Falecimento

Homenagem a João Corte-Real


João Corte-Real
Imagem cedida por CC

João Alexandre Medina Corte-Real, professor jubilado da Universidade de Évora, docente em Ciências ULisboa durante mais de 30 anos, faleceu a 31 de outubro. A missa de corpo presente decorreu na Igreja de Santiago, em Évora, seguindo-se o funeral, esta sexta-feira, 2 de novembro. A Faculdade lamenta o triste acontecimento, apresentando as condolências aos familiares, amigos e colegas.

Ciências ULisboa publica  “A brilliant teacher”, um texto em sua homenagem da autoria de Carlos da Camara, professor do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia e investigador do Instituto Dom Luiz, seu aluno, orientando, assistente e, durante muitos anos, colaborador mais próximo.

A brilliant teacher

"Sempre pensei que não seria tarefa fácil escrever o que quer que seja acerca do João Corte-Real no dia em que soubesse da notícia da sua morte. Tive, no entanto, a sorte de há uns anos me terem pedido que escrevesse algumas palavras aquando da jubilação do João. Ora, sem dúvida, a melhor forma de recordar os que partem é falando vivamente do muito bom que foi ter estado com eles na vida. Acresce que, tal como o João, sou cristão pelo que a morte, para nós, é apenas mais uma etapa da vida.

Transcrevo, assim, o texto intitulado 'A brilliant teacher' que tive oportunidade de escrever aquando da jubilação do João. Não é por preguiça que o faço, mas apenas porque o texto continua hoje vivo e válido, palavra por palavra. O texto é em inglês, mas, bem vistas as coisas, é a linguagem da ciência a que o João tanto ligou.

'"I’ve always enjoyed explaining physics. For me it’s much more than teaching: It’s a way of thinking. Even when I’m at my desk doing research, there’s a dialog going on my head. Figuring out the best way to explain something is almost always the best way to understand it yourself'. These words were written by Leonard Susskind, father of string theory, but they could also have been written by João Corte-Real because he is one of the very few I met that I consider a brilliant teacher in all its embracing sense.

My first contact with Professor Corte-Real goes back to 1978, a year that has stayed in the memory of all students of the Faculty of Sciences of the University of Lisbon because, on the night of the 17th to the 18th of March, the old building was almost completely destroyed by a terrible fire. Professor Corte-Real was teaching at the time the course of Statistical Physics. Despite the difficulty of the subject and the high level of the course, his lectures were crystal clear, and we were all submerged by the amount of knowledge Professor Corte-Real had been transmitting at a pace that I never had met before! Those of us that thought the fire might represent an opportunity to recover our breaths were deemed to be deceived; Professor Corte-Real soon informed that the lectures would resume in the premises of the Institute of Physics and Mathematics.

I am mentioning this first episode because it already contains the marks of Professor Corte-Real’s character: a full dedication to his duties and to his students and an uncommon willingness to share his knowledge that covers an amazing wealthiness of subjects including calculus and analysis, numerical methods and programming, statistical and quantum mechanics, thermodynamics, meteorology and climatology. Professor Corte-Real is always the first person that comes to my mind anytime I come up with that type of difficulties that are not explained in textbooks!

I met again Professor Corte-Real the next year, at the National Committee for the Environment, where we were part of the team of the first environmental study of the Tagus estuary. It was there that, for the first time and thanks to Professor Corte-Real, I understood the true meaning of a balance equation and of the theoretical and practical usefulness of the lagrangian and eulerian formulations. This was the beginning of a long collaboration and especially of a solid friendship of almost forty years.

Now it would certainly be appropriate to start enumerating the long list of achievements of Professor Corte-Real as a teacher and as a researcher. But this would distract from the issue I want to point out; that all I am, as a teacher and as a researcher, I mainly owe to Professor Corte-Real and that I would be very proud if he includes me as one of his achievements. My first research work, entitled 'Equations of movement of a continuum in non-inertial frames', is dedicated to 'My friend and scientific advisor, Professor João Corte-Real, who as an advisor has always been a friend and as a friend has always advised me'. If I had to repeat a thesis under Professor Corte-Real’s advisorship, I would have rewritten exactly the same words.

I am counting on Professor Corte-Real for the years to come, at least until I get retired. I have a course in Thermodynamics to prepare and others in Remote Sensing, Dynamical Meteorology and Global Circulation of the Atmosphere that need to be refreshed. So, João, please stay around and don’t change the number of your mobile phone.

Pelos vistos, o João não só mudou o número como mudou também de telemóvel. Agora chama-se oração, as chamadas são gratuitas, mas o resultado é o mesmo. Um abraço, João."

ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Mar

No Dia Nacional do Mar trazemos à memória os 20 anos da EXPO’98 e da Ponte Vasco da Gama e a reabilitação daquela área, na qual participaram vários professores de Ciências ULisboa e investigadores do extinto Instituto de Oceanografia, atual MARE.

Talhões SUSBEAUTY

Estudo coordenado por Ana Duarte Rodrigues, investigadora do DHFC e do CIUHCT, demonstra que plantas autóctones do Algarve são mais sustentáveis do que as espécies exóticas introduzidas na paisagem e que esgotam os recursos hídricos da região.

Cristina Máguas

“A Federação Europeia de Ecologia (FEE) tem objetivos muito claros – um deles é o de alargar o conhecimento ecológico à Europa”, diz Cristina Máguas, primeira portuguesa a ser eleita presidente da rede europeia de ecólogos. A tomada de posse ocorre em janeiro de 2019.

Ana Subtil Simões

O que fazem e o que pensam alguns membros da comunidade de Ciências ULisboa? O Dictum et factum de novembro é com Ana Subtil Simões, técnica superior da Área de Comunicação e Imagem de Ciências ULisboa.

