Programa de Estímulo à Investigação

Entrevista com… Sara Realista

Sara Realista foi uma das cientistas de Ciências distinguida em 2013 através do Programa de Estímulo à Investigação da Fundação Calouste Gulbenkian, com o projeto "Smart polymer switches for green CO2 capture".

O percurso académico da investigadora foi traçado na FCUL. De 2008 até ao ano de 2011, desenvolveu a licenciatura na área da Química. Em 2011, iniciou o mestrado, na mesma área, vindo a concluí-lo em 2013.

Atualmente, a aluna faz parte do Centro de Química e Bioquímica, que considera ser “um centro de excelência e com a grande vantagem de ter grupos de investigação muito competentes e que apresentam qualidades individuais elevadas”.

Fique a saber mais sobre o seu trabalho, distinguido pelo Programa de Estímulo à Investigação da Fundação Calouste Gulbekian, na entrevista a seguir apresentada.

Sara Realista
"O Centro de Química e Bioquímica de Ciências é um centro de excelência e tem a grande vantagem de ter grupos de investigação muito competentes", afirma Sara Realista
Fonte Cedida por SR

Em que consiste o projeto distinguido pela Gulbenkian?

Sara Realista (SR) - O projeto distinguido pela Gulbenkian tem como objetivo a captura de dióxido de carbono e a sua conversão noutro tipo de produtos de valor acrescentado, como metano, etano, metanol, entre outros. Deste modo, podemos estar a solucionar um problema ambiental bem como a produzir bens úteis para a indústria e com mais-valia para a sociedade.

Em que contexto surge?

SR - Este projeto tem por base a crescente preocupação com alterações dramáticas e irreversíveis no nosso ecossistema devido ao aumento da concentração de dióxido de carbono na atmosfera. Ao converter o dióxido de carbono noutros produtos, estamos a usar algo que temos em excesso e que é prejudicial para produzir bens que podem ser úteis à sociedade e/ou às indústrias.

Qual o objetivo e/ou objetivos do trabalho?

SR - O trabalho tem três objetivos principais, o primeiro consiste na síntese de diversos compostos contendo o metal zinco. Esses compostos serão usados na formação de filmes poliméricos que serão os materiais a testar quanto à sua eficiência na conversão eletroquímica de dióxido de carbono noutros produtos.
 

Que importância atribui a este tipo de incentivos?

SR - Este tipo de incentivos é cada vez mais importante para os jovens nos tempos que correm. Trata-se de um enorme estímulo para quem está a iniciar a sua carreira na investigação científica, que é o meu caso, e penso que o caso de todos tendo em conta que o programa se destina a jovens com idades inferiores a 26 anos. É de extrema importância apostar nos jovens em Portugal e que se divulgue este tipo de incentivos por forma a demonstrar a qualidade da ciência que se faz no nosso país e a qualidade dos centros que apoiam estes jovens.

O que significa o reconhecimento deste trabalho para o centro de investigação do qual faz parte, e que está envolvido no projeto?

SR - O centro envolvido neste projeto acaba por beneficiar desta distinção ganhando alguma notoriedade e tornando-se mais apelativo para jovens que procuram centros de excelência para exercerem os seus projetos de investigação.

Quais as mais-valias de trabalhar nesse mesmo local?

SR - O Centro de Química e Bioquímica de Ciências é um centro de excelência e tem a grande vantagem de ter grupos de investigação muito competentes e que apresentam qualidades individuais elevadas.

Quem a apoiou na faculdade, neste projeto?

SR - Na Faculdade tive especialmente o apoio de Paulo Nuno Martinho,bolseiro de pós-doutoramento do Grupo de Química Inorgânica Teórica, que me incentivou à candidatura e que é o meu orientador neste projeto. Tive também o apoio da professora Maria José Calhorda que é a chefe do grupo onde estou inserida e com quem trabalho desde que me iniciei na investigação. De outro grupo do CQB, Grupo de Eletroquímica Interfacial, tive o apoio da Ana Melato com quem colaboro há algum tempo.

Sara Realista na cerimónia da FCG
Sara Realista apresentou o projeto "Smart polymer switches for green CO2 capture", durante a cerimónia de atribuição das bolsas
Fonte Cedida por SR

Que importância considera ter o seu trabalho para a área científica em que se insere?

SR - Tendo em conta o crescente problema que é o aumento da concentração de dióxido de carbono na atmosfera, são necessárias atitudes que não adiem o problema mas que o resolvam. Cada vez mais, a comunidade científica tem direcionado os seus horizontes de investigação para resolver esta temática.

Qual o seu caráter “criativo e inovador”? O que o distingue dos demais?

SR - Essencialmente é a ideia de ser possível utilizar algo que está a ser prejudicial para produzir algo que possa ser útil. Também o facto de se usar a corrente elétrica (conversão eletroquímica do dióxido de carbono) e um material à base de zinco, e não outros tipos de recursos químicos mais pesados e/ou poluentes.

Que importância assume esta distinção a nível pessoal e profissional?

SR - Esta distinção tem tanta importância a nível pessoal como profissional. A nível pessoal trata-se de um grande estímulo e recompensa pelo tempo dispendido para a investigação. A nível profissional é algo que enriqueceu o meu curriculum e que vai ter sem dúvida relevância nos anos que se seguem. Ainda a nível profissional é de extrema importância o apoio que a Fundação Calouste Gulbenkian dá a nível financeiro pois não se faz ciência de qualidade sem se investir previamente em material e equipamento à altura.

Que aplicação irá ter?

SR - Este projeto tem a possibilidade de ter aplicação na área da indústria. Para tal, é necessário a investigação profunda do projeto antes de se avançar para qualquer tipo de aplicação à larga escala. Não se pode falar em aplicação à larga escala sem ter investigação fundamental do processo. Por isso, e ao contrário do que muitos possam pensar, a investigação fundamental dos processos e dos materiais é de extrema importância, antes de qualquer passo para a aplicação a larga escala.

Sara Realista na cerimónia de atribuição das bolsas da FCG
 A cerimónia de atribuição das bolsas no âmbito do Programa de Estímulo à Investigação ocorreu em fevereiro  passado
Fonte Cedida por SR

De que forma os ensinamentos adquiridos na Faculdade contribuíram/estão a contribuir para a conceção deste trabalho?

SR - Toda a minha formação académica - licenciatura e mestrado -, ocorreu na Faculdade e foi sem dúvida esta instituição que contribuiu para a obtenção deste prémio. Proporcionou-me os melhores ensinamentos tanto a nível pessoal como a nível científico, tendo em conta os excelentes profissionais que nela estão inseridos.

Quais as mais-valias de trabalhar nesse mesmo local?

SR - Tanto a Faculdade como o CQB proporcionam um bom ambiente de trabalho e além disso fornecem a maior parte dos instrumentos que necessito para desenvolver este projeto.

Futuramente, qual será a aplicação do projeto? Terá continuidade no processo de investigação?

SR - O projeto terá continuidade através da minha tese de doutoramento, cujo tema é o mesmo, a conversão de dióxido de carbono em produtos/bens úteis à sociedade/indústria.

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura
info.ciencias@fc.ul.pt
Matéria escura

Um grupo de 19 cientistas, 14 deles investigadores do Centro de Física Nuclear da UL e do Instituto Tecnológico e Nuclear da UTL, publicaram recentemente novos resultados que contrariam as alegadas descobertas sobre a matéria escura.

PSMR2012 Conference

Estudante de doutoramento no IBEB ganha prémio para o melhor Poster

Tomás Aquino

Bolseiro do CFMC distinguido pela Fundação Calouste Gulbenkian

Imagem de Kairos em pedra

O próximo e quinto número da revista do Centro de Filosofia das Ciências da UL é lançado em novembro. A submissão de textos termina a 30 de setembro.

Encontra-se aberto concurso para bolsa de estágio na área de suporte aos laboratórios letivos e de investigação do Departamento de Informática da Faculdade de Ciências.

Simulação de uma proteína

Quatro lições sobre proteínas.  As investigadoras Maria José R. Gomes e Patrícia Faísca apresentam quatro razões para não faltar à quinta iniciativa do projeto Ciência na UL.

O Dr. Rui Lopes ex-aluno do Departamento de Informática e investigador no LASIGE, actualmente a trabalhar na Google, foi um dos responsáveis da equipa de desenvolvimento do doodle de hoje (23 de Maio).

A Investigação dos Doutores de Amanhã

Lâmpada

"O objetivo é partilhar com os colegas das outras faculdades a experiência que tivemos, e estamos a ter, com a implementação do modelo de gestão por objetivos, assente na identificação dos processos", diz Ana Rocha, secretária-coordenadora da FCUL.

Vários círculos com várias cores

A reunião de entrada livre e sujeita a prévia inscrição inclui sessões plenárias e workshops sob o tema genérico “Prosseguir a excelência, promovendo as competências da UL”.

Produtos alimentares

“Partilhar o que se tem pode ser um convite a algum sacrifício – mas a solidariedade não pode ser só um sentimento, tem de ser um compromisso de ação”, refere Graça Vieira, professora aposentada da FCUL, a propósito da campanha "Vamos dar com o coração".

Plantas em vasos

Hoje é um dia fascinante. Dia de nos fascinarmos com as plantas, com a sua beleza, com o que nos dão, e nos possibilitam – a vida tal como a conhecemos.

Flor sujeita a tratamento para expressão de um gene

Nesta época do ano, não há nada que mais nos descanse o espírito como um campo repleto de cores: branco, amarelo, lilás, vermelho, com flores de diferentes tamanhos e odores.

Seminário do DF

Anúncio de Seminário do DF

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de 1 (uma) Bolsa de Investigação, no âmbito do projecto de investigação “Erro de não-resposta nas sondagens telefónicas com telemóveis: causas, efeitos e correcçã

Para marcar uma visita ao novo lugar destinado ao estudos das ciências e das artes basta telefonar ou enviar um email.

Fascination of Plants Day - 18 de maio de 2012.

A reportagem multimédia realizada no âmbito da UL Open Night inclui declarações de Sofia Cruz, coordenadora do Núcleo de Comunicação da Reitoria da Universidade de Lisboa (RUL), Isabel Tadeu, coordenadora do Núcleo

A ação de voluntariado acontece entre 26 e 27 de maio. Inscreva-se até dia 18 de maio, através do site UL Alimenta esta Ideia.

 

Anfiteatro da FCUL

Miguel Yus, professor da Universidade de Alicante, recebe o galardão na primeira de cinco conferências proferidas pelo premiado em Portugal.

A Direção de Marketing e Comunicação da RTP oferece estágio remunerado na Área de Audiências e Estudo de Mercado a alunos recém licenciados ou mestrandos em Matemática A

A exposição "O Cálculo de Ontem e de Hoje" está, agora, disponível em versão itinerante.

De 3 a 28 de Maio está patente na "Academia Sénior da Cruz Vermelha Portuguesa-Delegação de Lisboa".

Seminário "Serendipity and The Ups and Downs of Synthesis", apresentado pelo Prof.

Olho verde

Palestras, visitas, exposições e muitas experiências são algumas das atividades previstas.

Páginas