2013 Ano Internacional da Estatística

Estatística, Economia e Gestão: uma aliança forte e duradoura

Cedida por Teresa Alpuim

A história da Estatística está indissociavelmente ligada à Economia e à administração dos Estados. A palavra Estatística tem origem na expressão latina “Statisticum Collegium” (Conselho de Estado) e na palavra italiana “statista” que significa estadista ou político. Desde a Antiguidade, uma preocupação dos governantes foi conhecer com razoável rigor a dimensão e composição das populações que dirigiam, o valor das terras sob o seu domínio, os rendimentos que estas produziam, as receitas em impostos que podiam auferir, etc.. Não esqueçamos que Jesus Cristo nasceu num estábulo, porque Maria e José tiveram de se deslocar de Nazaré a Belém, terra natal de José, pois segundo Mateus, o imperador Octávio Augusto ordenou o recenseamento de todos os habitantes do mundo romano, tendo estes que se alistar nas respetivas cidades.

O estudo mais avançado sobre como exprimir todas as componentes naturais, sociais e políticas de um Estado em números foi iniciado por William Petty (1623-1687), na Grã-Bretanha, com o nome de Aritmética Política (Political Arithmetic). Segundo ele, esta abordagem permitiria obter uma base sólida para tomar decisões sobre os assuntos de Estado evitando controvérsias políticas. Pensa-se que o trabalho de Petty foi muito influenciado pelas ideias de John Graunt que publicou, em 1662, o livro “Observações naturais e políticas sobre as tabelas de mortalidade de Londres” e que, por isso, é hoje considerado um dos fundadores da Demografia. Os trabalhos de Petty e Graunt, em simultâneo com o desenvolvimento da Teoria da Probabilidade, permitiram que o famoso matemático e astrónomo britânico, Edmond Halley, publicasse um trabalho, em 1693, em que utilizava dados reais das Tabelas de Mortalidade de Breslaw para estabelecer prémios anuais de seguros de vida.
Apontamentos estatísticos
Fonte: istockphoto.com

Pode-se dizer que o trabalho de Halley deu origem à atividade seguradora relacionada com fundos de pensões e seguros de vida baseada em princípios científicos tal como a conhecemos hoje, isto é, às Ciências Atuariais. No entanto, a necessidade de segurar valores importantes contra riscos e incertezas é muito mais antiga e tem origem no comércio marítimo na Grécia. Nesse tempo, o financiamento para o transporte de carga marítima era, em geral, da responsabilidade de um ou vários indivíduos com riqueza, que concordavam em nada receber caso esta se perdesse. Mas se o navio chegasse a bom porto o segurador recebia de volta essa quantia, acrescida de uma pesada taxa de juro. As Ciências Atuariais desenvolveram-se em estreita relação com a Estatística e hoje em dia utilizam métodos estatísticos complexos e incluem uma grande variedade de ramos de atividade.

O estudo das variáveis e conceitos económicos, como procura, oferta, preços, quantidades produzidas, rendimento, etc. desde cedo utilizou Matemática e Estatística. Uma geração após William Petty e John Graunt, Gregory King (1648-1712) é considerado o primeiro economista estatístico, e mesmo Adam Smith citou o seu trabalho na “Riqueza das Nações”, cerca de um século mais tarde. Para além de vários trabalhos de natureza estatística sobre a produção, o comércio e a população de Inglaterra no século XVII, King introduziu o conceito de elasticidade de um bem, desde então muito utilizado pelos economistas. Hoje em dia chama-se Econometria à aplicação da Matemática e da Estatística às teorias económicas, com o objetivo de testar hipóteses e de prever tendências futuras. Este termo, Econometria, foi introduzido pelo economista Norueguês, Ragnar Frisch que recebeu o prémio Nobel exatamente pelo seu trabalho nesta área da Economia.
Circulação de transportes
Fonte: istockphoto.com

Desde os finais do século XIX que a Estatística começou também a ser utilizada como uma ferramenta importante na gestão industrial e dos serviços. Walter Shewhart, físico, engenheiro e estatístico americano, é conhecido como o pai do Controlo Estatístico de Qualidade cujos princípios básicos desenvolveu enquanto trabalhou nos Bell Telephone Laboratories desde a sua fundação em 1925 até 1956. Inspirando-se nas ideias de Shewhart, com quem colaborou, William Deming desenvolveu o controlo de qualidade e a gestão industrial, e é hoje conhecido pelo seu trabalho nos anos 50 no Japão, tendo contribuído de uma forma significativa para o desenvolvimento industrial daquele país. Também Agner Erlang (1878-1929), matemático, estatístico e engenheiro dinamarquês, contribuiu com resultados importantes para a Teoria da Probabilidade, estabelecendo os princípios do que é hoje conhecido como a teoria das filas de espera, no âmbito do seu trabalho para a Companhia de Telefones de Copenhaga.

Hoje em dia a Estatística é importante em muitos aspetos da gestão empresarial como, por exemplo, a gestão de carteiras de investimentos financeiros ou a gestão de risco. A Estatística está a transformar a Gestão de Marketing, através do Marketing Analítico e Relacional ou CRM (Customer Relationship Management) em que métodos estatísticos e técnicas de bases de dados permitem uma gestão de clientes mais eficiente e bem-sucedida. Pode-se dizer, sem risco de exagero, que a Estatística é a mais social das ciências exatas.

Presentemente, a FCUL oferece um Mestrado em Matemática Aplicada à Economia e Gestão, em que se estuda a aplicação da Estatística e de outras áreas de Matemática Aplicada à Economia e diversas especialidades da Gestão, como Risco e Finanças, Qualidade, Marketing, Produção, etc.. Este mestrado surgiu em consequência do trabalho de um grupo de docentes de Estatística, Investigação Operacional, Análise Numérica, Economia e Gestão que tem por objetivo, através do ensino e da investigação aplicada, aproximar a FCUL da vida empresarial e acrescentar maior valor económico aos conhecimentos que aqui se ensinam e aqui se criam.

Teresa Alpuim, professora do DEIO-FCUL

Pela primeira vez a Reitoria da UL abre as suas portas aos estudantes da cidade, organizando um evento noturno para alunos dos ensinos universitário e secundário.

A exposição está a partir de 26 de Abril no Museu Nacional de História Natural e da Ciência.

As provas de doutoramento em Biologia, especialidade de Microbiologia, da Mestre Egídia Maria Valente de Azevedo realizam-se no próximo dia 26 de Abril, pelas 10h:30 na Sala de Actos da

O grande momento do dia é a sessão solene, que inclui este ano o lançamento do segundo volume dos Professores Cientistas e a inauguração do Quadro de Honra.

Sobre Namoros e Casamentos

Jorge Buescu

Quinta-feira, dia 12 de Abril de 2012, às 18h30, na sala 6.1.36

Ricardo Leandro é o vencedor da Competição Europeia. O estudante da FCUL apresentou a melhor ideia: um coletor solar térmico de baixo custo, acoplável a um módulo fotovoltaico.

A palestra "O Princípio do Tempo" proferida por Pedro Gil Ferreira é uma das iniciativas do “VII Encontro Ibérico de Cosmologia”, que decorre em abril nas instalações da FCUL.

A FCUL estimula a abertura permanente à sociedade civil, promovendo acontecimentos que visam a disseminação de conhecimentos e a interligação com diferentes agentes sociais.

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Páginas