Investigação

Pela primeira vez, chocos apresentam a capacidade de aprendizagem social

Um grupo de investigadores da Ciências ULisboa a trabalhar no Laboratório Marítimo da Guia do MARE conseguiu mostrar que chocos acabados de eclodir (até cinco dias) são capazes de ter uma aprendizagem social. O estudo publicado na  Animal Cognition tem como primeiro autor Eduardo Sampaio, estudante de doutoramento em Biologia (ramo Etologia).

Encontros Abertos do CMAFcIO

Este encontro científico visa dar a conhecer o trabalho dos membros do Centro de Matemática, Aplicações Fundamentais e Investigação Operacional (CMAFcIO), bem como o de colegas de áreas afins pertencentes a outras Unidades de Investigação e promover, na medida do possível, a interação entre os seus participantes.

O link da transmissão do evento é o seguinte: https://videoconf-colibri.zoom.us/j/99769019033.

Apresentações dos projetos de Iniciação à Investigação CEAUL 2020

Nos projetos são desenvolvidas atividades e programas que visam identificar entre os alunos, potenciais futuros investigadores. Foram criadas e estão a ser testadas modalidades de interação entre os investigadores do CEAUL e alunos de licenciatura que visam fomentar a Iniciação à Investigação.


Início: 10h20

10h30-11h30 - Programa "Sê investigador por Três Semanas!"

Entrevista com Carlos Cordeiro

Entrevista com o cientista Carlos Cordeiro, que lidera o SAFE Coating, um projeto que tem a Biomimetx e o Hospital Curry Cabral como parceiros e que em seis meses procurará implementar uma tecnologia capaz de inativar o SARS-CoV-2 em superfícies, impedindo a sua viabilidade fora do hospedeiro humano e consequentemente, eliminando uma importante via de transmissão viral.

Lusovenator santosi

Lusovenator, a nova espécie pertence ao grupo dos carcharodontossáurios - dinossáurios carnívoros, alguns dos maiores predadores do planeta Terra. A sua descoberta mostra que estes dinossáurios estavam presentes no hemisfério norte 20 milhões de anos antes do que indicava o registo conhecido. O estudo foi liderado por Elisabete Malafaia, investigadora do IDL, polo da Ciências ULisboa.

MarCODE arranca em julho

O projeto MarCODE visa desenvolver uma ferramenta multidisciplinar para potenciar o rastreio e a rotulagem ecológica de espécies marinhas de interesse comercial, segundo comunicado de imprensa emitido pela Faculdade. O estudo iniciado este mês de julho deverá terminar daqui a três anos.

Páginas