Dia Aberto em Ciências

Última Revisão —

A Faculdade volta a abrir portas aos alunos do ensino secundário no próximo dia 3 de maio

ACI Ciências

Paulina Mouralinho é professora de Ciências Naturais e Biologia e dá aulas há cerca de 25 anos. Formada em Ciências, em Ensino da Biologia, participa desde sempre no Dia Aberto em Ciências. “Acho extremamente importante… Os alunos do ensino secundário têm atividades práticas e podem contactar com alunos universitários”, diz a professora, acrescentando que o Dia Aberto “está cada vez mais diversificado em termos de atividades”.

Faltam poucos dias para o Dia Aberto. A Faculdade volta a abrir portas aos alunos do ensino secundário no próximo dia 3 de maio.

A programação inclui diversas atividades. “E se os telhados fossem verdes? O da FCUL já o é”; “HortaFCUL - Um Jardim Alimentício na Faculdade de Ciências”; “Observando ácidos nucleicos”; “Observações da atividade solar”; “O que acontece se o Ártico derreter?”; “Visita ao Campus Solar”; “Ataque a uma rede definida por software” ou “À descoberta da Estatística e da Investigação Operacional” são só alguns exemplos das ações que irão decorrer no campus de Ciências. Algumas já estão esgotadas.


Inês Mota, estudante de Geologia foi uma das monitoras do Dia Aberto o ano passado e em anos anteriores
Fonte ACI Ciências

Ana António, da Escola Secundária de Odivelas esteve no Dia Aberto em Ciências em 2015 e 2016. Ainda não sabia qual o curso que queria seguir, por isso mesmo achava que este tipo de iniciativa podia ajudá-la a decidir bem.

Bruno Bento, aluno da Escola Daniel Sampaio, de Almada, veio pela primeira vez à FCUL, numa visita de estudo. Visitou laboratórios, conduziu um carrinho solar e achou o dia interessante, com muita variedade de coisas para ver e para fazer.

"É de uma enorme importância fazer este Dia Aberto para mostrar as nossas atividades, a nossa oferta pedagógica e sobretudo o ambiente fantástico que se vive aqui em Ciências"
Conversas em Ciências com Pedro Ré

 

 

O elevador que transporta o azoto líquido foi um momento super interessante para Catarina Almeida, aluna da Escola Emídio Navarro. Para a jovem o dia foi “interessante e inovador”. Para Renato Simões, da Escola Daniel Sampaio, de Almada a parte que mais gostou foi sem dúvida a do microscópio. “Foi muito interessante”, disse o estudante com interesse pela Informática, Biologia e Geologia. Já a Laurência Mendes, da Escola de Santo António, no Barreiro, destacou como momentos preferidos a oportunidade de ver bactérias e fungos.

Inês Mota, estudante de Geologia foi uma das monitoras do Dia Aberto o ano passado e em anos anteriores. Gosta de ajudar os alunos, que têm muitas dúvidas sobre o curso, as saídas profissionais, pedindo muitas vezes para contar a sua experiência enquanto aluna. Inês Mota mostrou-se satisfeita com a adesão em massa ao evento.

O ano passado Maria João Tavares, bolseira de investigação do MARE e antiga aluna de Ciências, foi monitora do Dia Aberto em Ciências mostrando algumas das atividades daquele centro de investigação aos alunos do ensino secundário. Para Maria João Tavares “os visitantes mostraram-se interessados”.


A primeira vez que Rute Santos, estudante da Escola Secundária Sebastião e Silva, em Oeiras, visitou a faculdade foi para participar numa atividade de Astronomia
Fonte ACI Ciências

O primeiro Dia Aberto de Urmik Mohanlal foi em Ciências, o ano passado. Na época, o aluno do Colégio Sagrado Coração de Maria, em Lisboa, teve conhecimento da iniciativa através de um fórum, procurou mais informação sobre o assunto e uma semana antes da iniciativa ter lugar, inscreveu-se. “Foi uma boa experiência. Valeu a pena ter vindo”, contou o jovem que visitou a FCUL juntamente com um grupo de amigos.

