Opinião

A importância dos projetos de outreach de Ciências ULisboa

Projeto de Sismologia nas Escolas do Instituto Dom Luiz

Participação do IDL no NEI 2018 com os projetos de outreach de Sismologia nas Escolas e Oficina das Energias

IDL Ciências ULisboa
Guilherme Weishar
Guilherme Weishar
Imagem cedida por GW

Nesta época de desinformação, quando se organizam conferências de negacionistas das alterações climáticas, congressos para pessoas que acreditam que a terra é plana e as palavras fake news fazem parte do nosso léxico do dia-a-dia, é fundamental comunicar ciência ao público geral. Já não basta o valor da ciência produzido no seio dos institutos, os resultados da investigação científica devem ser disseminados extensivamente.

A divulgação científica representa um grande desafio pois as descobertas na ciência são o resultado de profundo investimento profissional e pessoal de muitos investigadores e pessoal técnico. Podemos traçar uma linha histórica que percorre vários séculos até à conclusão de um destes projetos científicos. É um desafio devido à complexidade inerente a vários níveis: a análise crítica necessária para entender a fundo o trabalho de pesquisa, o enquadramento teórico e histórico bem como a metodologia e resultados usando linguagem técnica especializada.

Os projetos de outreach de Ciências ULisboa representam excelentes ferramentas para comunicar ciência a todo o público, das crianças aos idosos, dos curiosos aos cientistas amadores, dos sonhadores aos céticos. Estes projetos criam estratégias inovadoras para construir a ponte entre a ciência e o público geral.

Por exemplo, corridas solares organizadas pela Oficina das Energias nas escolas, mesas sísmicas que permitem sentir um grande terramoto, atividades de citizen science como o BioBlitz onde as pessoas são convidadas a participar num exercício de mapeamento da biodiversidade de um determinado local. Nestas atividades são ensinados conceitos científicos complexos usando uma abordagem hands-on que facilita muito a sua compreensão.

IDL Ciências ULisboa
Procurem os projetos de outreach dos vossos departamentos. A comunicação da ciência constitui um grande desafio
Fonte IDL Ciências ULIsboa

São inúmeros os exemplos existentes, mas aqui será focado o projeto de Sismologia nas Escolas do Instituto Dom Luiz, no qual participo. Este projeto de outreach tem uma componente de citizen science. Foi instalada uma rede de sismómetros em várias escolas secundárias do país. Esta rede pode ser consultada no link http://idl.campus.ciencias.ulisboa.pt/sismologianaescola/. Os alunos e professores que pertencem a esta rede de observação sísmica sentem que estão a contribuir para a ciência. De facto, como já registaram vários sismos nos últimos anos, estes registos poderão eventualmente ser compilados sob forma de um artigo científico.

Uma componente mais recente deste projeto foi a criação de uma equipa de estudantes voluntários para organizar atividades nas feiras de ciência e noutras escolas. Este grupo recebe formação na área da sismologia. Um total de 15 estudantes de Ciências ULisboa participa atualmente neste projeto, estão maioritariamente inscritos no 1.º ano da Faculdade. A primeira atividade realizada neste ano letivo foi a Noite Europeia dos Investigadores, a qual se revelou um grande sucesso. Foram realizadas duas atividades, uma sobre tsunamis e outra sobre vulcões. O desafio residiu na adequação do discurso às várias faixas etárias. Para as crianças, focámos as medidas de segurança. Para o público sénior, discutimos em pormenor alguns eventos históricos icónicos. A arte deste discurso reside na adequação ao público alvo, o que requer alguma experiência e flexibilidade.

Em suma, a comunicação da ciência constitui um grande desafio, mas proporciona muita alegria e diversão para quem a pratica. Assim, convido-vos a procurarem os projetos de outreach dos vossos departamentos e saírem da vossa área de conforto para embarcar numa destas aventuras que decorre durante o ano letivo na Faculdade.

 

 

 

Guilherme Weishar, IDL com ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O trabalho de cinco investigadoras portuguesas foi distinguido no início de junho em Boston, nos EUA. O congresso mundial contou com mais de 800 cientistas de 50 países.

[Tec Labs]i – Potenciar a Inovação

“Os alunos da FCUL tiveram uma experiência única que não vão esquecer ao longo da sua vida académica e profissional”, denota Rui Ferreira, administrador do Tec Labs – Centro de Inovação da FCUL.

