Astronomia

À procura de uma outra Terra

Com Pedro Figueira, do Observatório Europeu do Sul (ESO) e do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço.

Em 1995 foi detetado o primeiro planeta em torno de uma estrela semelhante ao Sol, descoberta que partilhou o Prémio Nobel da Física de 2019. Entre estas duas datas, a pesquisa de exoplanetas tornou-se um campo de investigação científica extremamente ativo, com milhares de planetas descobertos e centenas de investigadores em trabalho permanente.

20 anos de Portugal no ESO

Participe numa sessão online para celebrar vinte anos de expansão da Astronomia portuguesa com o ESO.

Foram inúmeros os benefícios para comunidade científica e para a sociedade portuguesa que resultaram da adesão de Portugal ao Observatório Europeu do Sul (ESO), a maior organização intergovernamental em Astronomia na Europa e o observatório mais produtivo do mundo, no Chile.

Portugal participa no desenvolvimento de instrumento para o maior telescópio do mundo

Um grupo de cientistas da Ciências ULisboa e da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, membros do CENTRA - Centro de Astrofísica e Gravitação participa no desenvolvimento do METIS (Mid-infrared ELT Imager and Spectrograph), um poderoso instrumento que vai equipar o maior telescópio do mundo - o Extremely Large Telescope.

Revele o Universo... com as suas perguntas

Desta vez, o Espaço é todo seu.

Descubra mais sobre o Universo, colocando as suas próprias perguntas a um painel de cinco investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

Do Sistema Solar até aos confins do Universo, o Espaço é todo seu nesta sessão. Contamos consigo, com a sua curiosidade, e com tudo o que sempre quis saber e que agora pode perguntar a cinco especialistas em temas tão diversos como os sistemas planetários, as estrelas, as galáxias, os buracos negros, ou os telescópios espaciais.

Futuros Cientistas a Comunicar Ciência

Apresentações de João Retrê (IAstro) e Pedro Russo (Universidade de Leiden, Holanda).

Em discussão estarão temas como a importância da comunicação de ciência no contexto da investigação e do estímulo do desenvolvimento de capacidades de comunicação nos jovens e/ou futuros investigadores. Na sessão estará também em análise a nem sempre fácil relação entre investigadores e público, explorando-se alguns maiores desafios atuais da comunicação de ciência.

Einstein tinha razão…

Observações levadas a cabo pelo Very Large Telescope (VLT) do European Southern Observatory (ESO), situado no deserto chileno do Atacama, revelam pela primeira vez que a S2, uma das estrelas em órbita do buraco negro supermassivo, situado no centro da Via Láctea, se desloca tal como previsto pela Teoria da Relatividade Geral de Einstein.

O lado brilhante do Universo

Temos encontro marcado em sua casa, porque o Universo cabe dentro dela.

A pensar em si, preparámos uma série de eventos, acessíveis através da internet, sob o título O Universo Online.

O IA - Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço vai continuar a partilhar o Universo através de sessões online com diferentes formatos, como palestras e quizes. Nestas sessões todos estão convidados a colocar perguntas, responder a desafios e participar em jogos.

Ignite IAstro, percorrer o Universo em Ílhavo (Evento Cancelado)

Oito investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) vão levar o público numa viagem do Sistema Solar às estrelas e às galáxias.

Na Digressão Ignite IAstro, os investigadores do IA dão a conhecer, de forma descontraída e acessível, temas atuais da investigação em ciências do espaço. Em menos de uma hora, vão falar sobre as tempestades de Júpiter, os planetas que orbitam outras estrelas, a poeira das galáxias, ou o “lado escuro” do Universo.

Páginas