Engenharia Biomédica e Biofísica

O sonho de Liliana Caldeira

Liliana Caldeira junto aos posters
Cedida por Liliana Caldeira

Ainda que o desemprego continue a aumentar e seja o cenário de muitos jovens portugueses, há sempre histórias de sucesso, de pessoas que têm o privilégio de estudar e trabalhar numa área que apreciam, ao ponto de marcarem a diferença. Liliana Caldeira, de 27 anos, é uma dessas pessoas – sortudas, esforçadas e especialmente talentosas -, como o senso comum costuma apelidar.

“Durante o doutoramento, penso que as maiores facilidades foram trabalhar numa área muito interessante e por isso, estar constantemente motivada”. Liliana Caldeira iniciou o doutoramento em Engenharia Biomédica e Biofísica no Instituto de Biofísica e Engenharia Biomédica da FCUL, em colaboração com o Institute of Neuroscience and Medicine, na Alemanha, em 2008. Desde esse ano trabalha como investigadora para a Siemens Healthcare Portugal. Durante este período sempre sentiu o apoio dos seus orientadores - os professores Pedro Almeida, Hans Herzog e Jurgen Scheins -, facto que a ajudou a crescer e a levou a participar na conferência "PET/MR and SPECT/MR: New Paradigms for Combined Modalities in Molecular Imaging", ganhando o prémio para melhor poster, em maio passado, na ilha de Elba, em Itália.

A distinção feita ao poster "Evaluation of Two Methods for using MR Information in PET Reconstruction”, durante a conferência que juntou os mais reconhecidos investigadores e industriais do setor, foi muito importante para Liliana Caldeira, inspirando-a nesta fase final da sua tese. “Durante a conferência, ganhei nova inspiração para escrever a tese e os artigos resultantes desta investigação. Além disso, reforcei a minha vontade de continuar na investigação, que sempre foi o meu sonho”, refere a jovem que concluiu o ensino secundário com a média final de 19 valores e alcançou, no primeiro ano do bacharelato em Engenharia Biomédica, no Instituto Superior Técnico, o diploma de melhor aluna do seu curso.

Até ao final do ano, Liliana Caldeira pretende defender a sua tese, solicitada para isso, deixa um conselho para aqueles que iniciam agora o doutoramento: “Pensem nos resultados concretos que pretendem alcançar, nomeadamente conferências a que pretendem ir e artigos que pretendem publicar. E depois comecem a trabalhar nestes objetivos o mais cedo possível, pois na defesa do doutoramento este fator é muito valorizado, assim como na continuação da investigação”.

A jovem investigadora desenvolve o seu trabalho de doutoramento na área emergente da imagem simultânea em Medicina Molecular (Tomografia por Emissão de Positrões - PET) e anatómica obtida por Ressonância Magnética (MRI), centrando-se na otimização dos processos de obtenção de imagem utilizando informação simultânea PET/MRI cerebral.

De acordo com Pedro Almeida, um dos orientadores da jovem e diretor do IBEB-FCUL, os primeiros sistemas clínicos que permitem obter este tipo de informação médica, menos de uma dezena em todo o mundo, foram recentemente instalados, facto que tem motivado grande interesse junto da comunidade médica, em particular para o estudo do cérebro. Para o docente do Departamento de Física da FCUL, o galardão atribuído recentemente a Liliana Caldeira é “uma enorme honra” e muito merecido já que o estudo que tem vindo a realizar possibilitou uma melhoria significativa da qualidade das imagens PET. “Foi possível demonstrar uma melhoria significativa da qualidade das imagens PET utilizando conhecimento prévio sobre a anatomia dos pacientes utilizando dados de MRI e processos de reconstrução de imagem desenvolvidos pela Liliana durante o seu doutoramento”, conclui.

Sem planos concretos para o futuro, mas com um desejo claro de continuar a trabalhar na área da investigação do PET/MRI, a próxima etapa passa por concluir com êxito o doutoramento, cuja principal dificuldade inicial passou por encontrar colaboradores em Portugal.

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Prémio Jovem Investigador da Sociedade Europeia de Aterosclerose

“A comunidade científica presente no evento congratulou-me, e a toda a equipa, pela qualidade do trabalho desenvolvido. Disseram que Portugal estava de parabéns!”, explicou a vencedora do Prémio Jovem Investigador da Sociedade Europeia de Aterosclerose, Catarina Alves.

Os resultados da 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior são divulgados a 8 de setembro.

A actividade científica é colectiva e cumulativa. Newton disse: “Se vi um pouco mais longe do que os outros, é porque pude subir aos ombros de alguns gigantes”.