Campus Ciências ULisboa

Ciências ULisboa organiza no seu campus a competição internacional destinada a treinar equipas multidisciplinares de estudantes universitários para a inovação e o empreendedorismo na área da saúde. A equipa vencedora irá participar no EIT Health Winners Event, em Londres, nos próximos dias 11 e 12 de dezembro.

Diego Rubiera-Garcia

Aos 14 anos o investigador do polo de Ciências ULisboa do IA deslumbrou-se com um livro “A criação do Universo” e a teoria do big-bang. O que mais gosta de fazer é simples: pequenos cálculos sobre ideias que lhe vêm à mente!

líquenes

O 1.º Prémio de Doutoramento em Ecologia Fundação Amadeu Dias foi atribuído a Paula Matos. A investigadora do cE3c do polo de Ciências ULisboa irá apresentar a tese em Biologia e Ecologia das Alterações Globais no 17.º Encontro Nacional de Ecologia.

João Alexandre Medina Corte-Real, professor jubilado da Universidade de Évora, docente em Ciências ULisboa durante mais de 30 anos, faleceu a 31 de outubro. A Faculdade lamenta o triste acontecimento, apresentando as condolências aos familiares, amigos e colegas.

Burnout

Saiba mais sobre a síndrome de burnout, na rubrica habitual da psicóloga do GAPsi, Andreia Santos.

Pormenor de simulação de matéria a orbitar perto de um buraco negro

Há um buraco negro supermassivo, escondido, no centro da Via Láctea anunciou o ESO. O GRAVITY, que tornou possível esta observação, foi desenvolvido por um consórcio internacional, do qual fazem parte investigadores de Ciências ULisboa e da FEUP, integrados no CENTRA.

CCDesert

Ciências ULisboa, através do cE3c e do IDL, é um dos 37 membros fundadores do Centro de Competências na Luta contra a Desertificação criado pelo Governo este verão.

HortaFCUL

Contributo da HortaFCUL para a sustentabilidade do campus em 2017/2018.

Grande auditório de Ciências ULisboa

Novo ano escolar… Vida nova para muitos caloiros… Recorde a sessão de boas-vindas aos novos alunos de 2018/2019 e conheça as histórias de alguns deles.

Ciências da Sustentabilidade

O novo doutoramento da ULisboa foi concebido no âmbito do Colégio Food, Farming and Forestry e junta 42 professores de 17 faculdades e institutos da ULisboa. A primeira edição conta com 14 alunos.

navio James Clark Ross

Vanda Brotas, professora do DBV Ciências ULisboa e investigadora do MARE ULisboa, é a coordenadora do projeto Portwims, no âmbito do qual investigadores do MARE ULisboa participam em cruzeiros oceanográficos.

Anfiteatro da fCiências.ID

A ação COST CA 16118 ou Neuro-MIG visa o estabelecimento de uma rede de médicos e cientistas para o estudo das malformações do desenvolvimento cortical humano. Em setembro passado a comissão de gestão e os grupos de trabalho desta rede estiveram reunidos em Ciências ULisboa.

<i>Deep Learning</i>

A rubrica No Campus com Helder Coelho está de volta: “O que o homem tem necessidade, quando enfrenta o complexo, é de ‘agentes’ com um pouco de mais inteligência (estendida, aumentada) e de ajuda (cooperação, colaboração)”.

Paulo Motrena

O que fazem e o que pensam alguns membros da comunidade de Ciências? O Dictum et factum de outubro é com Paulo Motrena, técnico superior do Gabinete de Organização Pedagógica da Direção Académica de Ciências ULisboa.

Sala de aulas com crianças

Cerca de 90 alunos do Colégio S. João de Brito visitaram o DQB e DG Ciências ULisboa. O projeto educativo desta escola contempla a dinamização de atividades relacionadas com as ciências experimentais, destinadas a enriquecer as aulas de Estudo do Meio.

Campus de Ciências ULisboa

José Francisco Rodrigues, professor do DM e investigador do CMAFcIO de Ciências ULisboa, escreve sobre a interação profícua entre a Matemática e a Biologia, no Ano da Biologia Matemática, que celebra o extraordinário progresso das aplicações matemáticas na Biologia.

“Reportagem Especial - Adaptação às Alterações Climáticas em Portugal”

"Reportagem Especial - Adaptação às Alterações Climáticas em Portugal" está nomeada para o prémio internacional Best Climate Solutions 2018. É o único projeto ibérico a concurso.

Sara Magalhães

Nesta fotolegenda destacamos uma passagem da entrevista com Sara Magalhães, professora do Departamento de Biologia Animal, investigadora do cE3c, e que pode ser ouvida no canal YouTube e na área multimédia do site da Faculdade.

“Tomar consciência do tipo de relação que se tem connosco pode ser muito importante, na medida em que nos ajuda a perceber de que forma andamos ou não a cuidar de nós próprios”, escreve Andreia Santos, psicóloga do Gapsi, na sua rubrica habitual.

Átrio do C3

Este ano registaram-se mais de 6000 candidaturas aos cursos de Ciências ULisboa no âmbito do Concurso Nacional de Acesso. Em ambas as fases as vagas foram totalmente preenchidas. Durante a 1.ª fase de inscrições, matricularam-se 833 estudantes. A 2.ª fase de matrículas termina a 1 de outubro.

 Noite Europeia dos Investigadores

A Noite Europeia dos Investigadores foi lançada em 2005. “Ciência na cidade” é o tema desta edição que se realiza a 28 de setembro e conta com 22 iniciativas com o carimbo de Ciências ULisboa.

Páginas