Capes e FCT em Ciências

“Água mole em pedra dura tanto bate até que fura”

Brasil quer atrair bolseiros portugueses

“Esta reunião foi importante para desenvolver novos programas que se traduzam em novos instrumentos de financiamento que permitam apoiar equipas brasileiras e portuguesas em áreas que sejam consideradas estratégicas para os dois países”, disse Paulo Pereira, vogal da FCT. Para a Fundação é importante começar a desenhar novos programas e alargar o âmbito da cooperação que já existe. “Há intenção de otimizar as sinergias, nalguns casos trata-se de utilizar instrumentos de financiamento existentes, noutros casos trata-se de dar a conhecer as oportunidades que existem no Brasil. Há uma grande assimetria entre os portugueses que vão e os brasileiros que recebemos, que são em muito maior número. A comunidade científica precisa de conhecer o que o Brasil tem para oferecer”, conclui Paulo Pereira.

A apresentação de seis unidades de I&D e a sua articulação com os programas doutorais de Ciências foi um dos pontos da agenda da visita de Jorge Almeida Guimarães, presidente da Capes, às instalações de Ciências no passado dia 11 de julho.

A Direção da Faculdade de Ciências da ULisboa respondeu favoravelmente ao convite lançado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) no sentido de organizar o referido encontro com aquela fundação do Ministério da Educação brasileiro, criada em 1951. Algumas das áreas em foco na reunião de trabalho foram sugeridas pela FCT, outras foram propostas por Ciências, nomeadamente a divulgação de determinados programas doutorais e ações de cooperação em curso, áreas manifestamente importantes na relação entre os dois países.

Para Jorge Almeida Guimarães, o balanço da visita a Ciências é positivo já que ficou a conhecer com maior detalhe cada um dos programas doutorais da Faculdade de Ciências da ULisboa. “Eu já sabia que teríamos boas apresentações e bons temas”, comentou o dirigente no final da reunião.

Os professores e investigadores de Ciências, Amélia Rauter, Luís Sanchez, Pedro Miranda, Henrique Cabral, Margarida Amaral e Margarida Santos-Reis, apresentaram respetivamente o Centro de Química e Bioquímica; o Centro de Matemática, Aplicações Fundamentais e Investigação Operacional; o Instituto D. Luiz; o MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente; o BioISI – Biosystems & Integrativa Sciences Institute e o Ce3C – Centre for Ecology, Evolution and Environmental Change.

Imagem abstrata
A Capes existe desde 1951
Fonte Octávio Pinto

A essas apresentações juntaram-se as exposições dos professores cientistas, António Branco e Fernando Barriga, sobre “Ciência e Tecnologia da Língua Portuguesa: Cooperação com instituições brasileiras” e “Geociências Portugal-Brasil: pistas para a compreensão do Atlântico”.

Para Jorge Almeida Guimarães é sempre agradável estar em Portugal, salientando o facto de que identificadas as universidades brasileiras com interesse em cooperar com a ULisboa, o passo seguinte será aumentar a mobilidade nos dois sentidos. “Nós oferecemos muitas oportunidades sobretudo para pós-doutorados, pessoas bem treinadas”, disse Jorge Almeida Guimarães, referindo que em Portugal existem mais de cinco mil bolseiros brasileiros, enquanto o número de portugueses no Brasil é ainda reduzido.

Por isso mesmo, José Manuel Rebordão, subdiretor de Ciências, diz que esta oportunidade serviu também para alertar a FCT e a Capes para a falta de instrumentos que viabilizam ações de cooperação entre os dois países e para a necessidade de divulgar informação sobre cooperações científicas e pedagógicas, a fim de otimizar este tipo de encontros e potenciar possíveis intercâmbios. “A perspetiva é: água mole em pedra dura tanto bate até que fura – Isso está a ser feito”, acrescenta José Manuel Rebordão.

Sem título
O número de bolseiros portugueses no Brasil ainda é reduzido
Fonte Octávio Pinto

Após a visita a Portugal, Jorge Almeida Guimarães viajou para Cabo Verde para entregar os diplomas aos alunos que concluíram com sucesso o 1.º ano de um programa de formação avançada na área das Ciências da Saúde e que resulta de uma parceria entre a FCT e a Capes. Este programa de estudos reúne investigadores e professores portugueses e brasileiros, que dão formação a estudantes dos PALOP.

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura
info.ciencias@fc.ul.pt

“Foi o professor Henrique Leitão que me alertou para o facto de a questão do real impacto de Pedro Nunes na náutica do seu tempo estar por resolver. A tese e o prémio foram passos saborosos de um caminho longo mas que tem todo o potencial de ser gratificante e divertido”, reforça Bruno Almeida, vencedor do Prémio Cultura 2012 atribuído pela Sociedade de Geografia de Lisboa.

A reportagem multimédia sobre o Dia Aberto em Ciências inclui testemunhos de candidatos ao ensino superior, alunos e professores da FCUL, colaboradores desta iniciativa.

