"September 2022 data-update for 'Updated science-wide author databases of standardized citation indicators'”

Professores e investigadores da Ciências ULisboa entre os mais influentes do mundo em 2021

Bases de dados divulgadas pela Elsevier têm o contributo de John Ioannidis, professor da Universidade de Stanford

Última Revisão —
estantes com livros e revistas na biblioteca do C4

Vários professores e investigadores afiliados à Faculdade estão entre os cientistas mais citados em 2021

Ciências ULisboa

O artigo "September 2022 data-update for 'Updated science-wide author databases of standardized citation indicators'”divulga as bases de dados com os nomes dos cientistas mais citados a nível mundial em 2021 e ao longo da carreira: vários professores e investigadores da Faculdade estão entre os mais influentes nesse ano e ao longo da carreira.

Estas duas bases de dados têm o contributo de John Ioannidis, professor da Universidade de Stanford, na Califórnia, e são publicadas em formato de arquivo.

O objetivo é dar a conhecer os cientistas mais influentes do mundo, através das citações feitas pelos seus pares noutras publicações científicas, em termos de ano civil e ao longo da carreira.

As bases de dados dos cientistas mais citados no mundo fornecem várias informações padronizadas e um indicador composto (c-score). O foco do c-score está nas citações, ao invés do número de publicações e também incorpora informações sobre coautoria e posições de autor (único, primeiro, último autor).

"September 2022 data-update for 'Updated science-wide author databases of standardized citation indicators'"
Professores/investigadores Ciências ULisboa mais citados pelos pares ao longo da carreira (incluindo 2021)

Andrew Liddle
Francisco Lobo
Vladimir Konotop
Alan Phillips
Maria José Calhorda
Ricardo Trigo
José Manuel Nogueira
Margarida Amaral
Teresa Faria
Pedro Castro
Rui Malhó
Carlos Nieto Castro
João Pires
Pedro Cavaleiro Miranda
Rob Swart
Maria João Collares-Pereira
Ana Cristina Figueiredo
Vasco T. Vasconcelos 
Cátia Pesquita
Carla Silva
Luísa Maria Abrantes [✟2013]

Em caso de dúvidas, John Ioannidis recomenda a leitura destes três artigos - https://doi.org/10.1371/journal.pbio.1002501, https://doi.org/10.1371/journal.pbio.3000384 e https://doi.org/10.1371/journal.pbio.3000918 - publicados na PLoS Biology e que explicam o desenvolvimento, validação e utilização das informações presentes nestas bases de dados.

A primeira versão destas bases de dados foi publicada em julho de 2019. No passado dia 10 de outubro foi publicada, pela Elsevier, a versão referente ao ano 2021. Ontem, dia 3 de novembro, a Elsevier publicou novo artigo sobre os dados de 2021, com uma explicação detalhada sobre as diferenças entre estas versões de 10 de outubro e de 3 de novembro. Ambas usam os dados dos perfis dos cientistas na Scopus, no momento do cálculo – 1 de setembro de 2022 - mas a versão de 3 de novembro tem uma subárea científica mais apropriada.

 John Ioannidis usa os dados da Scopus, nomeadamente os perfis dos cientistas,  fornecidos pela Elsevier através do ICSR Lab. A Scopus é uma das mais conceituadas base de dados de resumos e citações de artigos em revistas académicas. Se os perfis dos cientistas na Scopus estiverem imprecisos (publicações e citações ausentes), no momento do cálculo, alguns podem não aparecer nas bases de dados.

Vários professores e investigadores afiliados a Ciências ULisboa estão entre os cientistas mais citados a nível mundial em 2021 e ao longo da carreira ( incluindo 2021).

Os cientistas Andrew R. Liddle, Francisco S. N. Lobo, Vladimir Konotop, Alan Phillips, Ricardo Trigo, José Manuel Nogueira, Margarida Amaral, Teresa Faria, Pedro Castro, Carlos Nieto Castro, João Pires, Pedro Cavaleiro Miranda, Ana Cristina Figueiredo e Cátia Pesquita estão presentes nas duas bases de dados.

Os pedidos de correção dos dados Scopus devem ser enviados diretamente para a Scopus, de preferência usando o assistente de feedback Scopus to ORCID, para que os dados corretos possam ser usados em futuras atualizações das referidas bases de dados.

Na base de dados referente ao ano 2021 também constam os cientistas Miquéias Lopes-Pacheco, Rui Rosa, Miguel Centeno Brito, Alysson Bessani, Bernardo Duarte, Noemi Frusciante e Ricardo J. N. Bettencourt da Silva.

No que diz respeito à base de dados ao longo da carreira (incluindo 2021) estão ainda listados os cientistas Maria José Calhorda, Rui Malhó, Rob Swart, Maria João Collares-Pereira, Vasco T. Vasconcelos, Carla Silva e Luísa Maria Abrantes [✟2013].

Gabinete de Jornalismo Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas