Preservar o oceano, reforçar pontes entre Portugal e França

"Fórum Oceano: Atlântico, um bem comum, visões partilhadas franco-portuguesas" acontece este mês na Ciências ULisboa

mar

O encontro decorre durante os dias 26 e 27 de setembro

Eduarda Pinto

Nos dias 26 e 27 de setembro decorre na Ciências ULisboa o “Fórum Oceano: Atlântico, um bem comum, visões partilhadas franco-portuguesas”, uma iniciativa organizada pela Faculdade e pelo Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), conduzida no âmbito da Temporada Portugal-França (TPF) 2022. O objetivo do encontro, que inclui conferências e mesas redondas, é sensibilizar o público para a importância da preservação do oceano e reforçar pontes de colaboração entre os dois países.

Os eventos do Fórum Oceano visam sensibilizar o público para os grandes desafios relacionados com o conhecimento, a importância e a preservação do oceano. Estas iniciativas são realizadas no quadro da TPF 2022 com o apoio do Institut Français e do Comissariado Português da Temporada, do Comité de Mecenas da Temporada, da Euronext e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O evento constitui um prolongamento de um primeiro encontro, “Forum Océan: un enjeu pour l’expertise scientifique européenne” [Fórum Oceano: um desafio para o conhecimento científico europeu], que decorreu em Paris entre 2 e 4 de março passado, no âmbito da presidência francesa do Conselho da União Europeia.

O evento é aberto ao público, em formato presencial, mediante inscrição online gratuita e obrigatória, e contará com tradução simultânea português/francês. Terá transmissão em direto no canal YouTube da Faculdade.

A iniciativa que decorre este mês na Faculdade é organizada em estreita colaboração com o Muséum National d’Histoire Naturelle (MNHN) e o Institut de l’Océan de l’Alliance Sorbonne Université (IOASU).

Serão abordados conteúdos como a importância do oceano para a humanidade, as lacunas de conhecimento existentes, a necessidade de o estudar e preservar, e as ações que os cidadãos podem tomar neste sentido. As mesas redondas pretendem sensibilizar o público para a diversidade de questões e desafios partilhados no oceano Atlântico.

Na sessão de abertura, as boas-vindas são dadas por Luís Carriço, diretor da Faculdade. Com moderação de Isabel Domingos, professora do Departamento de Biologia Animal (DBA) e investigadora do MARE, seguem-se as intervenções de representantes de entidades públicas - Olivier Poivre D’Arvor, embaixador de França para os Polos e os Desafios Marítimos, Luís Ferreira, reitor da ULisboa, Bruno David, presidente do MNHN, Manuela Júdice, comissária portuguesa da TPF 2022 e e Hélène Farnaud-Defromont, embaixadora de França em Portugal. A encerrar a sessão intervirá o secretário de estado do Mar, José Maria Costa,

Miguel Miranda, presidente do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Pedro Raposo de Almeida, diretor do MARE, Ricardo Melo, professor do Departamento de Biologia Vegetal e coordenador do polo MARE na Ciências ULisboa, José Guerreiro, professor do DBA e investigador no MARE, e Vera Sequeira, investigadora no MARE, são os cientistas da Faculdade que marcam presença neste encontro, entre diversas personalidades representantes de entidades francesas.

A Temporada Portugal-França 2022 decorre simultaneamente nos dois países entre 12 de fevereiro e 31 de outubro de 2022. A programação inclui mais de 200 eventos científicos e culturais.

Em entrevista à TPF, Isabel Domingos, coordenadora do mestrado em Ecologia Marinha e membro da comissão organizadora do evento em Portugal, fala sobre o papel do mar na vida e no futuro de todos. Para a investigadora, é importante tratar as temáticas do oceano de forma holística, que integre todos os setores e atividades ligados ao mar. Como países de longa tradição marítima, e o facto de se ter incluída a temática “Oceano e Sustentabilidade” num dos eixos da TPF, “é revelador do compromisso que ambos os países assumem na importância que atribuem ao mar”, sendo o Fórum Oceano um espaço privilegiado para aproximar os dois países, através da partilha de conhecimento científico e experiência, diz.

Para Isabel Domingos, o evento constitui uma “excelente oportunidade para consolidar a ligação e a colaboração entre investigadores de diversas áreas das ciências do mar e instituições de ambos os países”. A cooperação é o caminho para a resolução dos problemas da atualidade, e o conhecimento científico é imprescindível para a conservação dos ecossistemas marinhos e desenvolvimento de uma economia azul sustentável, defende. A professora propõe que essa colaboração com instituições francesas possa também ser feita ao nível académico, “já que as universidades são locais de excelência onde se faz a ponte entre ensino e investigação constituindo uma importante fonte de divulgação do conhecimento científico”; e que essa colaboração seja materializada através da concretização de projetos comuns e do intercâmbio de estudantes de mestrado ou doutoramento.

