ESA - Agência Espacial Europeia aprova missão

Pedro Mota Machado: representante nacional da Ariel

Imagem artística do satélite Ariel a caminho do ponto de Lagrange L2

Imagem artística do satélite Ariel a caminho do ponto de Lagrange L2. Neste ponto o satélite está sempre escudado da luz do Sol

Fonte ESA/STFC RAL Space/UCL/Europlanet-Science Office

Scripta manent. O que se escreve, fica, permanece.

O jornal Público, a RTP e a TV Europa foram alguns dos órgãos de comunicação social que noticiaram a missão Ariel, que segundo Pedro Mota Machado representa o início de uma grande aventura para a humanidade, nomeadamente para a caracterização das atmosferas de outros mundos, de exoplanetas que orbitam longínquas estrelas.

A missão espacial Ariel, aprovada pela Agência Espacial Europeia (ESA), irá estudar em detalhe as atmosferas de exoplanetas. Pedro Mota Machado, professor do Departamento de Física (DF) da Ciências ULisboa e investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), é o representante nacional desta missão, que integra vários investigadores do IA, Ciências ULisboa e Universidade do Porto.

“Estamos a liderar um dos objetivos  da missão, que é a sinergia entre o estudo das atmosferas dos planetas do sistema solar e dos exoplanetas, e estamos envolvidos noutros objetivos como cálculos de suporte das velocidades radiais dos exoplanetas ou a ligação entre os exoplanetas e a sua estrela ‘mãe'”, explica Pedro Mota Machado, que reforça ser “bastante forte e interessante” a contribuição portuguesa na missão.

Esta é a primeira missão da ESA que se dedica à medição da composição química e das propriedades térmicas da atmosfera de cerca de 1000 exoplanetas gasosos e rochosos.

De acordo com o comunicado de imprensa emitido pelo IA,  a medição será possível através da observação de trânsitos ou ocultações,  recorrendo a uma técnica chamada  espectroscopia, que irá medir as ”impressões digitais” dos gases que compõem as atmosferas exoplanetárias. Estes dados permitirão estabelecer ligações entre composição química, formação e evolução dos planetas e o ambiente nos quais estes se formaram.

Uma das vertentes de especialização do IA é o desenvolvimento de ferramentas óticas de alta precisão e de processos de metrologia ótica, desenvolvido pela equipa de instrumentação do instituto e da qual fazem parte investigadores da Ciências ULisboa. Os conhecimentos e o trabalho desta equipa vão contribuir para os testes e calibração do telescópio Ariel, durante a sua integração nos vários laboratórios que constroem o instrumento. Manuel Abreu, investigador do DF Ciências ULisboa e do IA, é o responsável pela componente portuguesa de instrumentação da missão.

Portugal irá ainda contribuir para a componente industrial da missão,  financiada pelo programa Prodex. "A presença de Portugal na missão Ariel confirma que temos capacidade para estar presente em missões científicas que são fundamentais para a expansão do conhecimento do universo. Seja pela componente científica, através do IIA, seja na vertente industrial com a Active Space Technologies, o sector espacial português dá, mais uma vez, provas que está disponível para contribuir para a produção de conhecimento, para o desenvolvimento socioeconómico e a geração de riqueza", declara Marta Gonçalves, gestora de projeto da ESA, Portugal Space.

ACI Ciências ULisboa com Grupo de Comunicação de Ciência do IA
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Investigadores do projeto “Climate Change Iniciative – Ocean Colour”

A equipa do projeto “Climate Change Iniciative – Ocean Colour” esteve reunida na FCUL, nos dias 21 e 22 de maio. Os investigadores avaliaram as ações em curso e discutiram alguns assuntos com a comunidade de end-users.

Jorge Manuel Ribeiro Rezende galardoado com o prémio “Abordagem Inovadora”

Intervenção na cerimónia de entrega dos Prémios 'SOS Azulejo' 2012:

Sessões dias 24 e 25 de junho 2013

"Gás de Xisto"?! Sim? Não? Porquê? Como? Onde?

Cerimónia de escritura do Instituto do Petróleo e do Gás

A transferência de conhecimento e tecnologia para a sociedade faz-se mediante o reforço das relações entre as comunidades científica e empresarial. Para J. M. Pinto Paixão, diretor da FCUL, esta é a oportunidade ideal para constituir parcerias suportadas no conhecimento e no exercício de uma cidadania plena.

Acções de Formação em Geologia na FCUL / 2013

Departamento de Geologia da FCUL

Informações sobre o procedimentos de escolha de ramo na Licenciatura em Geologia, 2013-14, do Departamento de Geologia da FCUL.

Alunos de Estatística Aplicada da FCUL

Atualmente, o uso e a aplicação da estatística têm a sua razão de ser não apenas na legitimação da indução, mas também na possibilidade de incorporar a incerteza nas suas conclusões: outro testemunho da sua proximidade ao real.

 

O Departamento de Informática (DI), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), convida as empresas e instituições para o estabelecimento de Parcerias e a submeter propostas de trabalhos na área de Engenharia Informática e da Seguranç

Sessão de esclarecimento dia 31 de maio 2013, 11h, anfiteatro 2.4.16

Colocação por unidade curricular- informação atualizada

 

Conhece as reais causas das expulsões de 1947? Como eram as relações da Faculdade de Ciências com o Instituto Superior Técnico? Uma das últimas edições da FCUL procura responder a estas e a outras questões.

Alexandre Ribeiro, criador do jogo Fangz destacado recentemente na App Store dos EUA, voltou àquela que foi a sua instituição de ensino superior, a FCUL, para partilhar experiências, curiosidades e dificuldades vivenciadas ao longo da conceção do jogo, aproveitando para responder às dúvidas dos interessados.

Conferência por Isabel Sacramento Grilo, Department of Geological Sciences SDSU, San Diego, California. EUA.

No âmbito do Ano Internacional de Estatística, a Sociedade Portuguesa de Estatística (SPE)  e o Centro de Estatística e Aplicações da Universidade de Lisboa (CEAUL)  promovem uma

Visitantes e colaboradores do Dia Aberto em Ciências comentam a iniciativa que em 2013 reuniu cerca de 1400 pessoas, entre alunos do básico e secundário e seus professores.

Inquéritos Pedagógicos. 2.º Semestre de 2012-13

Os Inquéritos Pedagógicos são uma ferramenta fundamental para a avaliação da qualidade do ensino na FCUL

Fangz, jogo criado por aluno da FCUL que conquistou a Apple

Alexandre Ribeiro, antigo aluno do Departamento de Informática da FCUL, é o primeiro português a conseguir destacar uma aplicação nacional na App Store dos EUA. Para além deste destaque, foi eleito jogo da semana no fórum da Touch Arcade, “o site de maior reputação no mundo dos jogos para plataformas móveis”.

Sessões de esclarecimento/apresentação

Secção Autonoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL

A Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências - SAHFC

 

DESAFIO SOCIETAIS 1, 2 E 5: HEALTH, BIO-ECONOMY, CLIMATE ACTION

IV Jobshop

“Os alunos e os responsáveis pelos recursos humanos das empresas participantes poderão dialogar e assim trocar informações úteis acerca dos métodos, oportunidades e critérios de recrutamento utilizados”, informa o presidente da AEFCL, Eduardo Matos.

Páginas