Visita de Estudo à nova Universidade de Lisboa

“[Viveu-se um ambiente] muito propício ao debate onde o intercâmbio de ideias e de boas práticas foram muito gratificantes e uma mais-valia para os participantes e oradores do evento”, declarou Luísa Cerdeira, pró-reitora da Universidade de Lisboa e presidente do FORGES.

Álvaro de Campos

TABACARIA

O Departamento de Informática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (DI-FCUL) vai organizar a 3 de julho deste ano a primeira edição do 

“Eu sempre gostei de fazer desenho geométrico e sempre me interessei pelos azulejos e seus painéis e pela calçada portuguesa pela sua beleza, pela arte, e porque têm potencialidades científicas, estéticas e didáticas praticamente ilimitadas”, conta o investigador do Grupo de Física-Matemática, distinguido recentemente com o Prémio Abordagem Inovadora “SOS Azulejo 2012”.

As bibliotecas do C4 e C8 têm horários alargados durante a época de exames de 1 a 29 de Junho.

Mestrados DBA 2013-2014

Investigadores do projeto “Climate Change Iniciative – Ocean Colour”

A equipa do projeto “Climate Change Iniciative – Ocean Colour” esteve reunida na FCUL, nos dias 21 e 22 de maio. Os investigadores avaliaram as ações em curso e discutiram alguns assuntos com a comunidade de end-users.

Jorge Manuel Ribeiro Rezende galardoado com o prémio “Abordagem Inovadora”

Intervenção na cerimónia de entrega dos Prémios 'SOS Azulejo' 2012:

Sessões dias 24 e 25 de junho 2013

"Gás de Xisto"?! Sim? Não? Porquê? Como? Onde?

Cerimónia de escritura do Instituto do Petróleo e do Gás

A transferência de conhecimento e tecnologia para a sociedade faz-se mediante o reforço das relações entre as comunidades científica e empresarial. Para J. M. Pinto Paixão, diretor da FCUL, esta é a oportunidade ideal para constituir parcerias suportadas no conhecimento e no exercício de uma cidadania plena.

Acções de Formação em Geologia na FCUL / 2013

Departamento de Geologia da FCUL

Informações sobre o procedimentos de escolha de ramo na Licenciatura em Geologia, 2013-14, do Departamento de Geologia da FCUL.

Alunos de Estatística Aplicada da FCUL

Atualmente, o uso e a aplicação da estatística têm a sua razão de ser não apenas na legitimação da indução, mas também na possibilidade de incorporar a incerteza nas suas conclusões: outro testemunho da sua proximidade ao real.

 

O Departamento de Informática (DI), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), convida as empresas e instituições para o estabelecimento de Parcerias e a submeter propostas de trabalhos na área de Engenharia Informática e da Seguranç

Sessão de esclarecimento dia 31 de maio 2013, 11h, anfiteatro 2.4.16

Colocação por unidade curricular- informação atualizada

 

Conhece as reais causas das expulsões de 1947? Como eram as relações da Faculdade de Ciências com o Instituto Superior Técnico? Uma das últimas edições da FCUL procura responder a estas e a outras questões.

Alexandre Ribeiro, criador do jogo Fangz destacado recentemente na App Store dos EUA, voltou àquela que foi a sua instituição de ensino superior, a FCUL, para partilhar experiências, curiosidades e dificuldades vivenciadas ao longo da conceção do jogo, aproveitando para responder às dúvidas dos interessados.

Conferência por Isabel Sacramento Grilo, Department of Geological Sciences SDSU, San Diego, California. EUA.

No âmbito do Ano Internacional de Estatística, a Sociedade Portuguesa de Estatística (SPE)  e o Centro de Estatística e Aplicações da Universidade de Lisboa (CEAUL)  promovem uma

Visitantes e colaboradores do Dia Aberto em Ciências comentam a iniciativa que em 2013 reuniu cerca de 1400 pessoas, entre alunos do básico e secundário e seus professores.

Inquéritos Pedagógicos. 2.º Semestre de 2012-13

Os Inquéritos Pedagógicos são uma ferramenta fundamental para a avaliação da qualidade do ensino na FCUL

Páginas