Marta Tavares, Gabinete de Jornalismo Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

“Acho que este tipo de ações é bastante útil porque, nesta altura, precisamos de todas as informações possíveis para podermos fazer uma escolha certa”, declara Maria Buzaglo, aluna do 12.º ano, a frequentar o curso de Ciências e Tecnologias na Escola Secundária de Pedro Nunes.

Alunos no átrio do C3

O Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional organizou uma sessão de acolhimento aos cerca de 30 novos alunos de mobilidade para o 2.º semestre.

Em 2000, a UL atribuiu o título de doutor honoris causa a Laurens de Haan. Em 2013, outro gigante dos Extremos, Ross Leadbetter, honrará a UL ao aceitar a mesma distinção. Quando a universidade honra investigadores desta importância está também a honrar-se.

O Departamento de Matemática da FCUL e o CMAF organizam dois mini-cursos de Sistemas Dinâmicos de 17 a 24 de Abril 2013. Os oradores serão Rafael Ortega da Universidade de Granada e Pedro Miguel Duarte do DM da FCUL.

Gulf Labor Markets and Migration Program (GLMMP), a joint program of the European University Institute (EUI - Florence) and the Gulf Research Center (GRC - Jeddah, Geneva, Cambridge), seeks two Research Assistants (Demographer/Statistician and Lawyer).

Rosto de Vanda Brotas

Estudar a clorofila, único parâmetro biológico visível do espaço, constitui uma ferramenta essencial para se perceber se o clima está a mudar. Este artigo foi publicado no jornal "Público" no passado dia 16 de fevereiro.

Servidor da FCUL

As ações de modernização e de alargamento do Centro de Dados da FCUL ocorreram no verão de 2012. A Unidade de Informática continua a apostar na renovação das condições tecnológicas do campus.

Ilustração de animais

A Âncora Editora define-se como uma editora generalista, que tem vindo a dedicar-se, sobretudo, à publicação de autores portugueses. Até agora A. M. Galopim de Carvalho é o autor com o maior número de livros editados.

O projecto de investigação NAADIR que envolve a Faculade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa e a Faculdade de Ciências da Universidade de L

Átrio do C6

Para os SASUL ainda é prematuro avaliar o Programa Alimentação UL, cujo orçamento se estima ser na ordem dos 192.000,00 €.

Iain Mattaj, diretor-geral do EMBL

“Estou impressionado com a energia que existe na Faculdade e o número de pessoas que aqui trabalham. Acho que estão bem organizados para trabalhar em equipa!”, declara Iain Mattaj, diretor-geral do European Molecular Biology Laboratory, depois de visitar alguns dos laboratórios da FCUL.

Logotipo da inicativa Programa Alimentação UL

O Menu Estudante custa 2,40€ e inclui sopa, prato principal, sobremesa, pão e bebida. A partir de fevereiro o Espaço Estudante, localizado no edifício C6, também vai dispor de micro-ondas permitindo dessa forma o aquecimento de refeições.

Ester Luísa Rodrigues Dias, professora jubilada do extinto Departamento de Educação da FCUL, faleceu no dia 11 de fevereiro de 2013.

As ações de formação e de sensibilização em segurança e saúde do trabalho procuram divulgar conhecimentos teóricos e práticos de maneira a prevenir acidentes de trabalho e doenças profissionais, permitindo também  intervenções eficazes e eficientes em casos de emergência.

Sala de aula com alunos sentados e tomando notas

"Os estudantes da FCUL, incluindo os estudantes de licenciatura, dispõem do background e conhecimentos certos para participar nestes módulos", esclarece Nathalie Gontier, coordenadora do laboratório AppEEL e das respetivas Escolas de Inverno e de Verão.

Rosto de Vera Carvalho

As inscrições para o programa Erasmus terminam a 10 de fevereiro. Se tens interesse neste programa de mobilidade conhece a história de Vera Carvalho, aluna Erasmus na Dinamarca.

Pormenor de obra de arte

Para os fundadores do AppEEL, este laboratório pode ser considerado o primeiro centro no mundo a reunir investigadores que estudam a evolução sociocultural a partir das teorias que formam parte da Síntese Expandida.

 

O Departamento de Matemática recebeu ontem, dia  4 de Fevereiro, cerca de 70 alunos (9º ano) do  Agrupamento de Escolas D. Miguel de Almeida - Abrantes.

Entre os empregos mais bem pagos contam-se os que estão ligados às engenharias.

Capa

Esta coleção de Livros Brancos foi organizada pela META-NET, uma rede de excelência parcialmente financiada pela Comissão Europeia, que levou a cabo uma análise dos recursos e tecnologias da linguagem atualmente disponíveis. A análise abordou as 23 línguas oficiais europeias assim como outras línguas importantes na Europa a nível nacional e regional. 

O Prémio João Branco é uma iniciativa conjunta da Universidade de Aveiro e da família do designer Jo

Dia 4 Fevereiro 2013 – 14:00h às 19:30h (Sala 2.2.15)

Páginas