“É excelente estar aqui… Estou a adorar”, disse Rute Santos, estudante da Escola Secundária Sebastião e Silva, em Oeiras. O ano passado visitou a FCUL com duas amigas. Já conhecia a faculdade, semanas antes tinha participado numa atividade de Astronomia.

"A ideia é o aluno poder explorar as várias áreas..."
Conversas em Ciências com Manuel Valença

Para Inês Santareno, do Colégio Sagrado Coração de Maria, as atividades de Bioquímica, nomeadamente sobre os ácidos nucleicos, foram a melhor parte do Dia Aberto em Ciências. O ano passado inscreveu-se na iniciativa, na sequência de uma visita à Futurália.

Ricardo Parente, da Escola Secundária José Afonso, em Loures, inscreveu-se o ano passado no Dia Aberto em Ciências, um dia antes do evento ter lugar. Um amigo avisou-o da iniciativa e como se interessa por Física, decidiu visitar a FCUL. Considera a iniciativa uma importante ajuda para os alunos.


A programação do Dia Aberto em Ciências inclui diversas atividades. “E se os telhados fossem verdes? O da FCUL já o é" é uma delas
Fonte ACI Ciências

"Muitos dos alunos vão para um curso sem saber o que os espera e muitos não pensam no lado profissional, desta forma têm um primeiro contacto com algumas empresas”, referiu Ivo Miranda, da Delta Soluções, uma empresa de tecnologia sediada no Tec Labs, que recebeu alguns alunos no âmbito da edição do ano passado do Dia Aberto. Para Ivo Miranda o balanço foi positivo: apesar de envergonhados, pareceram interessados. Bruno Santos Amaro, coordenador de projetos do Tec Labs, tentou incutir durante as portas abertas que "o empreendedorismo nesta fase não é criar uma empresa, mas é uma forma diferente de olhar para as coisas e como é que podem usar isso durante o curso”.

Ana Subtil Simões, Área de Comunicação e Imagem de Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Investigadores do Instituto Dom Luiz, de CIÊNCIAS, instalaram um sismómetro na Escola Básica Professor Delfim Santos, que se encontra a menos de um quilómetro do Estádio da Luz, em Lisboa, onde vão ter lugar os concertos.

Banner Bênção de Finalistas & Queima das Fitas 2024

Este fim de semana a Alameda da Universidade de Lisboa vai voltar a encher-se de finalistas de CIÊNCIAS e de tantas outras faculdades e universidades. A cerimónia de Bênção de Finalistas decorre amanhã dia 25 de maio, a partir das 11h30.

 

3MT ULisboa 2024

Quatro dos doze finalistas da competição ‘Três Minutos de Tese – Universidade de Lisboa’ são de CIÊNCIAS.

Pinguins-de-adélia

Num artigo agora publicado na Science, investigadores de instituições de renome a nível mundial propõem uma estratégia para envolver todas as partes interessadas na governança do Oceano Antártico através de um processo de ordenamento do espaço marinho (OEM) inteligente do ponto de vista climático.

Impressão artística da missão Euclides no espaço.

A 25 de maio (sábado), às 21h00, vamos ver e compreender as novas imagens de entre as maiores alguma vez feitas do Universo, no Grande Auditório de CIÊNCIAS (Edifício C3). A entrada é livre.

Redes Doutorais Marie Curie Projeto PROMOTE

CIÊNCIAS vai participar numa das propostas vencedoras do concurso 2023 das Redes Doutorais de Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA DN).

Foto de entrega de prémio aos vencedores

No âmbito do projeto Invasives e como atividade inserida na

Dia Nacional dos Cientistas - 16 de maio

O Dia Nacional dos Cientistas foi instituído em 2016 por Resolução da Assembleia da República com o objetivo de reconhecer e celebrar a contribuição vital dos cientistas para o progresso da sociedade.

