottest Papers” de Abril-Junho de 2011 da revista Journal of South American Earth Studies (Sciencedirect / Elsevier).

Henrique Leitão foi eleito membro efetivo da Académie International d'Histoire des Sciences, pela relevância da sua carreira e produção intelectual. Para o historiador das ciências foi uma “honra enorme” receber a distinção, “a maior ambição de qualquer estudioso ou cientista”.

Proposal for a REGULATION OF THE EUROPEAN PARLIAMENT AND OF THE COUNCIL.

Laying down the rules for the participation and dissemination in 'Horizon 2020 – the Framework Programme for Research and Innovation (2014-2020).

EUA represents over 850 universities and university associations across 47 European countries. Its highly diverse membership covers the full spectrum of universities participating in European research programmes.

Vai realizar-se de 18 a 20 de Março de 2013, em honra do Professor Ross Leadbetter, o "Symposium on Recent Advances in Extreme Value Theory ".

Face de Maria Amélia Martins-Loução

O Flora-On sistematiza informação fotográfica, geográfica, morfológica e ecológica de todas as espécies de plantas vasculares autóctones ou naturalizadas listadas para a flora de Portugal. Atualmente, através deste portal acede a 164 famílias, 836 géneros e 2991 espécies.

Cortejo académico na Aula Magna

A cerimónia de abertura do ano letivo de 2012/2013 marca uma nova etapa do ensino superior público.
Exegi monumentum aere perennius - Ergui um monumento mais duradouro que o bronze.
Da nova Universidade de Lisboa vê-se o mundo...

Crianças dos 5 aos 9 anos descobrem as Ciências na FCUL

A FCUL abriu as portas do conhecimento aos alunos do Colégio Infantes de Portugal, de Palmela. Durante uma manhã, os laboratórios de Biologia e de Química e Bioquímica foram explorados por cerca de 20 crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 9 anos.

Pages