IA

Coincidências Cósmicas

Vivemos num Universo que parece ter sido ajustado de forma muito precisa para permitir a nossa existência. Dá-se o nome de “coincidências cósmicas” a estes ajustes finos, das leis Físicas, que parecem ter sido escolhidos propositadamente para que a Vida pudesse surgir e desenvolver-se.

Qual o significado disto? Poderá ser uma prova da existência de um “Deus”? Ou estas coincidências podem ser explicadas sem recurso a uma entidade externa? Nesta palestra vamos responder a estas e outras questões.

Alexandre Cabral, professor e investigador de Ciências ULisboa, deu uma apresentação nas Noites no Observatório sobre o ESPRESSO, instrumento instalado no VLT, do Observatório Europeu do Sul, e que tem forte participação tecnológica e científica do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço.

Uma Aventura noutro Planeta

Numa sessão gratuita, crianças dos 7 aos 12 anos vão descobrir o que os astrónomos sabem sobre viagens interplanetárias e as perguntas que elas poderão vir a responder no futuro.

Será que podemos viajar até outro planeta? Quais as maiores dificuldades que iríamos encontrar? E uma vez lá chegados, conseguiríamos sobreviver?

Entrada gratuita, mediante inscrição prévia.

Estranhas Formas de Vida

Que vida poderá existir noutros planetas? Será que a “nossa” Terra, tão acolhedora, poderá albergar organismos capazes de sobreviver nas condições de outros lugares do Sistema Solar?

À medida que vamos conhecendo mais em detalhe o ambiente nos outros planetas do Sistema Solar e mesmo em sistemas planetários de outras estrelas, coloca-se a questão de saber se poderão albergar vida. E se sim, que tipo de vida?

Mistério de Vénus

A investigação liderada por Javier Peralta, da missão japonesa Akatsuki, teve a participação de Pedro Machado, professor do Departamento de Física de Ciências ULisboa e investigador do Instituto de Astrofísica e Ciência do Espaço.

Comemorações do Dia das Mulheres e Raparigas na Astronomia

O IA - Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço associa-se às comemorações do Dia das Mulheres e Raparigas na Astronomia com sessões com investigadoras, no Porto e em Lisboa, e também online para toda a comunidade de língua portuguesa.

Durante 3 dias, serão desenvolvidas diversas atividades que contarão com a presença de investigadoras do IA, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

Planetas ao som das estrelas

Quando olha para o céu noturno, sabia que muitas das estrelas no firmamento fazem parte de uma autêntica sinfonia estelar, como que de instrumentos musicais se tratassem?

E que muitas delas albergam planetas semelhantes à Terra? O astrofísico Tiago Campante irá descrever como os astrónomos “ouvem” o som das estrelas, usando depois essa informação para caracterizarem com elevado detalhe os planetas em seu redor.

Páginas