Prémio Pfizer de Investigação Básica 2013

Ciência, com persistência

E o que pensam estas jovens de si próprias, depois de tantos anos a trabalhar juntas?! Em vez de cada uma falar de si, optaram por se descrever umas às outras. O resultado é este…

“Joana - uma mente brilhante! Estuda e questiona sempre qual a melhor solução a aplicar nos desafios do laboratório e na investigação que abraça. Sempre um passo à frente naquilo que investiga.
Diana - uma trabalhadora nata! Muita dedicação e muitas horas no laboratório. Sempre a pensar como chegar ao resultado tão esperado, mantendo a sua perspetiva metódica e olho científico.
Marisa - uma força da natureza! A melhor pessoa para se ter ao lado no laboratório. Inteligente, dedicada, competente e com uma enorme capacidade de trabalho que nos contagia e nos dá energia para trabalhar mais e mais.
Inna - o sentido prático! Sempre a arranjar novas soluções para novos protocolos. Tudo o que deseja aprender e conhecer, ela aprende, tornando real e ultrapassando qualquer desafio que se imponha.”

A última edição dos Prémios Pfizer de Investigação Básica reconheceu o mérito do projeto “Global ENaC Regulators and Potential Cystic Fibrosis Therapy Targets", um estudo coordenado por Margarida D Amaral e que contou com a colaboração de outros 14 cientistas, entre eles, Joana Almaça, Marisa Sousa, Inna Ulyiakina e Diana Faria, que têm em comum muito mais do que o gosto pela ciência.

“A FCUL foi um ponto de encontro entre todas nós. Foi lá que a maioria de nós se conheceu quando decidimos realizar o doutoramento no laboratório da professora Margarida Amaral”, contam as jovens cientistas, que têm a FCUL como a “casa-mãe”, o local a onde regressavam após cada temporada no estrangeiro, principalmente na Alemanha, no laboratório do professor Karl Kunzelmann, outro membro da equipa do projeto distinguido pelos Laboratórios Pfizer e pela Sociedade de Ciências Médicas de Lisboa, em dezembro passado.

Para a Joana Almaça, a Marisa Sousa, a Inna Ulyiakina e a Diana Faria o prémio atribuído ao projeto “Global ENaC Regulators and Potential Cystic Fibrosis Therapy Targets" foi uma “surpresa muito agradável” e “simboliza todo o esforço e dedicação depositados neste trabalho que, para além de ter culminado numa publicação de alto impacto, fica agora também espelhado num prémio que nos traz reconhecimento a nível nacional”.

As investigadoras consideram este estudo “muito ambicioso”, tendo proporcionado “uma excelente oportunidade para estabelecer colaborações internacionais, trabalhar com pessoas muito experientes em diferentes áreas e, sobretudo, aprender novas técnicas que são agora uma mais-valia na nossa formação”.

A otimização dos ensaios e a utilização de novas tecnologias e modelos de investigação a que não estavam habituadas representam as principais dificuldades sentidas pelas quatro jovens, no decorrer do projeto. A análise de todos os dados também gerou “algumas dores de cabeça”, mas dessa tarefa, dizem, “surgiram os resultados mais interessantes, que podem resultar em alvos terapêuticos a utilizar no futuro”.

Desenho
No futuro as jovens cientistas gostariam de trabalhar em Portugal
Desenho de Pedro Côrte-Real

A coordenadora deste projeto, Margarida D. Amaral, acredita que este estudo e a publicação do artigo "High‐Content siRNA Screen Reveals Global ENaC Regulators and Potential Cystic Fibrosis Therapy Targets", em setembro de 2013, na revista Cell, é um marco importante nas vidas futuras destas quatro “meninas”, estudantes de doutoramento, três delas já doutoradas. Atualmente só a Inna Ulyiakina permanece na FCUL, entrou mais tarde para o projeto e ainda não concluiu o doutoramento.

“Tenho a nítida sensação de que enquanto estavam a trabalhar no projeto não se aperceberam do enorme impacto que este estudo iria ter”, comenta Margarida D. Amaral - acrescentando que -, “o papel do supervisor/ mentor é ver mais longe e mostrar o caminho!”. A professora do Departamento de Química e Bioquímica e líder de um dos grupos do BioFIG - Centro de Biodiversidade, Genómica Integrativa e Funcional da FCUL entende que “numa época em que ‘tudo está à distância dum clique’, é preciso incutirmos nos estudantes e jovens investigadores [o valor da] persistência, uma qualidade essencial em ciência. Claro que o talento também é importante, mas sem persistência, o talento não vai longe…”.

Joana Almaça, Marisa Sousa, Inna Ulyiakina e Diana Faria não têm dúvidas em afirmar que foram “contaminadas pelo ‘bichinho da ciência’”, por isso, os planos futuros passam por “contribuir para o conhecimento dos mecanismos responsáveis por algumas patologias dos humanos”.

Atualmente, algumas desenvolvem trabalhos de investigação em institutos internacionais, ainda assim permanece um desejo comum: “trabalhar no futuro em Portugal e continuar a aplicar por cá os conhecimentos adquiridos durante o doutoramento e pós-doutoramento”- deixando um apelo -, “continuem a investir em ciência de excelência em Portugal!”.
 

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Vela

Ricardo Leandro é o vencedor da Competição Europeia. O estudante da FCUL apresentou a melhor ideia: um coletor solar térmico de baixo custo, acoplável a um módulo fotovoltaico.

A palestra "O Princípio do Tempo" proferida por Pedro Gil Ferreira é uma das iniciativas do “VII Encontro Ibérico de Cosmologia”, que decorre em abril nas instalações da FCUL.

Jovem usa microscópio

A FCUL estimula a abertura permanente à sociedade civil, promovendo acontecimentos que visam a disseminação de conhecimentos e a interligação com diferentes agentes sociais.

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Páginas