INEM - Formação em Suporte Básico de Vida

“Façam a diferença entre a vida e a morte, na vida de alguém”

campus anfiteatro
A sessão de formação teve uma componente teórica de 45 minutos onde foram esclarecidas dúvidas e transmitidas informações de grande importância sobre como salvar a vida de alguém
Fonte INEM

Sob a organização da Assessoria para a Segurança do Trabalho de Ciências em conjunto com o Instituto Nacional de Emergência Médica de Portugal – INEM -, a Faculdade realizou duas sessões de formação em Suporte Básico de Vida, no último mês de março. No total, nas duas sessões, houve 247 participantes, entre eles, alunos, professores, investigadores, funcionários não docentes e bolseiros.

A iniciativa deve-se, como explicou Júlia Alves, da Assessoria para a Segurança do Trabalho, “ao investimento que tem sido feito na implementação de medidas de primeiros socorros e no desenvolvimento dos elos da cadeia de sobrevivência: rapidez do socorro, ligando para a extensão 25205 para acionar a equipa de primeiros socorros, contacto com o 112, formação em suporte básico de vida e implementação do programa de desfibrilhação automática externa".

campus exercíco
“Era algo que queria fazer há muito tempo mas considero os cursos caros. Achei uma iniciativa muito boa, gratuita e que nos vai ensinar muitas coisas. Sinto-me mais segura agora para ajudar alguém que precise", partilhou Joana Rodrigues, aluna do mestrado em Biologia Humana e Ambiente
Fonte INEM

A sessão de formação teve uma componente teórica de 45 minutos onde foram esclarecidas dúvidas e transmitidas informações de grande importância sobre como salvar a vida de alguém, de acordo com a cadeia de sobrevivência, e foi completada com uma sessão de aplicação prática dos ensinamentos.

“Nestas formações, ensina-se, entre outros aspetos, a detetar situações de paragem cardiorrespiratória precocemente, a saber ligar o 112 rapidamente sabendo dizer o que é importante, e iniciar manobras básicas, como compressões torácicas, para manter alguma circulação e oxigenação dos órgãos vitais até à chegada de ajuda”, explicou o formador do INEM, Rui Rebelo.

Rúben Pedras, aluno do 3.º ano do curso de Biologia, deu conta de algumas informações que reteve na sessão teórica: “no auditório tivemos um briefing do que devemos fazer e do que não devemos fazer nestas situações de emergência. Aprendi imensas coisas. Tinha noção de que o número 112 era o número de emergência mas não fazia ideia que era um número europeu e não nacional, também não sabia que quem atendia estas chamadas era a Polícia e não o INEM. Acho que todos estes pormenores nos ajudam a perceber como é que, de facto, as coisas se processam e nos ajudam a evitar a crítica – ‘podiam ter vindo mais rápido’. Há toda uma hierarquia que tem de ser seguida e é importante que a percebamos”.
 

camçus exeercício
Legenda: Os ensinamentos transmitidos na formação podem ser conhecidos através do vídeo disponibilizado pelo INEM
Fonte INEM

No átrio do C3, alunos, professores, funcionários e investigadores, tiveram a oportunidade de assistir a uma demonstração de manobras de suporte básico de vida e posição lateral de segurança e de pôr em prática os ensinamentos.

Lisete Sousa, professora do Departamento de Estatística e Investigação Operacional, foi uma das participantes. “Todas as pessoas deviam ter esta formação, desde crianças”, contou. Quanto à aprendizagem adquirida, partilhou: “já presenciei situações em que percebi que se tivesse este conhecimento, talvez pudesse ter ajudado essas pessoas de uma outra forma. Depois desta formação, sinto-me mais capaz de poder intervir”.
 

Joana Rodrigues, aluna do mestrado em Biologia Humana e Ambiente, mostrou-se entusiasmada com esta oportunidade: “era algo que queria fazer há muito tempo mas considero os cursos caros. Achei uma iniciativa muito boa, gratuita e que nos vai ensinar muitas coisas. Sinto-me mais segura agora para ajudar alguém que precise”.

Para Inês Ramires, aluna do 2.º ano do curso de Biologia, a formação foi bastante importante já que já esteve em situação semelhante: “acho que na altura não ajudei muito, por isso decidi vir. Quanto mais souber, mais posso ajudar. Depois desta formação, acho que numa situação destas, não ficarei tão em pânico como fiquei [anteriormente]”.

Os ensinamentos transmitidos na formação podem ser conhecidos através do vídeo disponibilizado pelo INEM.

