Best Early Career Scientist Presentation Award no ICES ASC 2018

Catarina Frazão Santos coordena OCEANPLAN

Catarina Frazão Santos

Nas instalações do Laboratório Marítimo da Guia de Ciências ULisboa, em Cascais, onde desenvolve o seu trabalho

Imagem cedida por CFS

O Museu do Mar Rei D. Carlos I, em Cascais, inaugura a 9 de fevereiro, pelas 17h30, a exposição “Alterações Climáticas e os Oceanos do Futuro”. A mostra fica patente ao público até 31 de julho de 2019. O OCEANPLAN é um dos parceiros da exposição, com um painel sobre os impactos das mudanças climáticas nos principais usos do oceano.

Catarina Frazão Santos, investigadora do Departamento de Biologia Animal e do polo de Ciências ULisboa do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) trabalha na área do planeamento, gestão e governança do espaço marítimo, procurando contribuir para a proteção dos ecossistemas marinhos e o seu uso sustentável.

O ano passado participou no International Council for the Exploration of the Sea (ICES) Annual Science Conference (ASC) 2018 - uma oportunidade para discutir ideias, atualizar conhecimentos e divulgar resultados - e foi distinguida com o Best Early Career Scientist Presentation Award. Em 2019 espera voltar a estar presente no acontecimento, que se realiza em setembro, em Gotemburgo, na Suécia. O prazo para a submissão de resumos já abriu e termina a 11 de março.

Na ICES ASC 2018 estiveram presentes cerca de 650 especialistas, de 34 países, entre eles investigadores do MARE, IPMA, universidades dos Açores, Aveiro e Coimbra, do ISPA, da Nova School of Business and Economics e do IMAR. Para Catarina Frazão Santos esta distinção “representa um reconhecimento relativamente à qualidade científica do trabalho apresentado, o que é extremamente gratificante e motivador para continuar o desenvolvimento do mesmo”, diz.

Catarina Frazão Santos
Além do Best Early Career Scientist Presentation Award recebeu em 2007 e 2011 dois prémios FLAD/IMAR, no âmbito dos quais estagiou em instituições científicas nos EUA
Imagem cedida por CFS

A apresentação de Catarina Frazão Santos – “Impacts of global environmental change in ocean planning and the Blue Economy”, durante a sessão temática “Assessing and analysing marine spatial planning”, focou-se no desafio que as alterações climáticas representam para o ordenamento do espaço marítimo, bem como na necessidade de garantir mecanismos de adaptação a essas alterações, apresentando um índice para avaliar a vulnerabilidade do ordenamento do espaço marítimo às alterações climáticas, na qual está a trabalhar, juntamente com outros investigadores, há já algum tempo, bem como os resultados preliminares da sua aplicação a nível europeu.

“Foi a primeira vez que estive presente no ICES ASC e foi uma experiência muito positiva. Foi um encontro com uma grande variedade de sessões temáticas - 18 sessões abordando temas muito relevantes e atuais -, bem organizado e com a presença de especialistas reconhecidos nas diferentes áreas. Foi muito bom para discutir resultados e estabelecer novas contactos.”
Catarina Frazão Santos

O tema da apresentação de Catarina Frazão Santos corresponde ao projeto de investigação “Marine Spatial Planning under a Changing Climate” (OCEANPLAN), iniciado em outubro de 2018 e que decorrerá nos próximos três anos. A Fundação para a Ciência e a Tecnologia financia esta investigação, que tem como parceiros a Fundação Gaspar Frutuoso e a Universidade dos Açores. “Durante este período iremos investigar os mecanismos através dos quais o ordenamento do espaço marítimo pode ser afetado pelas alterações climáticas, bem como mecanismos através dos quais este se pode adaptar a essas alterações, utilizando um conjunto de casos de estudo”, conta Catarina Frazão Santos, a investigadora principal do projeto, cuja equipa inclui investigadores de várias instituições nacionais e internacionais, especialistas tanto em ordenamento e gestão do mar como em alterações climáticas.

“Esperamos obter resultados interessantes e, acima de tudo, úteis.”
Catarina Frazão Santos

Catarina Frazão Santos estudou em Ciências ULisboa. Concluiu o doutoramento em Ciências do Mar em 2016, tendo desenvolvido o projeto de doutoramento em ordenamento do espaço marítimo em colaboração com o Duke University Marine Laboratory, nos EUA. Durante esse período foi convidada para apoiar a Agência de Execução para a Investigação da Comissão Europeia na avaliação de projetos submetidos ao programa H2020, tendo desde então desempenhado papeis de vice-presidente, avaliadora e relatora. A licenciatura em Biologia Ambiental variante Marinha foi concluída em 2006 e o mestrado em Ecologia e Gestão Ambiental, em 2008, ano em que integrou uma equipa de investigação responsável pela avaliação ambiental e monitorização de diversos projetos e planos nacionais.

Além do Best Early Career Scientist Presentation Award recebeu em 2007 e 2011 dois prémios FLAD/IMAR, no âmbito dos quais estagiou em instituições científicas nos EUA. É autora de várias publicações científicas, algumas das quais em revistas da especialidade de topo, como é o caso da Nature Geoscience, sendo ainda revisora convidada em várias revistas científicas internacionais, como por exemplo a Conservation Biology, Ecological Indicators, Ecosphere.