CIÊNCIAS e OKEANOS em parceria para monitorizar biodiversidade e alterações dos ecossistemas marinhos

Projeto internacional SEAGHOSTS visa a monitorização e conservação das populações de painhos, as aves marinhas mais pequenas do planeta.

Reitoria da ULisboa

O CWUR 2024 avaliou de entre 20.966 instituições de ensino superior e atribuiu à ULisboa o 211.º lugar (top 1.1%) e a 80.ª posição no panorama europeu.

Fotografia de participantes na Training School

CLEANFOREST na vanguarda da compreensão dos efeitos dos extremos climáticos e poluição nas florestas Europeias

Participantes no Dia Aberto

O campus ganhou vida, cor e energia proveniente do entusiasmo dos cerca de 2000 alunos de 170 escolas de norte a sul do País.

CIÊNCIAS esteve presente nesta edição, com a participação dos docentes do Departamento de Física: Alexandre Cabral, no painel de abertura “À conversa sobre carreiras espaciais” e

Semana Internacional da Compostagem

Uma das transformações necessárias às entidades que querem progredir pelo caminho da sustentabilidade é fecharem os seus ciclos de materiais, nomeadamente o orgânico.

A VicenTuna - Tuna da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa - completou 30 anos em janeiro de 2024. Para comemorar, realizou no dia 30 de abril de 2024, a Festa da Primavera, um espetáculo de música e divertimento dedicado à comunidade de CIÊNCIAS e ao público em geral.

Celebrações dos 50 anos do 25 de abril de 1974 da Academia das Ciências de Lisboa

A 9 de maio realiza-se a segunda de duas jornadas de debate académico e científico organizadas pela Academia das Ciências de Lisboa, que tem por objetivo ‘analisar e discutir a evolução do panorama científico português de forma prospetiv

Lançamento do projeto Barrocal-Cave marca um novo capítulo na Conservação da Biodiversidade em Portugal

O prestigiado Palácio Gama Lobo foi o cenário escolhido para o lançamento do projeto Barrocal-Cave, financiado pelo Prémio Fundação Belmiro de Azevedo 2023.

No passado dia 10 de abril, tivemos a honra de receber um grupo de estudantes e dois professores da Universidade de Leiden, na Holanda. Com um total de 40 estudantes, todos da área das bio farmacêuticas, a visita prometia ser entusiástica.

Miguel Pinto

No dia 29 de abril, Miguel Pinto visitou a Escola Básica Professora Aida Vieira, no Bairro Padre Cruz em Lisboa, para realizar oficinas de divulgação científica e atividades didáticas.

Fotografia de alguns dos oradores

O que é a sustentabilidade? Como podemos agir a nível local, procurando um impacto global? Estas e muitas outras questões marcaram a segunda edição da Semana da Sustentabilidade CIÊNCIAS, entre 15 e 19 de abril de 2024.

Grande Auditório durante a celebração do 113.º aniversário de CIÊNCIAS

Mais de 500 pessoas assistiram no Grande Auditório à celebração do 113.º aniversário de CIÊNCIAS, na passada terça-feira, 23 de abril, numa cerimónia marcada por distinções, homenagens e um balanço dos últimos meses, com os olhos postos no futuro. 

Buracos negros Gaia

Um grupo de cientistas descobriu um grande buraco negro, com uma massa quase 33 vezes superior à massa do Sol, escondido na constelação de Aquila, a menos de 2000 anos-luz da Terra, ao analisar a grande quantidade de dados da missão Gaia da ESA.

Alunos com mãoes no ar num sala de aula

É possível brincar com a Matemática e prova disso foram as várias atividades que se realizaram na Faculdade nos dias 13 e 14 de março de 2024. Março foi um mês dedicado a esta ciência, motor da sociedade. Leia a opinião de quem participou nestas atividades e ainda nas Jornadas de Matemática.

Páginas