Futurália

O futuro desenha-se aqui!

Todos os anos, a Futurália atrai milhares de alunos, professores e famílias. Este ano, não foi exceção. Durante quatro dias, grande parte do mundo universitário concentrou-se num único sítio

A troca de informações foi, uma vez mais, o elemento chave desta feira de oportunidades que troca as dúvidas e as curiosidades dos estudantes, professores e encarregados de educação pelos esclarecimentos e informações dos docentes, alunos e funcionários representantes das diferentes instituições universitárias ali presentes.

A FCUL marcou a sua 16.ª presença neste evento, integrada no stand da Universidade de Lisboa, lado a lado com as restantes unidades orgânicas.

Stand da FCUL na Futurália
A média de candidatura é uma das principais perguntas dos candidatos
Fonte GCIC-FCUL

Experiências ao vivo, distribuição de brochuras e brindes e muita animação foram algumas das propostas da Faculdade nesta edição da Futurália. Este ano, com uma novidade agraciada por todos os que passaram pela banca da FCUL, o "Geodino", um simpático e divertido dinossauro geólogo.

Todos os departamentos da FCUL estiveram representados, incluindo a área das Ciências da Saúde e o Observatório Astronómico de Lisboa, a cargo da Reitoria da UL.

Eduardo Fernandes, aluno do 3.º ano do curso de Geologia, colaborou pela 2.ª vez na Futurália e não hesitou na resposta quando questionado sobre a importância do contacto direto que aqui se desenvolve com o público-alvo: “No caso da nossa área, pensa-se que não há saídas e não é verdade… Estamos a tentar melhorar a opinião sobre o curso, estimular o interesse pela Geologia, explicando a quem nos visita que há muita componente prática e que é uma licenciatura completa de quatro anos com saídas profissionais”.

A compor o cenário estiveram montados cerca de 400 expositores. No total, contabilizaram-se 54337 visitantes, dos quais 20063 alunos e 1935 professores provenientes de visitas programadas com a organização. Todos os distritos estiveram representados no evento sendo que as áreas Grande Lisboa e Setúbal tiveram maior expressão, com 46% e 21%, respetivamente. Os números não deixam dúvidas, este ano houve um acréscimo de visitantes em comparação com o ano anterior já que em 2012 a Futurália contou com cerca de 53000 visitantes.

Stand da FCUL na Futurália
O "Geodino", um simpático e divertido dinossauro geólogo, também esteve presente na Futurália
Fonte GCIC- FCUL

Pedro Pereira, André Pinto e Tiago Ferreira, fizeram parte das estatísticas de 2013. Alunos do 12.º ano da Escola Salesiana de Manique, trocaram a informação virtual pela presencial e saíram a ganhar: “Na Internet não sabemos por onde começar e aqui está tudo à mão. Há muito mais informação, é bastante mais fácil do que estar no computador à procura de qualquer coisa que nunca temos a certeza se está ou não correta. No stand da FCUL descobrimos áreas que não sabíamos sequer que existiam e que agora vamos querer pesquisar, já valeu a pena ter vindo. Vamos ter mais informação e hipóteses para ponderar!”.

Empenhados em traçar um rumo frutuoso para os mais novos, foram vários os pais, professores e psicólogos que ficaram esclarecidos depois de conversar com os profissionais da FCUL.

Ermelinda Martins, mãe de Mariana a frequentar o 10.º ano, passou um sábado diferente, por certo proveitoso no que toca à recolha de informações determinantes para o futuro da educanda: “Até agora já conseguimos obter esclarecimentos para a Mariana e também para uma sobrinha que está no 12.º ano através da via profissional. De facto, há imensas opções e é, sem dúvida, uma boa montra já que se conseguem ver coisas que não estávamos à espera ou que não nos apercebíamos e que realmente existem. Saímos daqui pelo menos com um leque de alternativas diferente, saber como chegar até elas e verificar se essa possibilidade é realmente válida ou não”.

A provar que não há idade definida para delinear caminhos, a FCUL recebeu a visita de Mariana Passarinho de 13 anos, a frequentar o 8.º ano no Colégio Lara Vicunha em Vendas Novas: “Vim porque ainda não sei bem o que quero ser, ainda não tenho nenhuma profissão escolhida em específico. Como sou muito indecisa, optei por vir já este ano! Gosto muito de Ciências, aliás, já sei que no 10.º ano vou para esta vertente, mesmo gostando muito de letras”.
 



Empenhados em traçar um rumo frutuoso para os mais novos, foram vários os pais, professores e psicólogos que ficaram esclarecidos depois de conversar com os profissionais da FCUL
Fonte GCIC- FCUL

“A primeira pergunta é sempre qual é a média de candidatura, depois quais são as diferenças entre a Física e a Engenharia Física, no nosso caso em concreto. A grande oportunidade é contactar com todas as possibilidades de candidatura que existem. Damos todas as informações sobre saídas profissionais e as mais-valias dos cursos. Na Física temos folhetos informativos e temos sempre experiências dedicadas às áreas de investigação”, explicou a professora do Departamento de Física, a colaborar na Futurália há cinco anos, Guiomar Evans.