 Katherine Mills, Jörn Schmidt e Catarina Frazão Santos
Catarina Frazão Santos com os investigadores Katherine Mills, da Gulf of Maine Research Institute, nos EUA e Jörn Schmidt, da Kiel University, na Alemanha, com quem coorganizou a sessão sobre vulnerabilidade e adaptação a alterações climáticas, durante a conferência internacional The Effects of Climate Change in the World’s Oceans, ocorrida o ano passado em Washington
Imagem cedida por CFS

Ana Subtil Simões, Área de Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

 

O Departamento de Matemática recebeu ontem, dia  4 de Fevereiro, cerca de 70 alunos (9º ano) do  Agrupamento de Escolas D. Miguel de Almeida - Abrantes.

Entre os empregos mais bem pagos contam-se os que estão ligados às engenharias.

Capa

Esta coleção de Livros Brancos foi organizada pela META-NET, uma rede de excelência parcialmente financiada pela Comissão Europeia, que levou a cabo uma análise dos recursos e tecnologias da linguagem atualmente disponíveis. A análise abordou as 23 línguas oficiais europeias assim como outras línguas importantes na Europa a nível nacional e regional. 

O Prémio João Branco é uma iniciativa conjunta da Universidade de Aveiro e da família do designer Jo

Dia 4 Fevereiro 2013 – 14:00h às 19:30h (Sala 2.2.15)

Primeiro plenário do IPBES

Grupo liderado por Henrique Miguel Pereira, investigador do Centro de Biologia Ambiental da FCUL, submete à apreciação da comunidade científica o desenvolvimento de um sistema de monitorização da biodiversidade baseado num conjunto de variáveis essenciais.

Rosto de Maria Antónia Amaral Turkman

“Ao longo dos últimos dois séculos a Estatística foi indispensável em confirmar muitas das maiores descobertas científicas e inovações da humanidade, tais como a partícula bosão de Higgs e a Revolução Verde na agricultura”, declaram Daniel Paulino, presidente da Sociedade Portuguesa de Estatística e Maria Antónia Amaral Turkman, coordenadora do CEAUL.

Dois artigos -- contando com docentes e investigadores do GeoFCUL no seu elenco de autores -- assinalados no “TOP 25 Hottest Papers” de Abril-Junho de 2011 da revista Journal of South American Earth Studies (Sciencedirect / Elsevier).

Henrique Leitão foi eleito membro efetivo da Académie International d'Histoire des Sciences, pela relevância da sua carreira e produção intelectual. Para o historiador das ciências foi uma “honra enorme” receber a distinção, “a maior ambição de qualquer estudioso ou cientista”.

Proposal for a REGULATION OF THE EUROPEAN PARLIAMENT AND OF THE COUNCIL.

Laying down the rules for the participation and dissemination in 'Horizon 2020 – the Framework Programme for Research and Innovation (2014-2020).

EUA represents over 850 universities and university associations across 47 European countries. Its highly diverse membership covers the full spectrum of universities participating in European research programmes.

Vai realizar-se de 18 a 20 de Março de 2013, em honra do Professor Ross Leadbetter, o "Symposium on Recent Advances in Extreme Value Theory ".

Face de Maria Amélia Martins-Loução

O Flora-On sistematiza informação fotográfica, geográfica, morfológica e ecológica de todas as espécies de plantas vasculares autóctones ou naturalizadas listadas para a flora de Portugal. Atualmente, através deste portal acede a 164 famílias, 836 géneros e 2991 espécies.

Cortejo académico na Aula Magna

A cerimónia de abertura do ano letivo de 2012/2013 marca uma nova etapa do ensino superior público.
Exegi monumentum aere perennius - Ergui um monumento mais duradouro que o bronze.
Da nova Universidade de Lisboa vê-se o mundo...

Crianças dos 5 aos 9 anos descobrem as Ciências na FCUL

A FCUL abriu as portas do conhecimento aos alunos do Colégio Infantes de Portugal, de Palmela. Durante uma manhã, os laboratórios de Biologia e de Química e Bioquímica foram explorados por cerca de 20 crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 9 anos.

Encontra-se aberto concurso externo para o Banco de Portugal - Departamento de Supervisão Prudencial, com vista ao preenchimento de vagas de Técnico Superior para a área de supervisão

“A inovação é tipo ‘ovo de Colombo’, depois de se saber, parece fácil. Só que ‘saber’ significa um longo caminho de amadurecimento do conhecimento”, declara Maria Filomena Camões, docente do Departamento de Química e Bioquímica da FCUL, a propósito da atribuição da Bolsa Europeia de Excelência de Investigação.

A. M. Galopim de Carvalho num dos geoparques

O pioneiro da Geoconservação em Portugal sente-se agradado pelo reconhecimento dos mais de 20 anos de serviço em prol da preservação e salvaguarda dos geoparques, considerando o tributo um importante incentivo para a defesa territorial, para a promoção da geodiversidade e para o desenvolvimento sustentável baseado no património geológico.

Páginas