Tec Labs Day

Os convidados visitaram alguns dos laboratórios e escritórios das empresas e projetos aqui sedeados

Tec Labs

A entrada fazia prever o dia: balões coloridos, pipocas, uma mascote que rouba atenções e cliques fotográficos. Dia de festa no Tec Labs – Centro de Inovação de Ciências.

O motivo pelo qual se abriram as portas ao ecossistema de inovação e empreendedorismo de Lisboa prendeu-se com a necessidade de partilhar o que está para vir: novos espaços, tipologias de trabalho, empresas e desafios.


Imagem de Tec Labs

“Este dia é muito importante para nós. É o dia de contar o que andámos a fazer ao longo deste tempo [desde a última vez em que se abriram as portas aos parceiros] e falar sobre as novidades para 2017. Este ano estamos em processo de renovação: a receber novas empresas, novas pessoas e projetos muito interessantes. E vamos continuar a criar rede, estabelecer contactos, reforçar sinergias”, explica Bruno Santos Amaro, coordenador de projetos no Tec Labs.

No espaço renovado do Tec Labs, existem agora laboratórios capazes de suportar mais do que uma empresa ou projeto. A esta nova tipologia de trabalho dá-se o nome de CoLab, laboratórios partilhados. Para além disso, há escritórios disponíveis para receber novas ideias de negócio e a possibiliade de receber o apoio da incubadora de forma virtual: ou seja, ter acesso a salas de reunião, participar em eventos dinamizados pelo Tec Labs, ligação à rede de contactos do centro, acesso à rede de parceiros e mentores e plano de incubação, tudo à distância. 


Imagem de Tec Labs

Depois das novidades, com direito a confetti de festejo final, foi altura de conhecer quem faz parte da casa, nomeadamente os projetos, empresas e startups já incubadas, destaque especial para Blastingfm, SGS Molecular, 2AdaPT, Delta Soluções, Ciência Clara, Dynamic Flow, We Timing, NeuroPsyCad, MY.SKINMIX, Bugworkers, PPL Crowdfunding, Lumisense, Maxdata e Associação PAR – Respostas Sociais.

Houve ainda uma sala, a SciencieIN2Business, composta por bancas com alunos e investigadores empreendedores, o objetivo da mesma foi o de dar a conhecer os projetos empresariais que têm em mãos.

Duarte Cordeiro, vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa, deu conta do entusiasmo após o tour pelos laboratórios e escritórios. “Estou fascinado. Conheci alguns dos projetos e fiquei de ‘boca aberta’. Acho que podem ser revolucionários dentro da área em que se inserem e na própria ligação à cidade de Lisboa”, disse lançando o desafio: “candidatem-se a projetos pensados para a cidade [é preciso] pensar e crescer em conjunto dentro da comunidade (…) ver alguns dos projetos como grandes projetos nacionais”.

No dia 15 de fevereiro estiveram presentes outras figuras de destaque do empreendedorismo e inovação como Rui Coelho da Invest Lisboa; Bruno Mourão da Câmara Comércio; Paulo Sousa Marques do Shark Tank Portugal; Tim Vieira da Brave Generation; Cristina Simões coordenadora do COHiTEC Lisboa e membro do Conselho Consultivo do Tec Labs, entre outros.

Em breve será publicada a reportagem multimédia do evento. Até lá, pode visitar o novo sítio da Internet em www.teclabs.pt, tornado público nessa data.

Raquel Salgueira Póvoas, Área de Comunicação e Imagem
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas