AppEEL - Applied Evolutionary Epistemology Lab

Pormenor de obra de arte
Octávio Pinto

No Centro de Filosofia das Ciências da Universidade de Lisboa (CFCUL) nasceu, em julho de 2012, o AppEEL - Applied Evolutionary Epistemology Lab, um laboratório que visa abordar o conceito da Epistemologia Evolutiva Aplicada e que reúne uma equipa internacional e multidisciplinar.

“No nosso laboratório, focamo-nos em saber como a Síntese Expandida em particular pode ser aplicada ao estudo da evolução do comportamento humano. Na Biologia, teoria evolutiva já não é sinónimo apenas de teoria da seleção natural. De facto, para explicar a origem e evolução de certos fenómenos biológicos, têm sido propostas outras teorias, complementares e, por vezes, contraditórias. Os investigadores envolvidos nestas áreas do conhecimento têm por isso defendido que a Síntese Moderna, o paradigma padrão da Biologia Evolutiva, precisa de ser alargada, de forma a incluir teorias sobre a Simbiogénese, os Equilíbrios Pontuados, a Coevolução, etc.”, explica Nathalie Gontier, coordenadora do AppEEL.

Para os fundadores do AppEEL, este laboratório pode ser considerado o primeiro centro no mundo a reunir investigadores que estudam a evolução sociocultural a partir das teorias que formam parte da Síntese Expandida. O conselho consultivo deste novo grupo de investigação é composto pelos professores Michael Bradie e Clifford Hooker, considerados os pais fundadores da Epistemologia Evolutiva; por Niles Eldrege, o fundador da Teoria dos Equilíbrios Pontuados; Ian Tattersall, um antropólogo internacionalmente reconhecido; Douglas Zook, o antigo presidente e atual vice-presidente da International Symbiosis Society; Frank Ryan, um dos maiores especialistas na área da Simbiose; e Francisco d’Errico, um proeminente investigador em Arqueologia.
Pormenor de cúpula
Fonte: Octávio Pinto
Legenda: O AppEEL reúne uma equipa internacional e multidisciplinar e conta com um conselho consultivo composto por figuras ímpares

Um dos atuais projetos do AppEEL designa-se “Implementing the Extended Synthesis into the Sociocultural Domain” e é financiado pela fundação norte-americana John Templeton Foundation. Este projeto, iniciado em setembro de 2012, deverá estar concluído no final de agosto de 2013. Nathalie Gontier e Olga Pombo coordenam a investigação composta por uma equipa transdisciplinar e da qual fazem parte Francisco Carrapiço, investigador do Centro de Biologia Ambiental da FCUL; Luís Correia, professor do Departamento de Informática da FCUL; o médico Marco Pina e a webdesiger Márcia Belchior, ambos membros do CFCUL; Emanuele Serrelli, investigador da Universidade de Milão Bicocca, em Itália e Larissa Mendoza Straffon, investigadora da Universidade de Leiden, na Holanda.

Para Olga Pombo, coordenadora do CFCUL, o novo laboratório vai, sem dúvida, ao encontro de um dos mais importantes objetivos do CFCUL: “apoiar e promover o desenvolvimento da Filosofia das Ciências em Portugal através do estímulo e participação em projetos de Investigação nacionais e internacionais” já que, entre outros aspetos, “é interdisciplinar, isto é, procura realizar avanços teóricos em colaboração com uma significativa rede de disciplinas científicas, da Sociobiologia à Linguística, da Embriologia à Antropologia, da Genética à Primatologia, da Paleontologia à Arqueologia”.
Chão com tapete e parte de uns sapatos
Fonte: Octávio Pinto
Legenda: O projeto “Implementing the Extended Synthesis into the Sociocultural Domain” deverá estar concluído no final de agosto de 2013

A página de Internet do AppEEL pretende ser uma plataforma científica que possibilite a troca de ideias e o desenvolvimento de parcerias. Os investigadores do grupo pretendem contribuir para a formação e erudição da comunidade académica através da organização de duas escolas internacionais sobre Evolução, abertas a estudantes de mestrado, de doutoramento e de pós-doutoramento; e mediante a realização de uma conferência pública sobre a Síntese Expandida e um dia da Evolução para adolescentes. Paralelamente pretendem preparar sessões sobre Epistemologia Evolutiva Aplicada e submetê-las à apreciação da European Philosophy of Science Association e à Society for Philosophers of Science in Practice.

A Síntese Expandida ainda é uma teoria pouco estudada. Para muitos investigadores das Ciências Humanas e Sociais é até desconhecida. “Dada a importância atualmente atribuída à Simbiogénese e à Teoria dos Equilíbrios Pontuados no seio da Biologia Evolutiva, podemos dizer tratar-se de uma obrigação científica investigar o modo como essas teorias podem contribuir para a nossa compreensão da Evolução Humana Sociocultural”, comenta Nathalie Gontier.

O que é a Epistemologia Evolutiva Aplicada?
Existe um campo da filosofia da ciência e das ciências evolutivas que pergunta de que modo as teorias da biologia evolutiva podem ajudar à nossa compreensão da evolução humana, social e cultural. Com o aparecimento da Sociobiologia, os antropólogos e os primatólogos, por exemplo, interrogaram-se de que modo comportamentos específicos da espécie humana, como a linguagem ou a arte, evoluíram em termos biológicos através da seleção natural. A Epistemologia Evolutiva Aplicada é o campo que investiga os paralelos entre a evolução biológica, por um lado, e a evolução sociocultural, por outro. Os epistemólogos evolutivos e os filósofos das ciências evolutivas dirigem a sua investigação sobretudo para a implementação da teoria da selecção natural ao domínio sociocultural. Uma infeliz consequência que daqui decorre é que a Síntese Expandida é pouco estudada, permanecendo desconhecida para muitos investigadores das Ciências Humanas e Ciências Sociais. Porém, dada a importância atualmente atribuída à Simbiogénese e à Teoria dos Equilíbrios Pontuados no seio da Bologia Evolutiva, podemos dizer tratar-se de uma obrigação científica investigar o modo como essas teorias podem contribuir para a nossa compreensão da evolução humana sociocultural.

Em que é que consiste a Teoria dos Equilíbrios Pontuados?

A teoria dos equilíbrios pontuados foi descrita inicialmente na paleontologia. Esta teoria demonstra que a evolução pode, por vezes, ocorrer mais rapidamente do que Darwin inicialmente previra, em períodos que alternam com outros de estase prolongada. Nestes períodos de estase, as espécies aparentemente não evoluem e ou demonstram mera variação ou não aparentam estar a experimentar mudanças duradouras na sua anatomia.
 

O que é a Evolução horizontal?

A evolução pode ocorrer através da fusão de espécies ou dos cruzamentos horizontais de material genético de um organismo para o outro. Todos os principais reinos da vida podem adquirir DNA externo através de transferência lateral ou horizontal. Os processos de transmissão horizontal também podem ocorrer com frequência na evolução sociocultural. Durante muito tempo, os neodarwinistas pensaram que estas trocas horizontais de material genético eram impossíveis.

Fonte: Nathalie Gontier e Marco Pina

Calendário AppEEL
14 a 18 fevereiro 2013 - Membros do AppEEL apresentam comunicações em dois simpósios sobre a natureza e o âmbito da Síntese Expandida, durante o encontro da American Association for the Advancement of Science, em Boston, nos EUA
11 a 15 março 2013 Escola de Inverno dedicada à Macroevolução, Evolução da Linguagem, Simbiogénese e Transferência Horizontal de Genes, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa
16 março 2013 - Conferência Pública Sobre Evolução, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa
16 março 2013 - Dia da Evolução para Adolescentes, no Pavilhão do Conhecimento, Lisboa
27 a 29 maio 2013 - Conferência internacional sobre Evolutionary Patterns, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa
15 a 19 julho 2013 – Escola de Verão dedicada à Filosofia da Biologia, Teoria Evolutiva Geral, Evolução Sociocultural, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa

Ana Subtil Simões e Raquel Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt

Sessões de esclarecimento/apresentação

Secção Autonoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL

A Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências - SAHFC

 

DESAFIO SOCIETAIS 1, 2 E 5: HEALTH, BIO-ECONOMY, CLIMATE ACTION

IV Jobshop

“Os alunos e os responsáveis pelos recursos humanos das empresas participantes poderão dialogar e assim trocar informações úteis acerca dos métodos, oportunidades e critérios de recrutamento utilizados”, informa o presidente da AEFCL, Eduardo Matos.

