Cooperação entre Portugal e Angola

2.ª edição do mestrado em Gestão e Governança Ambiental em Angola deverá arrancar no último trimestre de 2018/2019

Última Revisão —

Membros do júri durante as últimas provas desta 1.ª edição

Imagem cedida por JG

Últimos mestres/teses da 1.ª edição do mestrado em Gestão e Governança Ambiental 

Ana Henriques Oliveira

Vantagens da aplicação das melhores tecnologias disponíveis em indústria localizadas em Luanda

Ivone Sousa Pascoal

Tecnologias ambientais e mitigação das alterações climáticas – Caracterização das tecnologias usadas no sector dos petróleos e potencial de energias renováveis

José Mateus Silva

Caracterização da linha de costa em Angola: Perspetivas futuras

Renato Sirdes

Avaliação, mitigação e monitoramento de impacto ambiental associado à construção de infraestruturas urbanas

Sando de Sá

Base para um plano de gestão dabiodiversidade do Parque Nacional da Cangandala

Teresa Silva

Caracterização da situação de referência e proposta de intervenção no domínio da gestão de resíduos urbanos na Província do Kuanza Sul

A 1.ª edição do mestrado em Gestão e Governança Ambiental da Faculdade de Ciências da Universidade Agostinho Neto (FCUAN), em Luanda, realizado em colaboração com a Faculdade de Ciências da ULisboa, terminou em dezembro do ano passado. A cooperação entre as instituições é para manter. A 2.ª edição deverá arrancar no último trimestre do ano letivo 2018/2019.

Dos 22 alunos que concluíram a parte curricular do referido mestrado, 16 terminaram com sucesso as suas dissertações. José Guerreiro, professor do Departamento de Biologia Animal (DBA), coordenador e membro da Comissão Mista Paritária do referido curso, destaca "a taxa de sucesso de 75%, aproximadamente o dobro da média usual”.

Os primeiros 16 mestres em Gestão e Governança Ambiental, em Angola, concluíram os estudos em áreas consideradas prioritárias, nomeadamente, conservação da natureza, cartografia de habitats, gestão de resíduos e saneamento, alterações climáticas.Os primeiros dez estudantes apresentaram as teses em maio, numa cerimónia que contou com a presença de Maria de Fátima Jardim, ministra de Ambiente de Angola. As últimas defesas ocorreram no final de 2017.

Além de José Guerreio, outros docentes da Faculdade participaram neste programa de estudos, como é o caso de Jorge Palmeirim, José Lino Costa, ambos do DBA; Gil Penha Lopes, Cristina Branquinho, ambos do Departamento de Biologia Vegetal; Rui Taborda, do Departamento de Geologia e Cristina Catita, do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia.

O protocolo de cooperação entre a FCUL e a FCUAN foi celebrado a 19 de abril de 2011, durante as comemorações do centenário de Ciências. Estas ações têm contado cm o apoio financeiro do Instituto Camões de Portugal, dos Ministérios do Ambiente de Portugal e Angola e da BP- Angola.

ACI Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Teresa Chambel

“Multisensory Mixed Reality with Smell and Taste” é o título da palestra do orador convidado Adrian Cheok, professor de Pervasive Computing, na City University London, no Reino Unido.

A Corda Pelo Botânico

O encontro estava marcado para sábado, 19 de Outubro, pelas 16h para começar a esticar mais de 1 km de corda desde a Praça da Alegria e do jardim do Príncipe Real até ao Jardim Botânico.

A instalação de iluminação solar nas escolas remotas nas ilhas de São Tomé e Príncipe, perto do equador, na África Ocidental foi um dos objetivos deste projeto, que pretendeu contribuir para o aparecimento de um mercado local na área da energia solar fotovoltaica.

O modelo foi aplicado ao campus da FCUL mostrando que o aproveitamento da radiação solar nas fachadas dos edifícios permite duplicar o seu potencial solar.