A oferta informativa destinou-se não só ao público do ensino básico e secundário como também às gerações avançadas que puderam também assistir a workshops, conferências, palestras e seminários com o objetivo de maximizar as competências e estimular o empreendedorismo. Neste campo, o TecLabs - Centro de Inovação da FCUL, teve também um papel preponderante através da promoção de um fórum TecLabs que visou inspirar futuros empreendedores.

A informação foi além do plano nacional, existindo entidades estrangeiras a promover o ensino e as oportunidades além-fronteiras, como foi o caso da agência de emprego alemã presente no evento para receber candidaturas para o programa “Job of my life”, que prevê a atribuição de bolsas até 800€, por mês, para os candidatos dos 18 aos 35 anos que queiram estudar na Alemanha.

Em tempos conturbados, pensar hoje no amanhã fez todo o sentido para milhares de alunos e responsáveis educativos nesta que foi a 6.ª edição da maior feira de educação e formação que se realiza em Portugal.

+ Futurália 2013

“Vim procurar cursos, informar-me sobre as médias, ver quais as faculdades que oferecem as melhores oportunidades. A banca da FCUL está organizada, consegui ver logo os cursos que existem. Pretendo seguir Engenharia e Energia do Ambiente ou Química e Bioquímica. Até agora, está tudo em aberto quanto ao futuro!” Maria Silva, aluna da Escola Secundária do Restelo

“Viemos para ter uma ideia geral dos cursos e conseguirmos assim eliminar algumas hipóteses. Como ainda estamos indecisas, viemos conhecer as Faculdades e as opções. Na FCUL ficámos a saber que vai existir o Dia Aberto para visitar a Faculdade o que nos vai dar imenso jeito para ficarmos a conhecer tanto a instituição como o ambiente que ali se vive.” Inês Lopes e Margarida Cortez, alunas da Escola Salesianos do Estoril

“A Futurália é um ótimo local para obter informações de várias entidades. Para os alunos é uma mais-valia na tomada de decisão. É também um importante local de recolha de informação para psicólogos para que possam trabalhar na orientação dos alunos e respetiva sensibilização dos pais.” Miguel Silva, psicólogo

“Estamos a mostrar o que é o nosso curso, já que não é muito conhecido pelos alunos e eles chegam até nós apenas com uma ideia, às vezes de que é o curso em que os alunos que não entram para Medicina vão. Portanto, através dos nossos panfletos e da nossa presença estamos a tentar esclarecer todas as dúvidas das pessoas.” João Jesus, aluno do 2.º ano do curso de Ciências da Saúde da UL

“Normalmente querem saber a média de entrada, saídas profissionais, temas abordados ao longo da licenciatura e se nós, alunos que estamos a fazer o curso, estamos a gostar. Este ano na Futurália temos uma corrida de carros da lego, temos também uma espécie de helicóptero com quatro hélices controlado por hi-fi e um sistema de jogos controlado por gestos. O objetivo é atrair as pessoas e está mesmo a acontecer porque as atividades que aqui temos não se costumam ver noutros sítios.” Carlos Mão de Ferro, aluno do 2.º ano do mestrado de Informática

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Impressão artística da missão Euclides no espaço.

A 25 de maio (sábado), às 21h00, vamos ver e compreender as novas imagens de entre as maiores alguma vez feitas do Universo, no Grande Auditório de CIÊNCIAS (Edifício C3). A entrada é livre.

Redes Doutorais Marie Curie Projeto PROMOTE

CIÊNCIAS vai participar numa das propostas vencedoras do concurso 2023 das Redes Doutorais de Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA DN).

Foto de entrega de prémio aos vencedores

No âmbito do projeto Invasives e como atividade inserida na

Dia Nacional dos Cientistas - 16 de maio

O Dia Nacional dos Cientistas foi instituído em 2016 por Resolução da Assembleia da República com o objetivo de reconhecer e celebrar a contribuição vital dos cientistas para o progresso da sociedade.

CIÊNCIAS e OKEANOS em parceria para monitorizar biodiversidade e alterações dos ecossistemas marinhos

O projeto foca-se em seis espécies que nidificam no Atlântico Norte, cuja ecologia e até a taxonomia são muito pouco conhecidas, por serem muito difíceis de estudar: estas aves são exclusivamente noturnas em terra, não pesam mais que 50 gramas e nidificam em pequenas cavidades em rochas ou solo.

