Celebrar as Ciências do Mar

Mar

16 de novembro - Dia Nacional do Mar

Graça Brites

O 1.º Encontro Nacional de Incubadoras do Mar realiza-se na Reitoria da ULisboa no próximo dia 19 de novembro.

O Dia Nacional do Mar comemora-se esta sexta-feira - 16 de novembro -, uma boa data para trazer à memória os 20 anos da EXPO’98 e da Ponte Vasco da Gama e a reabilitação daquela área e uma oportunidade para voltar a visionar a reportagem dedicada aos estudos de impacto ambiental e de monitorização realizados por professores de Ciências ULisboa e por investigadores do extinto Instituto de Oceanografia, atual Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE).

Os estudos feitos no estuário do Tejo começaram a realizar-se em meados da década de 90. No entanto, apesar da melhoria registada no decorrer dos trabalhos de monitorização ao longo destes anos, continuam a verificar-se problemas ambientais no Tejo.

O Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva celebrou este ano os 20 anos da exposição mundial EXPO'98 visitada por mais de 10 milhões de pessoas, com um evento dedicado ao oceano e em que as instituições que produzem conhecimento sobre o mar mostraram ao público o que mudou nos últimos 20 anos. O MARE esteve presente.


Fonte Vera Sequeira

As competências técnicas e científicas dos profissionais de Ciências ULisboa e do MARE fundamentam a participação regular em projetos nacionais e internacionais, que visam abordar as problemáticas associadas aos ecossistemas aquáticos, incluindo bacias hidrográficas e áreas adjacentes, estuários, ecossistemas marinhos costeiros e oceânicos, sendo vários os artigos que têm sido publicados em revistas científicas de renome internacional sobre estas matérias.

O MARE  apresenta o programa educativo para 2018/2019 “O MARE vai à escola” no Dia Nacional do Mar, no campus de Ciências ULisboa. Esta iniciativa pretende promover o aumento da literacia do oceano junto do público escolar. 


Pormenor da capa do livro “A menina que via o mar de várias cores”
Ilustração de Rui Sousa

No próximo dia 1 de dezembro, pelas 17h00, na FNAC Colombo, em Lisboa, ocorre o lançamento do livro infantil “A menina que via o mar de várias cores”, da autoria de Vanda Brotas, professora do Departamento de Biologia Vegetal e investigadora do polo de Ciências ULisboa do MARE, com ilustrações de Rui Sousa. A obra editada pela Gradiva, com o patrocínio da Ciência Viva, chama a atenção para o plâncton e para os satélites que monitorizam a cor do mar.

ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas