Falecimento

Homenagem a João Corte-Real


João Corte-Real
Imagem cedida por CC

João Alexandre Medina Corte-Real, professor jubilado da Universidade de Évora, docente em Ciências ULisboa durante mais de 30 anos, faleceu a 31 de outubro. A missa de corpo presente decorreu na Igreja de Santiago, em Évora, seguindo-se o funeral, esta sexta-feira, 2 de novembro. A Faculdade lamenta o triste acontecimento, apresentando as condolências aos familiares, amigos e colegas.

Ciências ULisboa publica  “A brilliant teacher”, um texto em sua homenagem da autoria de Carlos da Camara, professor do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia e investigador do Instituto Dom Luiz, seu aluno, orientando, assistente e, durante muitos anos, colaborador mais próximo.

A brilliant teacher

"Sempre pensei que não seria tarefa fácil escrever o que quer que seja acerca do João Corte-Real no dia em que soubesse da notícia da sua morte. Tive, no entanto, a sorte de há uns anos me terem pedido que escrevesse algumas palavras aquando da jubilação do João. Ora, sem dúvida, a melhor forma de recordar os que partem é falando vivamente do muito bom que foi ter estado com eles na vida. Acresce que, tal como o João, sou cristão pelo que a morte, para nós, é apenas mais uma etapa da vida.

Transcrevo, assim, o texto intitulado 'A brilliant teacher' que tive oportunidade de escrever aquando da jubilação do João. Não é por preguiça que o faço, mas apenas porque o texto continua hoje vivo e válido, palavra por palavra. O texto é em inglês, mas, bem vistas as coisas, é a linguagem da ciência a que o João tanto ligou.

'"I’ve always enjoyed explaining physics. For me it’s much more than teaching: It’s a way of thinking. Even when I’m at my desk doing research, there’s a dialog going on my head. Figuring out the best way to explain something is almost always the best way to understand it yourself'. These words were written by Leonard Susskind, father of string theory, but they could also have been written by João Corte-Real because he is one of the very few I met that I consider a brilliant teacher in all its embracing sense.

My first contact with Professor Corte-Real goes back to 1978, a year that has stayed in the memory of all students of the Faculty of Sciences of the University of Lisbon because, on the night of the 17th to the 18th of March, the old building was almost completely destroyed by a terrible fire. Professor Corte-Real was teaching at the time the course of Statistical Physics. Despite the difficulty of the subject and the high level of the course, his lectures were crystal clear, and we were all submerged by the amount of knowledge Professor Corte-Real had been transmitting at a pace that I never had met before! Those of us that thought the fire might represent an opportunity to recover our breaths were deemed to be deceived; Professor Corte-Real soon informed that the lectures would resume in the premises of the Institute of Physics and Mathematics.

I am mentioning this first episode because it already contains the marks of Professor Corte-Real’s character: a full dedication to his duties and to his students and an uncommon willingness to share his knowledge that covers an amazing wealthiness of subjects including calculus and analysis, numerical methods and programming, statistical and quantum mechanics, thermodynamics, meteorology and climatology. Professor Corte-Real is always the first person that comes to my mind anytime I come up with that type of difficulties that are not explained in textbooks!

I met again Professor Corte-Real the next year, at the National Committee for the Environment, where we were part of the team of the first environmental study of the Tagus estuary. It was there that, for the first time and thanks to Professor Corte-Real, I understood the true meaning of a balance equation and of the theoretical and practical usefulness of the lagrangian and eulerian formulations. This was the beginning of a long collaboration and especially of a solid friendship of almost forty years.

Now it would certainly be appropriate to start enumerating the long list of achievements of Professor Corte-Real as a teacher and as a researcher. But this would distract from the issue I want to point out; that all I am, as a teacher and as a researcher, I mainly owe to Professor Corte-Real and that I would be very proud if he includes me as one of his achievements. My first research work, entitled 'Equations of movement of a continuum in non-inertial frames', is dedicated to 'My friend and scientific advisor, Professor João Corte-Real, who as an advisor has always been a friend and as a friend has always advised me'. If I had to repeat a thesis under Professor Corte-Real’s advisorship, I would have rewritten exactly the same words.

I am counting on Professor Corte-Real for the years to come, at least until I get retired. I have a course in Thermodynamics to prepare and others in Remote Sensing, Dynamical Meteorology and Global Circulation of the Atmosphere that need to be refreshed. So, João, please stay around and don’t change the number of your mobile phone.

Pelos vistos, o João não só mudou o número como mudou também de telemóvel. Agora chama-se oração, as chamadas são gratuitas, mas o resultado é o mesmo. Um abraço, João."

ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

A cientista Ana Russo, investigadora do Instituto Dom Luiz (IDL), visitou duas escolas básicas do concelho de Sintra no dia 23 de abril para rea

Branca Edmée Marques, cientista alumna de CIÊNCIAS

Branca Edmée Marques, alumna de CIÊNCIAS, será homenageada no dia 20 de junho pelos Museus da Universidade de Lisboa

Margarida Fortes, docente do Departamento de Biologia Vegetal de CIÊNCIAS dá uma aula em frente a um quadro com uma projeção imagética

Margarida Fortes, professora de CIÊNCIAS, visitou a Escola Secundária de Carcavelos para dar uma aula acerca da edição genética.

Um grupo de membros de Instituições do Ensino Superior, onde se inclui CIÊNCIAS, está reunido em frente a um jardim, em visita à Siemens

 A iniciativa teve como objetivo aproximar a academia do tecido empresarial.

Nuno Gonçalves alcança o segundo lugar na competição 3MT ULisboa.

Nuno Gonçalves foi distinguido com o segundo lugar, na final da competição ‘Três Minutos de Tese – 3MT ULisboa’, que se realizou esta quint

Inês Ventura

Inês Ventura, a desenvolver o seu doutoramento no Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) e no Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (

Universidade de Lisboa

A Universidade de Lisboa alcança a 260ª posição no QS World University Rankings (SUR) 2025, tornando-se na universidade portuguesa mais bem classificada neste ranking.

Signatários do acordo

Dia 5 de junho foi assinado o acordo para a construção do espectrógrafo ANDES (ArmazoNes high Dispersion Echelle Spectrograph – Espectrógrafo Echelle de alta dispersão do Armazones), entre o Observatório Europeu do Sul (

 Luís Carriço, Diretor de CIÊNCIAS, e David Gonçalves, Dean do Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ) assinam acordo sentados a uma mesa

CIÊNCIAS assinou no dia 5 de junho um acordo de cooperação com o Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ), com vista à cooperação científica em várias áreas de interesse comum.

Equipa do projeto 'Ciências em Harmonia'

Esta terça-feira, 28 de maio, o projeto ‘Ciências em Harmonia’ assinalou o seu primeiro ano de atividades: um marco comemorado com um convívio informal com a comunidade, que

António Branco

António Branco, docente do Departamento de Informática de CIÊNCIAS, foi um dos oradores convidados da conferência que

Sabemos que no futuro um sismo de magnitude significativa voltará a atingir Lisboa. Não sabemos é quando. E se o pudéssemos prever? E se existisse uma probabilidade forte de ser já em 2027?

Ana Santos, finalista 3MT ULisboa

Ao longo dos próximos dias, daremos a conhecer os quatro finalistas de CIÊNCIAS que irão participar na final da competição

Painel e sessão de Perguntas & Respostas | Estreia de documentário

Perto de 120 pessoas assistiram este sábado, 25 de maio, à estreia do documentário ‘O que se esconde na luz? A ciência da missão espacial Euclid’, produzido pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

Investigadores do Instituto Dom Luiz, de CIÊNCIAS, instalaram um sismómetro na Escola Básica Professor Delfim Santos, que se encontra a menos de um quilómetro do Estádio da Luz, em Lisboa, onde vão ter lugar os concertos.

Banner Bênção de Finalistas & Queima das Fitas 2024

Este fim de semana a Alameda da Universidade de Lisboa vai voltar a encher-se de finalistas de CIÊNCIAS e de tantas outras faculdades e universidades. A cerimónia de Bênção de Finalistas decorre amanhã dia 25 de maio, a partir das 11h30.

 

3MT ULisboa 2024

Quatro dos doze finalistas da competição ‘Três Minutos de Tese – Universidade de Lisboa’ são de CIÊNCIAS.

Pinguins-de-adélia

Num artigo agora publicado na Science, investigadores de instituições de renome a nível mundial propõem uma estratégia para envolver todas as partes interessadas na governança do Oceano Antártico através de um processo de ordenamento do espaço marinho (OEM) inteligente do ponto de vista climático.

Impressão artística da missão Euclides no espaço.

A 25 de maio (sábado), às 21h00, vamos ver e compreender as novas imagens de entre as maiores alguma vez feitas do Universo, no Grande Auditório de CIÊNCIAS (Edifício C3). A entrada é livre.

Redes Doutorais Marie Curie Projeto PROMOTE

CIÊNCIAS vai participar numa das propostas vencedoras do concurso 2023 das Redes Doutorais de Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA DN).

Páginas