Prémio SAHFC 2012 - Marta Macedo

Prémio SAHFC

  A Comissão Executiva da Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências (SAHFC) atribui a anualmente o Prémio SAHFC.

O Grupo de Surdez do BioFIG-FCUL, coordenado por Graça Fialho, já analisou cerca de 400 famílias portuguesas afetadas com surdez hereditária. A primeira tese de doutoramento realizada em Portugal na área da genética da surdez foi defendida em 2012, na UL, por Tiago Matos.

Anfiteatro da FCUL

Cerca de 100 alunos de 15 escolas secundárias da zona de Lisboa participaram na 9.ª edição da ação de divulgação da Física de Partículas.

“Portugal é o principal destino dos estudantes brasileiros de graduação bolsistas do Programa Ciência sem Fronteiras.

“Acho que este tipo de ações é bastante útil porque, nesta altura, precisamos de todas as informações possíveis para podermos fazer uma escolha certa”, declara Maria Buzaglo, aluna do 12.º ano, a frequentar o curso de Ciências e Tecnologias na Escola Secundária de Pedro Nunes.

Alunos no átrio do C3

O Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional organizou uma sessão de acolhimento aos cerca de 30 novos alunos de mobilidade para o 2.º semestre.

Em 2000, a UL atribuiu o título de doutor honoris causa a Laurens de Haan. Em 2013, outro gigante dos Extremos, Ross Leadbetter, honrará a UL ao aceitar a mesma distinção. Quando a universidade honra investigadores desta importância está também a honrar-se.

O Departamento de Matemática da FCUL e o CMAF organizam dois mini-cursos de Sistemas Dinâmicos de 17 a 24 de Abril 2013. Os oradores serão Rafael Ortega da Universidade de Granada e Pedro Miguel Duarte do DM da FCUL.

Gulf Labor Markets and Migration Program (GLMMP), a joint program of the European University Institute (EUI - Florence) and the Gulf Research Center (GRC - Jeddah, Geneva, Cambridge), seeks two Research Assistants (Demographer/Statistician and Lawyer).

Rosto de Vanda Brotas

Estudar a clorofila, único parâmetro biológico visível do espaço, constitui uma ferramenta essencial para se perceber se o clima está a mudar. Este artigo foi publicado no jornal "Público" no passado dia 16 de fevereiro.

Servidor da FCUL

As ações de modernização e de alargamento do Centro de Dados da FCUL ocorreram no verão de 2012. A Unidade de Informática continua a apostar na renovação das condições tecnológicas do campus.

Ilustração de animais

A Âncora Editora define-se como uma editora generalista, que tem vindo a dedicar-se, sobretudo, à publicação de autores portugueses. Até agora A. M. Galopim de Carvalho é o autor com o maior número de livros editados.

O projecto de investigação NAADIR que envolve a Faculade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa e a Faculdade de Ciências da Universidade de L

Átrio do C6

Para os SASUL ainda é prematuro avaliar o Programa Alimentação UL, cujo orçamento se estima ser na ordem dos 192.000,00 €.

Iain Mattaj, diretor-geral do EMBL

“Estou impressionado com a energia que existe na Faculdade e o número de pessoas que aqui trabalham. Acho que estão bem organizados para trabalhar em equipa!”, declara Iain Mattaj, diretor-geral do European Molecular Biology Laboratory, depois de visitar alguns dos laboratórios da FCUL.

Logotipo da inicativa Programa Alimentação UL

O Menu Estudante custa 2,40€ e inclui sopa, prato principal, sobremesa, pão e bebida. A partir de fevereiro o Espaço Estudante, localizado no edifício C6, também vai dispor de micro-ondas permitindo dessa forma o aquecimento de refeições.

Ester Luísa Rodrigues Dias, professora jubilada do extinto Departamento de Educação da FCUL, faleceu no dia 11 de fevereiro de 2013.

As ações de formação e de sensibilização em segurança e saúde do trabalho procuram divulgar conhecimentos teóricos e práticos de maneira a prevenir acidentes de trabalho e doenças profissionais, permitindo também  intervenções eficazes e eficientes em casos de emergência.

Sala de aula com alunos sentados e tomando notas

"Os estudantes da FCUL, incluindo os estudantes de licenciatura, dispõem do background e conhecimentos certos para participar nestes módulos", esclarece Nathalie Gontier, coordenadora do laboratório AppEEL e das respetivas Escolas de Inverno e de Verão.

Rosto de Vera Carvalho

As inscrições para o programa Erasmus terminam a 10 de fevereiro. Se tens interesse neste programa de mobilidade conhece a história de Vera Carvalho, aluna Erasmus na Dinamarca.

Pormenor de obra de arte

Para os fundadores do AppEEL, este laboratório pode ser considerado o primeiro centro no mundo a reunir investigadores que estudam a evolução sociocultural a partir das teorias que formam parte da Síntese Expandida.

Páginas