Gestos que salvam 2014

A partir do mês de setembro, entre outras iniciativas, está prevista uma ação de sensibilização em avaliação e prevenção de riscos.

Convento da Arrábida

“No limite do (im)possível” organizado pelo Instituto de Ciências da Complexidade ocorreu no Convento da Arrábida, entre 30 de junho e 1 de julho passado.

“Nós oferecemos muitas oportunidades sobretudo para pós-doutorados, pessoas bem treinadas”, disse Jorge Almeida Guimarães, referindo que em Portugal existem mais de cinco mil bolseiros brasileiros, enquanto o número de portugueses no Brasil é ainda reduzido.

Uma reflexão sobre o ano lectivo 2013/2014.

Encontra-se aberto concurso para atribuição de uma Bolsa de Investigação para Mestre no âmbito do Projeto “ Biosustain – Mobilidade Sustentável: Perspetivas para o futuro da produção de biocombustíveis”, Laborat&oacut

De 11 a 14 de agosto as instalações da Faculdade de Ciências da ULisboa encontram-se encerradas, na sequência do corte do abastecimento de água. Os Departamentos encontram-se encerrados até 19 de agosto.

Laboratório de Ciências

Ana Paula Calixto é docente do ensino secundário há 28 anos. Cátia Silva é aluna de Ciências desde 2005, neste momento frequenta o doutoramento. Conheça os testemunhos de quem visita e estuda em Ciências.

Otília Correia

Estudantes portugueses conquistam duas medalhas de bronze na 25.ª Olimpíadas Internacionais de Biologia - IBO 2014, realizadas na Indonésia, em Julho passado. Em Setembro, outros alunos portugueses concorrem às Olimpíadas Ibero Americanas, que se realizam no México.

Encontram-se abertas as candidaturas para o Programa de Estágios Jovens Animadores do Museu de Eletricidade (PEJAME), para jovens entre os 18 e os 25 anos que, na altura de candidatura ao programa, sejam estudantes do ensino superior universitário.

Imagem da capa do livro

“ (…) Há também biólogos que calçam as botas e vão para dentro da floresta tropical, para cima das montanhas, para o fundo do mar, e foi esse lado que quisemos mostrar”, explicam Diogo Veríssimo e Miguel Pais, antigos alunos de Ciências e dois dos autores do livro BIOgrafias.

Encontram-se abertas candidaturas para estágios internacionais remunerados do Programa Inov Contacto, com uma duração de seis a nove meses, para 

Encontra-se aberto concurso para admissão de candidatos, de ambos os sexos, com destino ao Curso de Formação de Oficiais do Regime de Contrato da Força Aérea.
 

“Ter a oportunidade de vestir estas batas é com certeza mais giro do que estar em casa sentado em frente à televisão. Estamos a fazer coisas que não fazemos no dia a dia. Por isso, esta é uma oportunidade única. Estamos a aproveitar o nosso tempo da melhor maneira”, comentou Ricardo Santos, aluno do 11.º ano da Escola Secundária António Damásio.

Está disponível a edição de 2014 do Journal Citation Reports (dados de 2013).

COST

Participação no programa COST a partir de 3 Julho de 2014.

FA1403: Interindividual variation in response to consumption of plant foods bioactives and determinants involved.

IMSF

A decorrer de 24-29 de Agosto na Suíça.

Consulte o evento em http://www.imsc2014.ch/

Encontram-se abertas candidaturas para 77 estágios profissionais para o grupo Portucel Soporcel, com a duração máxima de 12 meses, remunerados com uma bolsa de est&aac

A Companhia de Seguros Generali , procura Actuário Júnior para integrar na sua equipa.

Pela primeira vez o Departamento de Matemática de Ciências realiza ações de formação parcialmente à distância.

Príncipe de Girona

O objetivo do meu trabalho é entender alguns dos processos moleculares e celulares que ocorrem durante o desenvolvimento de novos vasos sanguíneos”, explicou o antigo aluno de Ciências.

Príncipe Girona - Rui Benetido

Rui Benedito já trabalhou com estudantes de Biologia vindos de Portugal, Espanha, Inglaterra e Alemanha, a avaliação que faz é a de que “os estudantes saem muito bem preparados da FCUL. Os alunos de Ciências portugueses são muito apreciados no estrangeiro”. Por isso, deixa o convite: “tenho posições disponíveis no meu laboratório para estudantes portugueses!”.

Candidatura GeoFCUL ao X CNG 2018

O Departamento de Geologia da Faculdade de Ciências da ULisboa organizou a segunda sessão do CNG, em 1986, e candidatou-se a organizar o X CNG em 2018, durante o IX Congresso Nacional de Geologia, que decorreu em julho no Porto.

Páginas