ESPRESSO: Primeira etapa na descoberta de novos mundos

O ESPRESSO completou os testes preliminares e irá em breve ser enviado para o Chile para ser instalado no VLT

University of Geneva

O ESPRESSO é um instrumento de alta resolução e irá permitir descobrir exoplanetas semelhantes à Terra.

Este espectógrafo permitirá decompor e analisar a luz proveniente de estrelas e, com esta informação, medir a velocidade com que as estrelas se aproximam ou se afastam de nós.

O seu nível de precisão vai permitir medir o movimento induzido na estrela pela influência gravítica de um planeta tão pequeno como a Terra; determinar a massa do planeta; esperando-se ainda que os dados permitam, em certos casos, identificar elementos químicos presentes na atmosfera.

A componente tecnológica portuguesa deste projeto foi desenvolvida em parceria entre o IA e o Laboratório de Óptica, Lasers e Sistemas (LOLS), uma unidade de transferência de tecnologia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. O grupo constituído ainda por professores e investigadores do Departamento de Física desenvolveu e instalou o sistema ótico do coudé train.

Após perto de dez anos de planeamento e construção, o espectrógrafo ESPRESSO vai ser instalado no Very Large Telescope (VLT), do ESO, no Chile. O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) é um dos membros do consórcio, pelo que terá acesso a 273 noites de observação com o VLT.

Passados os testes preliminares na Europa, como anunciado pelo ESO a 22 de agosto, o ESPRESSO vai partir para a sua primeira etapa na descoberta de novos mundos. Os primeiros dados devem ser obtidos a partir de meados de 2018.

Tal como os restantes membros do consórcio, o IA terá acesso privilegiado à exploração científica deste instrumento, nomeadamente 273 noites de observação com o VLT. A equipa do IA está responsável por definir o catálogo de estrelas a observar para procurar planetas, assim como os alvos prioritários em física fundamental.

Além do ESPRESSO, o IA também participa no projeto HIRES, um espectrógrafo de alta resolução planeado para o futuro ELT.

“A chegada ao Observatório do Paranal será o culminar de oito anos de trabalho num consórcio internacional em que a investigação e a indústria portuguesas mostraram com sucesso o seu valor. Enquanto se abre a porta para a ciência que será feita com o ESPRESSO, estamos já a começar o desenho dos próximos grandes espectrógrafos.”
Alexandre Cabral, investigador do IA, do LOLS e do Departamento de Física de Ciências

Notícias relacionadas

Um ESPRESSO para novos mundos

Quem faz o sistema ótico do coudé train do espectrógrafo ESPRESSO?

Um passo em frente na descoberta do espaço

ESPRESSO vê a primeira luz no fundo do túnel

Portugal envolvido na construção de instrumentos para o maior telescópio do mundo

Sérgio Pereira, do Grupo de Comunicação de Ciência do IA com ACI Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Jorge Manuel Ribeiro Rezende galardoado com o prémio “Abordagem Inovadora”

Intervenção na cerimónia de entrega dos Prémios 'SOS Azulejo' 2012:

Sessões dias 24 e 25 de junho 2013

"Gás de Xisto"?! Sim? Não? Porquê? Como? Onde?

Cerimónia de escritura do Instituto do Petróleo e do Gás

A transferência de conhecimento e tecnologia para a sociedade faz-se mediante o reforço das relações entre as comunidades científica e empresarial. Para J. M. Pinto Paixão, diretor da FCUL, esta é a oportunidade ideal para constituir parcerias suportadas no conhecimento e no exercício de uma cidadania plena.

Acções de Formação em Geologia na FCUL / 2013

Departamento de Geologia da FCUL

Informações sobre o procedimentos de escolha de ramo na Licenciatura em Geologia, 2013-14, do Departamento de Geologia da FCUL.

Alunos de Estatística Aplicada da FCUL

Atualmente, o uso e a aplicação da estatística têm a sua razão de ser não apenas na legitimação da indução, mas também na possibilidade de incorporar a incerteza nas suas conclusões: outro testemunho da sua proximidade ao real.

 

O Departamento de Informática (DI), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), convida as empresas e instituições para o estabelecimento de Parcerias e a submeter propostas de trabalhos na área de Engenharia Informática e da Seguranç

Sessão de esclarecimento dia 31 de maio 2013, 11h, anfiteatro 2.4.16

Colocação por unidade curricular- informação atualizada

 

Conhece as reais causas das expulsões de 1947? Como eram as relações da Faculdade de Ciências com o Instituto Superior Técnico? Uma das últimas edições da FCUL procura responder a estas e a outras questões.

Alexandre Ribeiro, criador do jogo Fangz destacado recentemente na App Store dos EUA, voltou àquela que foi a sua instituição de ensino superior, a FCUL, para partilhar experiências, curiosidades e dificuldades vivenciadas ao longo da conceção do jogo, aproveitando para responder às dúvidas dos interessados.

Conferência por Isabel Sacramento Grilo, Department of Geological Sciences SDSU, San Diego, California. EUA.

No âmbito do Ano Internacional de Estatística, a Sociedade Portuguesa de Estatística (SPE)  e o Centro de Estatística e Aplicações da Universidade de Lisboa (CEAUL)  promovem uma

Visitantes e colaboradores do Dia Aberto em Ciências comentam a iniciativa que em 2013 reuniu cerca de 1400 pessoas, entre alunos do básico e secundário e seus professores.

Inquéritos Pedagógicos. 2.º Semestre de 2012-13

Os Inquéritos Pedagógicos são uma ferramenta fundamental para a avaliação da qualidade do ensino na FCUL

Fangz, jogo criado por aluno da FCUL que conquistou a Apple

Alexandre Ribeiro, antigo aluno do Departamento de Informática da FCUL, é o primeiro português a conseguir destacar uma aplicação nacional na App Store dos EUA. Para além deste destaque, foi eleito jogo da semana no fórum da Touch Arcade, “o site de maior reputação no mundo dos jogos para plataformas móveis”.

Sessões de esclarecimento/apresentação

Secção Autonoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL

A Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências - SAHFC

 

DESAFIO SOCIETAIS 1, 2 E 5: HEALTH, BIO-ECONOMY, CLIMATE ACTION

IV Jobshop

“Os alunos e os responsáveis pelos recursos humanos das empresas participantes poderão dialogar e assim trocar informações úteis acerca dos métodos, oportunidades e critérios de recrutamento utilizados”, informa o presidente da AEFCL, Eduardo Matos.

Logotipo Cost

A próxima reunião do Comité COST, área de Chemistry and Molecular Sciences and Technologies realiza-se em  setembro, em Lisboa. Durante esse acontecimento a organização local prevê estudar, juntamente com os atuais e os antigos delegados a ações COST, novas formas de incrementar a participação portuguesa no Horizonte 2020.

Páginas