A Qmetrics, SA, empresa de consultoria nas áreas de gestão, estudos de mercado e relacionamento com o cliente, oferece estágio profissional. O candidato deverá apresentar grau académico em

Apesar de já existir há dois anos e meio, numa altura do ano em que chegam à FCUL mais algumas centenas de novos alunos, é importante divulgar a existência do Sistema de Impressão da FCUL para alunos.

No âmbito da avaliação de unidades promovida em 2013 pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, o Centro de Matemática, Aplicações Fundamentais e

Oportunidades além-fronteiras

No decorrer do encontro entre a FCUL e o Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza (CCMN) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o professor João Graciano Mendonça Filho, responsável por este centro, em jeito de “convite” alertou: “O Brasil precisa de geólogos. Há falta de especialistas desta área no nosso país!”.

No dia 6 de Janeiro de 2014 a FCUL associa-se ao seu Departamento de Matemática para prestar homenagem à memória de Miguel Ramos, matemático e professor desta casa.

Concurso Externo - Estágios Profissionais Remunerados de Recém-Licenciados para Técnico Administrativo
REQUISITOS

Rita Zilhão

A participação interessada e com sucesso dos alunos, é um incentivo para a mobilidade académica de estudantes entre as duas universidades.

É já no próximo sábado mais uma Feira no Botânico. Não perca!

 

Para mais informações:

A principal missão do Departamento de Matemática é a da promoção do ensino e da investigação da Matemática, contribuindo para a criação e transmissão do conhecimento nesta área, bem como

Capa da Agenda FCUL 2012/2013

- Qual é coisa, qual é ela? É retangular e a cor varia normalmente todos os anos. Tem argolas e mais de 200 páginas. Pode-se usar todos os dias ou só em determinadas ocasiões. Sim, é fácil adivinhar! É a Agenda FCUL 2013/2014 e já “anda de mão em mão”…

Fórum Bolsas UL/FAD

“Numa época de crise e com falta de emprego, a solução por vezes é mais simples do que emigrar: criar o próprio emprego e gerar emprego. Este projeto "lançou-me" não só a nível académico (…) como profissional, estando neste momento a desenvolver uma empresa”, informou o antigo aluno do mestrado integrado em Engenharia Biomédica e Biofísica da FCUL, Ricardo Santos.

 Mestrados do DEIO 2013-14

“Com um simples azulejo” é uma iniciativa do Departamento de Matemática da FCUL dirigida a alunos do 1ºciclo e 2ºciclo do Ensino Básico e destinada a explorar transformações geométricas no plano.

A experiência profissional da cientista iniciou-se na casa que a formou, a FCUL, em 1999, enquanto doutoranda. Nessa altura, exercia funções de investigadora e supervisora de projetos de alunos de licenciatura. Atualmente, o percurso profissional, “continua dentro de casa”.

Trial do Journal of Visualized Experiments

“ (…) Pretendo fazer investigação aplicada, em particular na área da Biotecnologia Vegetal, que possa contribuir para a sociedade e para a economia do país”, refere a investigadora da FCUL que acaba de lançar um artigo na “Food Chemistry, Ana Margarida Fortes.

Isabel Fraga Alves

A Teoria dos Valores Extremos e a Inferência Estatística daí decorrente, têm vindo a invadir de forma transversal um largo espectro de áreas aplicadas e que vão desde ciências ambientais às financeiras, numa interface din&aci

Livros e giz

Um programa alicerçado na preocupação do axiomatizar, que valoriza o “formalismo pelo formalismo”, que rejeita a possibilidade de compreensão de conceitos e procedimentos, dificulta a tarefa do professor, para além de se distanciar das orientações dos programas do Reino Unido, de Singapura e dos EUA.

No seguimento da nomeação de Carlos Nieto de Castro como delegado nacional no Domínio da Química e Ciências Moleculares, em março deste ano, esta é a primeira reunião a ter lugar no campus da FCUL, em Lisboa.

FCUL desenvolve inquérito a antigos alunos

Conhecer o percurso académico e profissional dos alunos alumni é um dos interesses de Ciências. Para isso, a Faculdade desenvolveu um inquérito que permanece ativo no portal.

Em 2012, a Universidade de Lisboa, através do Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUHNAC), participou pela primeira vez na Noite

Páginas