Crónicas em Ciências

Mostrar biodiversidade numa sala fechada?

Exposição Variações Naturais – uma viagem pelas paisagens de Portugal

A ideia foi mesmo criar, num espaço fechado, um ambiente sensorialmente apelativo e uma atmosfera de descoberta – quase um jogo – onde se encontram espécies de animais, plantas, fungos e se revelam as relações entre eles, com o seu meio e connosco

CML

Informe-se sobre os horários e marque a sua visita à exposição. Enquanto isso não acontece, saiba mais sobre o museu na visita interativa.

O desafio de fazer uma exposição sobre os ecossistemas mais emblemáticos de Portugal e a biodiversidade que contêm pode, à partida parecer um contrassenso. Mas foi esse o desafio colocado pela Câmara Municipal de Lisboa (CML) como parte do programa de celebração de Lisboa Capital Verde Europeia 2020.

A ideia foi mesmo criar, num espaço fechado, um ambiente sensorialmente apelativo e uma atmosfera de descoberta – quase um jogo – onde se encontram espécies de animais, plantas, fungos e se revelam as relações entre eles, com o seu meio e connosco. O desejo, claro, é que a experiência da visita se revele insuficiente – ou, pelo menos, que promova um grau de curiosidade tal que só possa ser satisfeita visitando os ecossistemas reais.

O desafio foi aceite por uma equipa que integra membros da CML, do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) e, pela ULisboa, investigadores e técnicos de Ciências e do Museu Nacional de História Natural e Ciência (MUHNAC). O comissariado científico e os textos foram liderados por investigadores do cE3c a que se juntaram mais de seis dezenas de investigadores especialistas, sobretudo da Ciências ULisboa– nomeadamente cE3c, MARE, IDL, BioISI– mas também de diferentes instituições do país, contribuindo com ideias e assegurando o rigor científico.

Enfrentamos uma crise ambiental sem precedentes na história da humanidade e uma peça fundamental da mobilização dos cidadãos para as mudanças que é necessário fazer é justamente conhecer o que estamos em risco de perder. Daí este passeio impossível: num par de horas, viajar de norte a sul de Portugal continental e insular, subir a uma montanha, descer a uma gruta, atravessar uma planície, mergulhar no Atlântico…

Após 18 meses de desenvolvimento de projeto e montagem, Variações Naturais – uma viagem pelas paisagens de Portugal abriu portas ao público em novembro passado e vai estar em exibição até 25 de novembro de 2022.

Boa viagem!

Filipa Vala (Textos da exposição) e Cristina Branquinho (Comissária da exposição), DBV e cE3c Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas