Obituário - Em homenagem

Claudina Rodrigues Pousada (1941-2021)

Cristina Santos, Margarida Amaral, Claudina Rodrigues-Pousada, Alexandre Quintanilha, Ana Ponces, Pedro Moradas-Ferreira, Ruy Pinto

Cristina Santos, Margarida Amaral, Claudina Rodrigues-Pousada, Alexandre Quintanilha, Ana Ponces, Pedro Moradas-Ferreira, Ruy Pinto

Imagem cedida por MDA

Curta biografia

Claudina Rodrigues-Pousada nasceu em Tadim, uma pequena aldeia perto de Braga, em 1941. Licenciou-se em Farmácia pela Universidade do Porto em 1968, e em 1973, já mãe de três filhos, partiu para Paris para fazer ‘ciência à séria’ em Biologia Molecular (área então praticamente inexistente em Portugal) sobre o tema da maturação de RNAs mensageiros e ribossomais, sob orientação de Donal Hayes, na Université Paris VII, onde obteve o seu doutoramento em Bioquímica em 1979 com uma “menção muito honrosa”. Foi aí que conheceu o então chefe do Departamento de Biologia Molecular, François Gros (posteriormente conselheiro para a Ciência de François Mitterrand), que ficou para sempre como seu grande amigo e mentor de vida.

De regresso a Portugal, ingressou no IGC-Instituto Gulbenkian de Ciência como investigadora, dedicando-se ao estudo do citoesqueleto, em particular da biossíntese dos microtúbulos. Para tal, utilizou o organismo modelo Tetrahymena pyriformis, porque este protozoário ciliado possui vários tipos de microtúbulos no seu córtex e cílios. Deste trabalho fizeram-se das primeiras clonagens e sequenciação de genes em Portugal. Em pouco tempo tornou-se chefe do Laboratório de Genética Molecular do IGC. Em paralelo, foi professora catedrática do Instituto Abel Salazar (Porto), durante quase 20 anos. Entre 1986 e 1993 iniciou também aulas de Biologia Molecular no Departamento de Química e Bioquímica, como professora convidada, pela mão do professor Ruy Pinto. Em 2002 transitou do IGC para o ITQB, onde ingressou como professora catedrática. Em 2017, a sua história foi contada na autobiografia “Quarenta Anos de Investigação - na Voragem do Tempo”. O livro, lançado com a presença do atual ministro Manuel Heitor, relembra o seu percurso, desde a juventude em Tadim, ao doutoramento em Paris e a uma carreira de sucesso e muito trabalho como cientista, professora, defensora da ciência na sociedade e mulher de família.

Claudina Rodrigues-Pousada recebeu diversos prémios e distinções ao longo de sua carreira, entre os quais o prémio de membro honorário vitalício da Cell Stress Society International e o FEBS Diplôme d´Honneur, que recebeu em Praga em 2009, com a presença do então ministro da Ciência e Tecnologia, Mariano gago (seu amigo) e presidente da FCT, João Sentieiro. Em Portugal, recebeu o Prémio de Excelência (2001), e o Prémio de Mérito Científico (2001), atribuídos pelos ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Graça Carvalho e Manuel Heitor, respetivamente. Foi uma das cientistas da primeira edição da exposição e do livro “Mulheres na Ciência”, organizada pela Ciência Viva, e membro de várias sociedades científicas internacionais, incluindo da EMBO (1994) e da AAAS (2011).

Fonte: MDA

É com grande tristeza que informamos o falecimento duma grande mulher cientista, a professora Claudina Rodrigues-Pousada, uma grande mentora de vida na Ciência pelo seu empenho, persistência, foco e determinação.

Foi professora convidada da Ciências ULisboa entre 1984 e 1992, onde deu grande impulso à então ‘jovem’ licenciatura em Bioquímica (da qual o seu filho mais velho, Renato, integrou os primeiros alunos), lecionando a disciplina de Biologia Molecular pela primeira vez nesta Faculdade[1] e orientando os doutoramentos de duas então ‘jovens assistentes’ do DQB (a Luisa Cyrne e eu própria). Não vou dizer que ser orientada por ela era ‘um mar de rosas’, pois tinha um ‘feitio difícil’ e intempestivo. Mas impôs-nos sempre uma disciplina de rigor e exigência, em simultâneo com uma ‘ousadia científica’ que sempre nos levava mais longe. Numa época em que fazer ciência de nível internacional em Portugal era uma miragem, a Claudina sempre nos incutiu a visão de que ‘a ciência ou é internacional ou não é nada’. Trazia regularmente a Portugal os melhores especialistas da área, com os quais podíamos discutir o nosso trabalho (desde que não fossemos depois trabalhar para os laboratórios deles, é claro…!)

Foi incansável em seu empenho e dedicação à ciência e um grande exemplo para muitos de nós. Apoiou várias gerações de jovens cientistas não só em Portugal (supervisionou mais de 30 alunos de doutoramento) como internacionalmente, nomeadamente através da FEBS (Federação das Sociedades Europeias de Bioquímica), instituição que presidiu entre 2003/2004 e onde dirigiu recentemente o Grupo de trabalho dos Jovens Cientistas (YSF-Working Group on the Career of Young Scientists). Gostava também muito de falar de ciência para o público em geral e de motivar os jovens para a investigação científica.

Teve muitas distinções, mas entre as que mais prezava era ser membro eleito da EMBO-European Molecular Biology Organization (na qual também ingressei pela sua mão em 2014) e da AAAS-American Association for the Advancement of Science.

Agradecemos à professora Claudina Rodrigues-Pousada por todos os anos dedicados à ciência, pelo seu exemplo para muitas gerações de mulheres cientistas, pela sua incansável devoção ao desenvolvimento da Biologia Molecular em Portugal e, muito em particular, pela sua implementação na Ciências ULisboa.

Enviamos as nossas condolências à sua família, amigos e ex-alunos.


[1] Anteriormente só tinha sido lecionada a disciplina de Genética Molecular pelo professor Luís Archer

Margarida D Amaral, Departamento de Química e Bioquímica Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Imagem gráfica de pessoas a saltar

A reportagem multimédia sobre o Dia Aberto em Ciências inclui testemunhos de candidatos ao ensino superior, alunos e professores da FCUL, colaboradores desta iniciativa.

Prémio SAHFC 2012 - Marta Macedo

Prémio SAHFC

  A Comissão Executiva da Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências (SAHFC) atribui a anualmente o Prémio SAHFC.

O Grupo de Surdez do BioFIG-FCUL, coordenado por Graça Fialho, já analisou cerca de 400 famílias portuguesas afetadas com surdez hereditária. A primeira tese de doutoramento realizada em Portugal na área da genética da surdez foi defendida em 2012, na UL, por Tiago Matos.

Anfiteatro da FCUL

Cerca de 100 alunos de 15 escolas secundárias da zona de Lisboa participaram na 9.ª edição da ação de divulgação da Física de Partículas.

“Portugal é o principal destino dos estudantes brasileiros de graduação bolsistas do Programa Ciência sem Fronteiras.

“Acho que este tipo de ações é bastante útil porque, nesta altura, precisamos de todas as informações possíveis para podermos fazer uma escolha certa”, declara Maria Buzaglo, aluna do 12.º ano, a frequentar o curso de Ciências e Tecnologias na Escola Secundária de Pedro Nunes.

Alunos no átrio do C3

O Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional organizou uma sessão de acolhimento aos cerca de 30 novos alunos de mobilidade para o 2.º semestre.

Em 2000, a UL atribuiu o título de doutor honoris causa a Laurens de Haan. Em 2013, outro gigante dos Extremos, Ross Leadbetter, honrará a UL ao aceitar a mesma distinção. Quando a universidade honra investigadores desta importância está também a honrar-se.

O Departamento de Matemática da FCUL e o CMAF organizam dois mini-cursos de Sistemas Dinâmicos de 17 a 24 de Abril 2013. Os oradores serão Rafael Ortega da Universidade de Granada e Pedro Miguel Duarte do DM da FCUL.

Gulf Labor Markets and Migration Program (GLMMP), a joint program of the European University Institute (EUI - Florence) and the Gulf Research Center (GRC - Jeddah, Geneva, Cambridge), seeks two Research Assistants (Demographer/Statistician and Lawyer).

Rosto de Vanda Brotas

Estudar a clorofila, único parâmetro biológico visível do espaço, constitui uma ferramenta essencial para se perceber se o clima está a mudar. Este artigo foi publicado no jornal "Público" no passado dia 16 de fevereiro.

Servidor da FCUL

As ações de modernização e de alargamento do Centro de Dados da FCUL ocorreram no verão de 2012. A Unidade de Informática continua a apostar na renovação das condições tecnológicas do campus.

Ilustração de animais

A Âncora Editora define-se como uma editora generalista, que tem vindo a dedicar-se, sobretudo, à publicação de autores portugueses. Até agora A. M. Galopim de Carvalho é o autor com o maior número de livros editados.

O projecto de investigação NAADIR que envolve a Faculade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa e a Faculdade de Ciências da Universidade de L

Átrio do C6

Para os SASUL ainda é prematuro avaliar o Programa Alimentação UL, cujo orçamento se estima ser na ordem dos 192.000,00 €.

Iain Mattaj, diretor-geral do EMBL

“Estou impressionado com a energia que existe na Faculdade e o número de pessoas que aqui trabalham. Acho que estão bem organizados para trabalhar em equipa!”, declara Iain Mattaj, diretor-geral do European Molecular Biology Laboratory, depois de visitar alguns dos laboratórios da FCUL.

Logotipo da inicativa Programa Alimentação UL

O Menu Estudante custa 2,40€ e inclui sopa, prato principal, sobremesa, pão e bebida. A partir de fevereiro o Espaço Estudante, localizado no edifício C6, também vai dispor de micro-ondas permitindo dessa forma o aquecimento de refeições.

Ester Luísa Rodrigues Dias, professora jubilada do extinto Departamento de Educação da FCUL, faleceu no dia 11 de fevereiro de 2013.

Mulher simula manobra de socorrismo

As ações de formação e de sensibilização em segurança e saúde do trabalho procuram divulgar conhecimentos teóricos e práticos de maneira a prevenir acidentes de trabalho e doenças profissionais, permitindo também  intervenções eficazes e eficientes em casos de emergência.

Sala de aula com alunos sentados e tomando notas

"Os estudantes da FCUL, incluindo os estudantes de licenciatura, dispõem do background e conhecimentos certos para participar nestes módulos", esclarece Nathalie Gontier, coordenadora do laboratório AppEEL e das respetivas Escolas de Inverno e de Verão.

Rosto de Vera Carvalho

As inscrições para o programa Erasmus terminam a 10 de fevereiro. Se tens interesse neste programa de mobilidade conhece a história de Vera Carvalho, aluna Erasmus na Dinamarca.

Pormenor de obra de arte

Para os fundadores do AppEEL, este laboratório pode ser considerado o primeiro centro no mundo a reunir investigadores que estudam a evolução sociocultural a partir das teorias que formam parte da Síntese Expandida.

Páginas