Preservar o oceano, reforçar pontes entre Portugal e França

"Fórum Oceano: Atlântico, um bem comum, visões partilhadas franco-portuguesas" acontece este mês na Ciências ULisboa

mar

O encontro decorre durante os dias 26 e 27 de setembro

Eduarda Pinto

Nos dias 26 e 27 de setembro decorre na Ciências ULisboa o “Fórum Oceano: Atlântico, um bem comum, visões partilhadas franco-portuguesas”, uma iniciativa organizada pela Faculdade e pelo Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), conduzida no âmbito da Temporada Portugal-França (TPF) 2022. O objetivo do encontro, que inclui conferências e mesas redondas, é sensibilizar o público para a importância da preservação do oceano e reforçar pontes de colaboração entre os dois países.

Os eventos do Fórum Oceano visam sensibilizar o público para os grandes desafios relacionados com o conhecimento, a importância e a preservação do oceano. Estas iniciativas são realizadas no quadro da TPF 2022 com o apoio do Institut Français e do Comissariado Português da Temporada, do Comité de Mecenas da Temporada, da Euronext e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O evento constitui um prolongamento de um primeiro encontro, “Forum Océan: un enjeu pour l’expertise scientifique européenne” [Fórum Oceano: um desafio para o conhecimento científico europeu], que decorreu em Paris entre 2 e 4 de março passado, no âmbito da presidência francesa do Conselho da União Europeia.

O evento é aberto ao público, em formato presencial, mediante inscrição online gratuita e obrigatória, e contará com tradução simultânea português/francês. Terá transmissão em direto no canal YouTube da Faculdade.

A iniciativa que decorre este mês na Faculdade é organizada em estreita colaboração com o Muséum National d’Histoire Naturelle (MNHN) e o Institut de l’Océan de l’Alliance Sorbonne Université (IOASU).

Serão abordados conteúdos como a importância do oceano para a humanidade, as lacunas de conhecimento existentes, a necessidade de o estudar e preservar, e as ações que os cidadãos podem tomar neste sentido. As mesas redondas pretendem sensibilizar o público para a diversidade de questões e desafios partilhados no oceano Atlântico.

Na sessão de abertura, as boas-vindas são dadas por Luís Carriço, diretor da Faculdade. Com moderação de Isabel Domingos, professora do Departamento de Biologia Animal (DBA) e investigadora do MARE, seguem-se as intervenções de representantes de entidades públicas - Olivier Poivre D’Arvor, embaixador de França para os Polos e os Desafios Marítimos, Luís Ferreira, reitor da ULisboa, Bruno David, presidente do MNHN, Manuela Júdice, comissária portuguesa da TPF 2022 e e Hélène Farnaud-Defromont, embaixadora de França em Portugal. A encerrar a sessão intervirá o secretário de estado do Mar, José Maria Costa,

Miguel Miranda, presidente do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Pedro Raposo de Almeida, diretor do MARE, Ricardo Melo, professor do Departamento de Biologia Vegetal e coordenador do polo MARE na Ciências ULisboa, José Guerreiro, professor do DBA e investigador no MARE, e Vera Sequeira, investigadora no MARE, são os cientistas da Faculdade que marcam presença neste encontro, entre diversas personalidades representantes de entidades francesas.

A Temporada Portugal-França 2022 decorre simultaneamente nos dois países entre 12 de fevereiro e 31 de outubro de 2022. A programação inclui mais de 200 eventos científicos e culturais.

Em entrevista à TPF, Isabel Domingos, coordenadora do mestrado em Ecologia Marinha e membro da comissão organizadora do evento em Portugal, fala sobre o papel do mar na vida e no futuro de todos. Para a investigadora, é importante tratar as temáticas do oceano de forma holística, que integre todos os setores e atividades ligados ao mar. Como países de longa tradição marítima, e o facto de se ter incluída a temática “Oceano e Sustentabilidade” num dos eixos da TPF, “é revelador do compromisso que ambos os países assumem na importância que atribuem ao mar”, sendo o Fórum Oceano um espaço privilegiado para aproximar os dois países, através da partilha de conhecimento científico e experiência, diz.

Para Isabel Domingos, o evento constitui uma “excelente oportunidade para consolidar a ligação e a colaboração entre investigadores de diversas áreas das ciências do mar e instituições de ambos os países”. A cooperação é o caminho para a resolução dos problemas da atualidade, e o conhecimento científico é imprescindível para a conservação dos ecossistemas marinhos e desenvolvimento de uma economia azul sustentável, defende. A professora propõe que essa colaboração com instituições francesas possa também ser feita ao nível académico, “já que as universidades são locais de excelência onde se faz a ponte entre ensino e investigação constituindo uma importante fonte de divulgação do conhecimento científico”; e que essa colaboração seja materializada através da concretização de projetos comuns e do intercâmbio de estudantes de mestrado ou doutoramento.

Marta Tavares, Gabinete de Jornalismo Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Empresa Outmind trabalha o conceito de marketing sensorial aliado à tecnologia

“Queremos dar a conhecer um novo espaço, uma nova marca, uma nova estratégia para o Tec Labs e também, claramente, incentivar as pessoas a terem uma atitude diferente face ao empreendedorismo”, sublinhou Luís Matos Martins, presidente do Conselho de Administração do Tec Labs.

Imagem alusiva à extração de óleos essenciais

Aquele que é hoje conhecido como o ISEO teve início em setembro de 1969, quando quatro cientistas da área da farmacognosia se reuniram, informalmente, em Leiden, na Holanda, para discutir problemas comuns, relacionados com a análise de óleos essenciais. Docentes/investigadores da FCUL participam, desde 1989, nesse congresso e já o organizaram por duas vezes.

Membros de uma tuna, durante uma atuação

Diário de bordo da nave Esperança. Uma viagem por um dos acontecimentos musicais da comunidade académica com especial tradição…

Pormenor de obra de arte

Invest in our future, invest in science”. A mensagem é clara, concisa e direta. Por um mundo melhor, um grupo de personalidades do Champalimaud Neuroscience Programme lançou recentemente um blogue no qual procuram sensibilizar a comunidade para a importância da ciência nas nossas vidas.

Está aberto concurso, até ao dia 07 de dezembro de 2012, para admissão de voluntários para a prestação de serviço em regime de contrato na Categoria de Oficial Técnico Superior Naval (TSN) e Oficial Técnico Naval (TN).

A sessão de encerramento contou com uma breve troca de ideias acerca dos novos desafios e possibilidades oferecidos pelo software Open Source, em particular, pela cada vez maior procura de formação em Quantum GIS.

Actividade no NanoLab do GeoFCUL

Dinâmica das zonas costeiras: conhecer para gerir

O Microsoft Windows 8 e Microsoft Office 2013 já estão disponiveis para download no seu Perfil de Utilizador (apenas Docentes e Funcionários).

Evolução da Complexidade Celular: Filosofia, Biologia Celular e Simbiose

Palestra no GeoFCUL

 

Paisagens do Mundo. Imagens da Dinâmica da Terra

 

Devido a problemas de software num equipamento (redundante) vai ser necessário realizar uma alteração de firmware num equipamento central de rede.

Não se prevê que uma possivel quebra de serviços, a existir, seja maior do que alguns segundos.

Francisco Eduardo Lapido Loureiro

Faleceu no passado dia 4 deste mês, no Brasil, onde consolidou a sua carreira (Centro de Tecnologia Mineral - CETEM ), que iniciara em Lisboa (FCUL, Junta de Energia Nuclear), França (Universidade de Nancy) e Angola (Universidade e IICT Instituto de Investiga&ccedi

Está aberta uma bolsa de Mérito Social para a área de Suporte ao utilizador para a Unidade de Informática.

A iniciativa pretende reunir especialistas que, através dos seus testemunhos, contribuam para a compreensão da revolução tecnológica pelo qual vão passar as línguas naturais, entre elas o português.

A Unidade de Informática irá fazer a transmissão ao vivo da apresentação do livro "A Língua Portuguesa Na Era Digital" no dia 16 de novembro de 2012 entre as 9h00 e as 13h30 a partir da Fundação Calouste Gulbenki

Conferência por Jorge Carvalho (LNEG) no dia 29 de Novembro, no GeoFCUL

Encontram-se abertos concursos para recrutamento de um posto de trabalho de Professor Auxiliar na área disciplinar de Astronomia e Astrofísica, e de dois postos de trabalho de Professor Auxiliar, na área disciplinar de Engenharia da Energia.

 Projetados com o objectivo de monitorizar as condições do Estado do Tempo, os satélites meteorológicos são atualmente utilizados em muitas outras áreas do estudo da Terra; por exemplo, a partir de medições efetuadas pelo satélit

Camião de longo curso em via rápida

Existe uma enorme vontade de potenciar a economia baseada no conhecimento. O Ecossistema de Transportes ambiciona transformar Portugal num polo de referência, dinamizando projetos em inovação aberta, reconhecendo a oportunidade estratégica que se coloca.

A Unidade de Informática informa que desde hoje, dia 13 de Novembro de 2012 às 9h00, o Portal da FCUL está em IPv6.

Estão a ser enviadas, desde o passado fim de semana (3/11), mensagens de correio eletrónico para alguns utilizadores de contas fc.ul.pt com solicitação de preenchimento de formulários web ou respostas via mail com dados pessoais dos utilizadores.

Devido ao numero excessivo de mensagens falsas que nos últimos tempos têm chegado às caixas de correio dos utilizadores da FCUL, algumas delas dando a entender que são enviadas de endereços internos, fomos obrigados a tomar medidas mais restritivas em relaç

Páginas