Reitoria da ULisboa

O CWUR 2024 avaliou de entre 20.966 instituições de ensino superior e atribuiu à ULisboa o 211.º lugar (top 1.1%) e a 80.ª posição no panorama europeu.

Fotografia de participantes na Training School

Realizou-se em Portugal, mais precisamente em CIÊNCIAS, no CE3C, de a 6 a 9 de maio a training school

Participantes no Dia Aberto

O campus ganhou vida, cor e energia proveniente do entusiasmo dos cerca de 2000 alunos de 170 escolas de norte a sul do País.

CIÊNCIAS esteve presente nesta edição, com a participação dos docentes do Departamento de Física: Alexandre Cabral, no painel de abertura “À conversa sobre carreiras espaciais” e

Semana Internacional da Compostagem

Uma das transformações necessárias às entidades que querem progredir pelo caminho da sustentabilidade é fecharem os seus ciclos de materiais, nomeadamente o orgânico.

A VicenTuna - Tuna da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa - completou 30 anos em janeiro de 2024. Para comemorar, realizou no dia 30 de abril de 2024, a Festa da Primavera, um espetáculo de música e divertimento dedicado à comunidade de CIÊNCIAS e ao público em geral.

Celebrações dos 50 anos do 25 de abril de 1974 da Academia das Ciências de Lisboa

A 9 de maio realiza-se a segunda de duas jornadas de debate académico e científico organizadas pela Academia das Ciências de Lisboa, que tem por objetivo ‘analisar e discutir a evolução do panorama científico português de forma prospetiv

Lançamento do projeto Barrocal-Cave marca um novo capítulo na Conservação da Biodiversidade em Portugal

O prestigiado Palácio Gama Lobo foi o cenário escolhido para o lançamento do projeto Barrocal-Cave, financiado pelo Prémio Fundação Belmiro de Azevedo 2023.

No passado dia 10 de abril, tivemos a honra de receber um grupo de estudantes e dois professores da Universidade de Leiden, na Holanda. Com um total de 40 estudantes, todos da área das bio farmacêuticas, a visita prometia ser entusiástica.

Miguel Pinto

No dia 29 de abril, Miguel Pinto visitou a Escola Básica Professora Aida Vieira, no Bairro Padre Cruz em Lisboa, para realizar oficinas de divulgação científica e atividades didáticas.

Fotografia de alguns dos oradores

O que é a sustentabilidade? Como podemos agir a nível local, procurando um impacto global? Estas e muitas outras questões marcaram a segunda edição da Semana da Sustentabilidade CIÊNCIAS, entre 15 e 19 de abril de 2024.

Grande Auditório durante a celebração do 113.º aniversário de CIÊNCIAS

Mais de 500 pessoas assistiram no Grande Auditório à celebração do 113.º aniversário de CIÊNCIAS, na passada terça-feira, 23 de abril, numa cerimónia marcada por distinções, homenagens e um balanço dos últimos meses, com os olhos postos no futuro. 

Buracos negros Gaia

Um grupo de cientistas descobriu um grande buraco negro, com uma massa quase 33 vezes superior à massa do Sol, escondido na constelação de Aquila, a menos de 2000 anos-luz da Terra, ao analisar a grande quantidade de dados da missão Gaia da ESA.

Alunos com mãoes no ar num sala de aula

É possível brincar com a Matemática e prova disso foram as várias atividades que se realizaram na Faculdade nos dias 13 e 14 de março de 2024. Março foi um mês dedicado a esta ciência, motor da sociedade. Leia a opinião de quem participou nestas atividades e ainda nas Jornadas de Matemática.

robot e criança

Ecossistema de grandes modelos de linguagem de IA Generativa para a língua portuguesa foi expandido com novas versões dos modelos Albertina e Gervásio.

Participantes da 1.ª edição do JAB

A 1ª edição do JAB, um evento inovador destinado a jovens empreendedores, organizado pela JUST - Júnior Iniciativa de Ciências ocorreu nos dias 22 e 23 de março passado e teve como foco a Educação de Qualidade, quarto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável.

Pessoas

Uma comitiva da Shanghai Ocean University (SHOU), cuja origem remonta à Escola de Pesca da Província de Jiangsu, fundada em 1912, visitou Ciências ULisboa no passado dia 25 de março. Wang Hongzhou, presidente do Conselho da universidade chinesa, elogiou o avanço da investigação realizada na Ciências ULisboa, destacando as boas práticas de gestão, interdisciplinaridade e foco na missão. Durante a ocasião, Luís Carriço, diretor da Ciências ULisboa, reconheceu a importância das relações bilaterais com a China.

Alunos dinarmarqueses junto à tabela periódica

Um grupo de 25 estudantes do ensino secundário do Egedal Gymnasium & HF, da Dinamarca, visitou a Ciências ULisboa no passado dia 21 de março.

Pages