Entre as várias mensagens a reter, Rui Rebelo assina a que “faz toda a diferença”: “salvar uma vida é a maior satisfação que existe para alguém. Como costumo dizer às pessoas, nas formações, que espero que nunca ponham em prática estes gestos mas, se for necessário, que façam a diferença entre a vida e a morte, na vida de alguém”.

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura
info.ciencias@fc.ul.pt
Imagem de Kairos em pedra

O próximo e quinto número da revista do Centro de Filosofia das Ciências da UL é lançado em novembro. A submissão de textos termina a 30 de setembro.

Encontra-se aberto concurso para bolsa de estágio na área de suporte aos laboratórios letivos e de investigação do Departamento de Informática da Faculdade de Ciências.

Simulação de uma proteína

Quatro lições sobre proteínas.  As investigadoras Maria José R. Gomes e Patrícia Faísca apresentam quatro razões para não faltar à quinta iniciativa do projeto Ciência na UL.

O Dr. Rui Lopes ex-aluno do Departamento de Informática e investigador no LASIGE, actualmente a trabalhar na Google, foi um dos responsáveis da equipa de desenvolvimento do doodle de hoje (23 de Maio).

A Investigação dos Doutores de Amanhã

Lâmpada

"O objetivo é partilhar com os colegas das outras faculdades a experiência que tivemos, e estamos a ter, com a implementação do modelo de gestão por objetivos, assente na identificação dos processos", diz Ana Rocha, secretária-coordenadora da FCUL.

Vários círculos com várias cores

A reunião de entrada livre e sujeita a prévia inscrição inclui sessões plenárias e workshops sob o tema genérico “Prosseguir a excelência, promovendo as competências da UL”.

Produtos alimentares

“Partilhar o que se tem pode ser um convite a algum sacrifício – mas a solidariedade não pode ser só um sentimento, tem de ser um compromisso de ação”, refere Graça Vieira, professora aposentada da FCUL, a propósito da campanha "Vamos dar com o coração".

Plantas em vasos

Hoje é um dia fascinante. Dia de nos fascinarmos com as plantas, com a sua beleza, com o que nos dão, e nos possibilitam – a vida tal como a conhecemos.

Flor sujeita a tratamento para expressão de um gene

Nesta época do ano, não há nada que mais nos descanse o espírito como um campo repleto de cores: branco, amarelo, lilás, vermelho, com flores de diferentes tamanhos e odores.

Seminário do DF

Anúncio de Seminário do DF

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de 1 (uma) Bolsa de Investigação, no âmbito do projecto de investigação “Erro de não-resposta nas sondagens telefónicas com telemóveis: causas, efeitos e correcçã

Para marcar uma visita ao novo lugar destinado ao estudos das ciências e das artes basta telefonar ou enviar um email.

Fascination of Plants Day - 18 de maio de 2012.

A reportagem multimédia realizada no âmbito da UL Open Night inclui declarações de Sofia Cruz, coordenadora do Núcleo de Comunicação da Reitoria da Universidade de Lisboa (RUL), Isabel Tadeu, coordenadora do Núcleo

A ação de voluntariado acontece entre 26 e 27 de maio. Inscreva-se até dia 18 de maio, através do site UL Alimenta esta Ideia.

 

Anfiteatro da FCUL

Miguel Yus, professor da Universidade de Alicante, recebe o galardão na primeira de cinco conferências proferidas pelo premiado em Portugal.

A Direção de Marketing e Comunicação da RTP oferece estágio remunerado na Área de Audiências e Estudo de Mercado a alunos recém licenciados ou mestrandos em Matemática A

A exposição "O Cálculo de Ontem e de Hoje" está, agora, disponível em versão itinerante.

De 3 a 28 de Maio está patente na "Academia Sénior da Cruz Vermelha Portuguesa-Delegação de Lisboa".

Seminário "Serendipity and The Ups and Downs of Synthesis", apresentado pelo Prof.

Olho verde

Palestras, visitas, exposições e muitas experiências são algumas das atividades previstas.

Pormenor da capa do livro

O livro está à venda pelo valor de €18,40, no Atendimento Geral, sito no edifício C5, piso 3.

Anfiteatro

"As Jornadas tiveram um balanço bastante positivo (...) elucidaram e esclareceram algumas dúvidas importantes para os estudantes (...) ", conclui a Comissão de Curso de Engenharia Geográfica.

Museu do Quartzo é inaugurado e recebe o nome de Galopim de Carvalho, professor jubilado do Departamento de Geologia.

Páginas