Logotipo Cost

A próxima reunião do Comité COST, área de Chemistry and Molecular Sciences and Technologies realiza-se em  setembro, em Lisboa. Durante esse acontecimento a organização local prevê estudar, juntamente com os atuais e os antigos delegados a ações COST, novas formas de incrementar a participação portuguesa no Horizonte 2020.

“A parceria que temos [com a FCUL] contribuiu em larga escala para o desenvolvimento da Science4you”, comenta Miguel Pina Martins, a propósito do sucesso da empresa que soma novos galardões: o “Business Internationalization Award” e os Prémios Novos, na categoria Empreendedorismo.

Instituto Dom Luiz – University of Lisbon and the Center of Geophysics of the University of Coimbra invite applications for one Post-Doctoral research position. The post-doctoral researcher will be integrated in project QuakeLoc‐PT.

Sessão de esclarecimento sobre os mestrados no GeoFCUL 2013/14

Sessão de esclarecimento sobre os mestrados em Geologia 2013/2014 do GeoFCUL

 

17 Maio (sexta-feira), 10h00-11h30, sala 6.2.47

 

Terá a presença dos coordenadores:

Rosto de Luísa Canto e Castro Loura

Conciliar e anonimizar as mais extensas bases de dados da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência é uma tarefa com várias etapas, que se prevê estar finalizada no decorrer do quarto trimestre de 2013.

Aldeia mineira do Lousal

Até ao momento os Prémios GeoConservação já distinguiram a ação das autarquias de Idanha-a-Nova, Valongo, Cantanhede, Arouca, Porto, Alcanena, Rio Maior e das associações de municípios Natureza e Tejo e dos Açores.

Anfiteato 3.2.14

Durante a sessão comemorativa do 102.º aniversário da FCUL, alguns dos melhores alunos da FCUL sorriram e encantaram com os seus depoimentos, num trabalho multimédia apresentado durante o evento.

Cerca de 93 alunos, agrupados em equipas de três elementos, realizaram as provas teóricas e experimentais nas instalações da FCUL.

No âmbito da disciplina de Estatística Ciência e Sociedade, a Profª Dirce Monteiro do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade Técnica de Lisboa, proferirá, no dia 23 de Abril (3ª feira) pelas 14:30, na sala 6.4.30,&n

Logotipo Dia da FCUl 2013

A FCUL foi criada no século XX, a 19 de abril de 1911, pouco mais de cem anos após o surgimento da primeira escola classificada como tal, a Universidade de Berlim, na Alemanha, em 1810. Em 2013 Ciências comemora 102 anos.

 

Manuel Nunes Marques

Manuel Nunes Marques, antigo diretor do Observatório Astronómico de Lisboa e professor aposentado do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia da FCUL, faleceu durante a madrugada de 18 de abril. A missa de corpo presente realiza-se esta quinta-feira, pelas 19h00, na Igreja Nossa Senhora Conceição dos Olivais Sul, em Lisboa. O funeral realiza-se a 19 de abril, pelas 15h00, na Igreja de Santo António das Areias, no concelho de Marvão. Aos familiares, amigos e colegas, a FCUL apresenta as sinceras condolências.

património + educação = identidade

A Geometria na Politécnica, no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios.

 

Carlos Rafael Borges Mendes

O interesse pelas ciências e tecnologias surgiu ainda no liceu, tendo optado por prosseguir os estudos na área da Biologia, em parte por influência de duas professoras dessa disciplina.

Visitas guiadas à  Exposição Formas & Fórmulas

13 de abril 11h30-13h00

11 de maio 11h30-13h00

Diálogos com Formas & Fórmulas

11 de abril 18h

No próxima quinta-feira, 11 de Abril, a FCUL e em particular, o Departamento de Informática, vão ser "invadidos" pelos alunos do secundário. Para visitar o DI-FCUL já temos cerca de 200  alunos inscritos.

Pages