Expedição South Atlantic Transect II

Olhar para trás o futuro

Investigadora do IDL Ciências ULisboa a bordo do JOIDES Resolution

Alina Shchepetkina com outra investigadora

O trabalho de Alina Shchepetkina incide em sondagens recolhidas de milhares de metros de profundidade no fundo do oceano

IODP 393
Investigadora com outro colega
A expedição South Atlantic Transect II (IODP 393) zarpou a 11 de junho de 2022 da Cidade do Cabo, na África do Sul, e tem uma duração de 61 dias
Fonte IODP 393

Alina Shchepetkina, investigadora do Instituto Dom Luiz da Ciências ULisboa, em vez de usufruir da beleza natural das praias portuguesas prefere passar o verão a estudar a história do planeta a bordo do famoso navio de investigação paleooceanográfica JOIDES Resolution, uma atividade inserida num projeto internacional, com a duração de dois meses, e que visa a obtenção de sondagens oceânicas no Atlântico Sul.

Alina Shchepetkina é sedimentóloga e iconóloga, isto é, estuda as características dos sedimentos e processos associados à sedimentação e das marcas fósseis da atividade dos organismos deixadas no registo sedimentar, respetivamente.

A expedição South Atlantic Transect II (IODP 393) zarpou a 11 de junho de 2022 da Cidade do Cabo, na África do Sul, e tem uma duração de 61 dias. A equipa a bordo tem cientistas de várias partes do globo na expectativa de obter respostas para algumas questões apaixonantes e relacionadas com alterações nos ambientes da Terra durante os últimos 61 milhões de anos.

O trabalho de Alina Shchepetkina incide em sondagens recolhidas de milhares de metros de profundidade no fundo do oceano, no âmbito do International Ocean Discovery Program (IODP) -, uma iniciativa que inclui a maior parte da investigação realizada em domínio oceânico profundo (equivalente à NASA para os estudos do espaço), financiado pela National Science Foundation (NSF) dos EUA em colaboração com mais outras 22 nações, incluindo Portugal.

Esta expedição é fundamental para o entendimento do sistema terrestre como um todo, incluindo as interações entre a litosfera, a hidrosfera, a criosfera, a atmosfera e a biosfera. Nesta expedição, a equipa científica pretende estudar amostras de sondagens profundas de seis locais localizados no bordo ocidental do rifte médio atlântico, a profundidades da coluna de água que variam entre os três e os cinco quilómetros e em sedimentos com idades de até 61 milhões de anos. Estes dados deverão permitir colmatar o conhecimento deste sector da crusta oceânica em termos de idade e velocidade de alastramento do fundo oceânico, assim como dos processos geoquímicos e hidrotermais que nele ocorrem.

A missão de Alina Shchepetkina consiste em estudar a cobertura sedimentar deste sector da crusta oceânica, nomeadamente, estudar como é que as faunas marinhas bentónicas que vivem no fundo têm respondido às alterações paleoceanográficas, através do tipo e natureza das marcas da sua atividade biológica [trilhos, galerias, cavidades (denominados como icnofósseis)].

trabalhadores a bordo do navio
A equipa científica pretende estudar amostras de sondagens profundas de seis locais localizados no bordo ocidental do rifte médio atlântico, a profundidades da coluna de água que variam entre os três e os cinco quilómetros e em sedimentos com idades de até 61 milhões de anos
Fonte IODP 393

No caso de muitos destes animais o seu registo fóssil está representado apenas por este tipo de marcas preservadas no registo sedimentar. Informações detalhadas sobre a sua morfologia, dimensão, organização e distribuição permite aos iconólogos conhecer o comportamento animal nomeadamente em termos de estratégias de alimentação em resposta a vários parâmetros ambientais, tais como, oxigenação junto ao fundo, salinidade, correntes, natureza e consistência do substrato, taxa de sedimentação, teor em matéria orgânica, etc..

Outros detalhes e informações sobre as missões IODP no Facebook e Twitter.

Com esta expedição, Alina Shchepetkina espera adquirir um melhor conhecimento do modo como as comunidades endobentónicas responderam a eventos passados de alterações climáticas, semelhantes ou mais severos do que os atuais. Parafraseando um filme famoso -  looking back into our future! -, a sua investigação permitirá olhar para trás o futuro.

IDL com GJ Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Membros do Ciências em Harmonia (C-H), o projeto pioneiro de CIÊNCIAS para promoção do bem-estar entre alunos

O Ciências em Harmonia (C-H), projeto pioneiro de CIÊNCIAS, teve direito a destaque na edição de 23 de julho do jornal Público.

Ser Cientista 2024

Entre 22 e 26 de julho67 alunos do ensino secundário têm a oportunidade experienciar, durante uma semana, o que é ser cientista e como é o ambiente de investigação.

Licenciaturas CNA 2024

Vem definir o teu futuro e descobre o que temos preparado para ti. Candidata-te a CIÊNCIAS ULisboa!

Banner Prémio de Doutoramento em Ecologia - Fundação Amadeu Dias

Já são conhecidos os vencedores da edição 2024 do Prémio de Doutoramento em Ecologia - Fundação Amadeu Dias, organizado pela Sociedade Portuguesa de Ecologia (SPECO).

