José Manuel Pires dos Santos (1942-2012)

In Memoriam

O professor José Manuel Pires dos Santos sentado em frente a uma secretária
Cedida por Margarida Pino

Toda a morte, mesmo a anunciada, é uma surpresa. Um misto de espanto e de descrença como se não fosse possível acontecer. Quando pela manhã o meu telefone tocou e do outro lado da linha alguém me disse ser o Pedro e que era o filho mais velho do Professor em segundos preparei-me para ouvir o pior.

Conhecia bem o Nuno, o mais novo, que foi aluno da nossa Faculdade. O Pedro, não. Foi-me dada a notícia e por momentos pensei que não podia ser verdade o que ouvia. Ele que pouco antes do começo das férias grandes tinha vindo visitar-me.

Desde que se aposentou o Professor aparecia quase todos os meses para conversarmos um bocadinho ou porque havia um evento na Reitoria ou na Faculdade a que iria assistir ou porque a Associação de Trabalhadores, de que foi sempre sócio mesmo depois de se ter aposentado, organizava um almoço ou jantar a que nunca faltava. A Faculdade estava presente na sua vida com a simplicidade que sempre o caracterizou. Muito organizado, dava as aulas e dirigia a Biblioteca, como se quisesse passar desapercebido. Recebia os alunos, procurava ajudá-los se sabia algum com mais dificuldade nas matérias e até com problemas financeiros. Lembro-me de o irem procurar alunos que ele atendia durante horas com a generosidade que o caracterizava. Sempre presente na Faculdade aqui passava o seu dia. Uma segunda casa. Comigo dividia a gestão da Biblioteca ficando eu com a parte técnica e ele com a administrativa de ligação ao Conselho Diretivo. O seu espírito e predisposição conciliadora por vezes chocavam com aquilo que eu considerei muitas vezes de “extrema” conciliação. Com a franqueza que os que me conhecem me caracteriza dizia-lhe francamente o que pensava. Face à sua postura tranquila conseguia, sem que eu me apercebesse, “convencer-me”, e tudo acabava sempre em bem. Tal como acontece quando a amizade e o respeito coexistem.

Tendo participado ativamente em coros, onde conciliava o seu grande amor e aprendizado pela música, era com alegria que essa atividade de convívio artístico entre amigos preenchia os momentos mais calmos da sua vida. Depois do seu desaparecimento pude ler comovida os testemunhos de apreço dos coristas seus companheiros. Em nada me surpreenderam as suas palavras quando a ele se referiram. Os seus dotes humanos, e arrisco artísticos, estavam nelas presentes mas, sobretudo, o homem bom, solidário em que a ausência de vaidade fazia parte das características dominantes acompanharam-no sempre e assim será por todos lembrado com muito carinho.

Margarida Pino, bibliotecária coordenadora da Biblioteca da FCUL

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Pages