RESISTIR

“Todo o consórcio está expectante com o impacto do projeto”

Pormenor de análise de agrupamento multidimensional de infeções microbianas

Ricardo Dias

A Maxdata Software tem várias parcerias com o sistema científico e tecnológico português e em especial com a Universidade de Lisboa. Para Paulo Sousa, managing director e CEO da Maxdata Software, este consórcio é muito importante porque se foca num produto recente CLINIdATA® Vigilant, lançado em 2013 para a área da vigilância epidemiológica. O produto em questão deteta de forma automática infeções hospitalares, comunitárias, portanto, infeções transversais a vários hospitais.

“Com este projeto vamos conseguir dar um salto gigante, vamos conseguir detetar infeções desconhecidas, vamos ter um motor de inteligência artificial e vamos conseguir prever, detetar infeções por microrganismos ainda desconhecidos na altura de configuração do sistema, no fundo vamos permitir oferecer melhores cuidados de saúde aos cidadãos”, explica Paulo Sousa, que tem como objetivo tornar este produto uma referência a nível mundial.

“O projeto RESISTIR terá um impacto muito significativo no controlo de infeção e diminuição dos custos associados a determinadas patologias, criando condições tecnológicas para a prática de medicina de precisão na área das doenças infeciosas”. Quem o diz é Ricardo Dias, investigador do BioISI - Instituto de Biossistemas Ciências Integrativas e Cátia Pesquita, professora do Departamento de Informática e investigadora do LaSIGE - Laboratório de Sistemas Informáticos de Grande Escala.

O projeto RESISTIR, cofinanciado pelo Portugal 2020, insere-se num consórcio que reúne membros do BioISI e do LaSIGE, entidades empresariais na área de eHealth, sob coordenação da Maxdata Software e diversas instituições de saúde, como é o caso do Centro Hospitalar Lisboa Norte, cujo acordo estratégico de cooperação soi assinado em setembro deste ano. Carlos Martins, presidente do Conselho de Administração deste estabelecimento hospitalar público, realça a importância da criação deste tipo de sinergias. “Sozinhos seria mais difícil, iria demorar mais tempo, teria um custo maior e se calhar o resultado não seria com o sucesso que se antevê neste acordo (…) este tipo de sinergias deixa-nos satisfeitos”.

O projeto RESISTIR iniciou-se em abril deste ano e visa criar até abril de 2019 um sistema de informação - inovador, modular, inteligente e adaptável - para apoiar a tomada de decisão clínica no domínio da vigilância epidemiológica, resistência aos antimicrobianos, controlo de infeção e gestão hospitalar.

“Todo o consórcio está expectante com o impacto do projeto, inclusive existe um hospital norte-americano de referência que está como parceiro observador de modo avaliar o potencial de replicação do modelo para a realidade norte-americana”, referem Ricardo Dias e Cátia Pesquita.


O acordo estratégico de cooperação com o Centro Hospitalar Lisboa Norte foi assinado em setembro de 2016
Fonte ACI Ciências

Ana Subtil Simões, Área de Comunicação e Imagem de Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Pormenor de obra de arte

Para os fundadores do AppEEL, este laboratório pode ser considerado o primeiro centro no mundo a reunir investigadores que estudam a evolução sociocultural a partir das teorias que formam parte da Síntese Expandida.

 

O Departamento de Matemática recebeu ontem, dia  4 de Fevereiro, cerca de 70 alunos (9º ano) do  Agrupamento de Escolas D. Miguel de Almeida - Abrantes.

Entre os empregos mais bem pagos contam-se os que estão ligados às engenharias.

Capa

Esta coleção de Livros Brancos foi organizada pela META-NET, uma rede de excelência parcialmente financiada pela Comissão Europeia, que levou a cabo uma análise dos recursos e tecnologias da linguagem atualmente disponíveis. A análise abordou as 23 línguas oficiais europeias assim como outras línguas importantes na Europa a nível nacional e regional. 

O Prémio João Branco é uma iniciativa conjunta da Universidade de Aveiro e da família do designer Jo

Dia 4 Fevereiro 2013 – 14:00h às 19:30h (Sala 2.2.15)

Primeiro plenário do IPBES

Grupo liderado por Henrique Miguel Pereira, investigador do Centro de Biologia Ambiental da FCUL, submete à apreciação da comunidade científica o desenvolvimento de um sistema de monitorização da biodiversidade baseado num conjunto de variáveis essenciais.

Rosto de Maria Antónia Amaral Turkman

“Ao longo dos últimos dois séculos a Estatística foi indispensável em confirmar muitas das maiores descobertas científicas e inovações da humanidade, tais como a partícula bosão de Higgs e a Revolução Verde na agricultura”, declaram Daniel Paulino, presidente da Sociedade Portuguesa de Estatística e Maria Antónia Amaral Turkman, coordenadora do CEAUL.

Dois artigos -- contando com docentes e investigadores do GeoFCUL no seu elenco de autores -- assinalados no “TOP 25 Hottest Papers” de Abril-Junho de 2011 da revista Journal of South American Earth Studies (Sciencedirect / Elsevier).

Henrique Leitão foi eleito membro efetivo da Académie International d'Histoire des Sciences, pela relevância da sua carreira e produção intelectual. Para o historiador das ciências foi uma “honra enorme” receber a distinção, “a maior ambição de qualquer estudioso ou cientista”.

Proposal for a REGULATION OF THE EUROPEAN PARLIAMENT AND OF THE COUNCIL.

Laying down the rules for the participation and dissemination in 'Horizon 2020 – the Framework Programme for Research and Innovation (2014-2020).

EUA represents over 850 universities and university associations across 47 European countries. Its highly diverse membership covers the full spectrum of universities participating in European research programmes.

Vai realizar-se de 18 a 20 de Março de 2013, em honra do Professor Ross Leadbetter, o "Symposium on Recent Advances in Extreme Value Theory ".

Face de Maria Amélia Martins-Loução

O Flora-On sistematiza informação fotográfica, geográfica, morfológica e ecológica de todas as espécies de plantas vasculares autóctones ou naturalizadas listadas para a flora de Portugal. Atualmente, através deste portal acede a 164 famílias, 836 géneros e 2991 espécies.

Cortejo académico na Aula Magna

A cerimónia de abertura do ano letivo de 2012/2013 marca uma nova etapa do ensino superior público.
Exegi monumentum aere perennius - Ergui um monumento mais duradouro que o bronze.
Da nova Universidade de Lisboa vê-se o mundo...

Crianças dos 5 aos 9 anos descobrem as Ciências na FCUL

A FCUL abriu as portas do conhecimento aos alunos do Colégio Infantes de Portugal, de Palmela. Durante uma manhã, os laboratórios de Biologia e de Química e Bioquímica foram explorados por cerca de 20 crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 9 anos.

Encontra-se aberto concurso externo para o Banco de Portugal - Departamento de Supervisão Prudencial, com vista ao preenchimento de vagas de Técnico Superior para a área de supervisão

“A inovação é tipo ‘ovo de Colombo’, depois de se saber, parece fácil. Só que ‘saber’ significa um longo caminho de amadurecimento do conhecimento”, declara Maria Filomena Camões, docente do Departamento de Química e Bioquímica da FCUL, a propósito da atribuição da Bolsa Europeia de Excelência de Investigação.

Páginas