Jorge Buescu, professor do Departamento de Matemática (DM) de CIÊNCIAS, reeleito Vice-Presidente da European Mathematical Society (EMS)

Jorge Buescu, professor do Departamento de Matemática (DM) de CIÊNCIAS, foi reeleito Vice-Presidente da European Mathematical Society (EMS).

Verão na ULisboa em CIÊNCIAS

Foi com um sorriso na cara e com vontade de um dia regressarem, que os estudantes do programa Verão na ULisboa deixaram o campus de CIÊNCIAS, após as cerimónias de entrega de diplomas que decorreram nos dias 5 e 12 de julho.

Assinatura do Protocolo com a REDCORP

o passado dia 9 de julho a Direção de CIÊNCIAS assinou um protocolo de cooperação com a REDCORP, empresa de empreendimentos mineiros responsável pelo Projeto Lagoa Salgada.

CIÊNCIAS assinA um protocolo de colaboração com a Raiz Vertical Farms nas instalações de CIÊNCIAS, tendo sido assinado pelo Diretor da faculdade, Luís Carriço, e pela co-fundadora da startup Rede Vertical Farms, Inês Barros.

CIÊNCIAS assinou um protocolo de colaboração com a Raiz Vertical Farms, com o objetivo de instalar uma horta vertical no campus da faculdade.

Equipa do CSD Lab do BioISI

Uma equipa de investigadores do Laboratório de Estrutura e Dinâmica Celular (CSD Lab) do Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (BioIS

Diogo Rodrigues Fernandes

Diogo Rodrigues Fernandes, doutorando de CIÊNCIAS e investigador no Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (

Banner O Planeta Vivo

“Temos este mundo, ou nada. E temos um grande problema se não entendermos o planeta que queremos salvar.” Esta citação de Carl Sagan é o mote do documentário ‘O Planeta Vivo’, que estreou no passado dia 3 de julho na RTP.

Vista Aérea do Observatório do Paranal

O Observatório do Paranal, no deserto do Atacama no Chile, que faz parte do Observatório Europeu do Sul (ESO), vai receber em 2025 um telescópio made in Portugal para observar o Sol.

Nuno Gonçalves e Inês Leite posam com os prémios junto aos restantes investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA)

Nuno Gonçalves e Inês Leite, estudantes de CIÊNCIAS, foram premiados na SPIE Astronomical Telescopes + Instrumentation, a maior conferência internacional sobre instrumentação para a Astronomia.

Ranking de Leiden: Há três áreas de investigação de CIÊNCIAS em que a ULisboa é líder nacional

A Universidade de Lisboa (ULisboa) está em primeiro lugar a nível nacional em três áreas de produção científica de CIÊNCIAS no reputado CWTS Leiden Ranking: Ciências da Vida e da Terra, Matemáti

Banner Curso PRODIGI

A partir de 2025 a Universidade de Lisboa em parceria com o Instituto Politécnico de Lisboa, vai disponibilizar uma nova formação online em competências digitais.

 

Inês Fragata, Margarida Matos, Sara Magalhães e Cristina Máguas.

CIÊNCIAS inaugura hoje oficialmente a infraestrutura laboratorial de investigação - Unidade de Evolução Experimental.

Imagem alusiva ao Deep Tech Talent Initiative (DTTI), um programa do European Institute of Innovation and Technology (EIT)

O Mestrado em Bioestatística de CIÊNCIAS foi acreditado pela Deep Tech Talent Initiative (DTTI), um programa do European Institute of Innovation and Technology (EIT).

Dois professores de CIÊNCIAS eleitos sócios da Academia das Ciências de Lisboa

Pedro Miguel Duarte e Luís Eduardo Neves Gouveia, professores de CIÊNCIAS, foram eleitos sócios da Academia das Ciências de Lisboa.

O Centro de Congressos da Alfândega do Porto é o palco da edição de 2024 do Encontro Ciência.

Luís Carriço (Diretor de CIÊNCIAS) e Carlos Martins (Presidente da EPAL) junto a um dos novos bebedouros.

A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa aderiu ao desafio da EPAL - Empresa Portuguesa das Águas Livres de consumir Água da Torneira nas suas áreas comuns, representando mais um compromisso com o Ambiente e com

 Rodrigo Freitas, Francisco Graça e Diogo Ávila no Pódio dos 3000 metros obstáculos no Campeonato Nacional Universitário de Pista ao Ar Livre

Rodrigo Freitas, estudante de CIÊNCIAS, sagrou-se bicampeão no Campeonato Nacional Universitário (CNU) de Atletismo Pista Ar Livre.

Desde ontem que CIÊNCIAS dispõe de um novo espaço: o Lounge C7!

Carolina Margarido, Catarina Lima e Raquel Costa seguram o prémio de primeiro lugar na segunda fase do Future Innovators Program da Unicorn Factory Lisboa

Carolina Margarido, Catarina Lima e Raquel Costa venceram a segunda fase do Future Innovators Program da Unicorn Factory Lisboa

A cientista Ana Russo, investigadora do Instituto Dom Luiz (IDL), visitou duas escolas básicas do concelho de Sintra no dia 23 de abril para rea

Páginas