Human Frontier Science Program

Projeto internacional sobre Biologia Evolutiva distinguido com 1,1 milhões de euros

Processo de seleção da candidatura de Claudia Bank, Chelsea Rochman, Molly Schumer e Vítor Sousa durou cerca de um ano

Fotografia de peixe do género Squalius em Portugal

A equipa interdisciplinar vai estudar as consequências do cruzamento entre diferentes espécies, focando-se no estudo de peixes de água doce que hibridizam e vivem em diferentes ambientes

Carla Sousa-Santos

A equipa interdisciplinar vai estudar as consequências do cruzamento entre diferentes espécies, focando-se no estudo de peixes de água doce que hibridizam e vivem em diferentes ambientes, procurando compreender como é que respondem a vários fatores de stress ambiental – como as alterações climáticas ou os contaminantes químicos, por exemplo – e quais os mecanismos genéticos que utilizam para o fazer.

Como é que o cruzamento entre espécies e as alterações genéticas que daí resultam podem impulsionar a evolução? O projeto “Acaso ou maldição? As consequências da hibridação num mundo em mudança”, premiado recentemente com uma bolsa Young Investigator pelo Human Frontier Science Program (HFSP), no valor de cerca de 1,1 milhões de euros, vai procurar responder a esta grande questão da Biologia, nos próximos três anos, de acordo com comunicado de imprensa emitido recentemente.

Molly Schumer, professora da Universidade de Stanford, nos EUA, é a coordenadora deste projeto, que conta ainda com a participação de Chelsea Rochman, professora na Universidade de Toronto, no Canadá; de Claudia Bank, investigadora do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) e do Institute of Ecology and Evolution da Universidade de Berna, na Suíça; e de Vítor Sousa, investigador do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (cE3c) e da Ciências ULisboa.

Investigadores do projeto "Acaso ou maldição? As consequências da hibridação num mundo em udança"
Claudia Bank, Chelsea Rochman, Molly Schumer e Vítor Sousa
Imagens cedidas pelos investigadores

Em 2020 o HFSP atribuiu oito bolsas Young Investigator, tendo recebido mais de uma centena de candidaturas. Os candidatos passaram por um rigoroso processo de seleção que durou cerca de um ano. Estas bolsas têm como objetivo promover novas abordagens para problemas em Biologia fundamental com equipas de investigadores de diferentes áreas científicas e nacionalidades.

Um exemplo familiar deste processo, a que também se chama de hibridação, é a mula, que resulta do cruzamento entre o cavalo e o burro. Se antes se achava que o cruzamento entre espécies era raro e não contribuía muito para a sua evolução, uma vez que podia resultar em problemas genéticos – as mulas, por exemplo, são estéreis – hoje em dia sabe-se que a hibridação é relativamente comum, com evidências genéticas da sua existência em diversas espécies – até na nossa.
in news cE3c

ACI Ciências ULisboa com GC do cE3c e CI do IGC
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas