Crónicas em Ciências

Luzes, câmaras, ação: O fascínio das plantas não tem fronteiras

Planta

O projeto “Interpheno - Uma Aproximação Interdisciplinar à Fenotipagem de Alto Débito em Plantas” visa construir um protótipo de fenotipagem de plantas

Unsplash - Pawel Czerwinski
jORGE mARQUES DA sILVA
Jorge Marques da Silva

Celebra-se a 18 de maio o Dia Internacional do Fascínio das Plantas 2021, uma iniciativa lançada pela European Plant Science Organization e dinamizada, em Portugal, pelo ITQB/NOVA e pela Sociedade Portuguesa de Biologia de Plantas (SPBP).

Neste dia, cientistas por toda a Europa concentram-se em aumentar a consciência do público para a importância das plantas na nossa vida, combatendo a “invisibilidade social” das plantas, e a promover a ciência das plantas na agenda pública de investigação.

Na nossa escola, é no Departamento de Biologia Vegetal (DBV), naturalmente, que se encontram concentrados os “fascinados das plantas”. Mas, nos últimos anos, esse fascínio extravasou do edifício C2 e foi-se infiltrando nos departamentos de Física e de Informática. O projeto “Interpheno - Uma Aproximação Interdisciplinar à Fenotipagem de Alto Débito em Plantas”, financiado pela FCT, reúne biólogos, físicos e informáticos da Ciências ULisboa, e ainda colegas do ISA, do ITQB/NOVA e do INOV/INESC com o objetivo de construir um protótipo de fenotipagem de plantas.

A fenotipagem (medição sistemática de caracteres fenotípicos, i.e., do corpo das plantas) foi eleita, depois dos grandes avanços verificados na fenotipagem nas últimas décadas, como um grande desígnio atual da comunidade da ciência das plantas. De facto, considera-se que o principal impedimento à rápida produção de novas variedades de plantas agrícolas, tão necessárias para enfrentarmos as alterações climáticas em curso, é a inexistência de métodos expeditos de fenotipagem de plantas. Assim, iniciou-se um esforço internacional para produzir equipamentos de fenotipagem high-throughput, assentes em captura de imagens em diferentes gamas espetrais e no seu processamento automático em pipelines que frequentemente recorrem a inteligência artificial.

protóptipo
O proptótipo é uma peça-chave para o esforço de fenotipagem sistemática de cultivares agrícolas tradicionais, um património genético em que Portugal é muito rico
Imagem cedida pelo autor

O protótipo que construímos na Ciências ULisboa – só possível devido à generosidade de vários colegas da Física e da Informática que, roubando tempo aos seus projetos nucleares, se deixaram seduzir pelo “fascínio das plantas” – é modesto face às grandes plataformas totalmente robotizadas já existentes em países do centro da Europa. Mas tem um valor estratégico muito significativo: por um lado, permite-nos encarar a adesão ao EMPHASIS – a rede europeia de plataformas de fenotipagem, na qual a inclusão da Ciências Ulisboa se encontra em negociação – nas condições de parceiros, e não meramente de utilizadores; por outro lado, constitui uma peça-chave para o esforço de fenotipagem sistemática de cultivares agrícolas tradicionais, um património genético em que Portugal é muito rico, e que encerra potenciais soluções para os desafios à segurança alimentar e nutricional que as alterações climáticas encerram, mas que se encontra muito mal caraterizado. Mas não só de fenotipagem se constroem as fronteiras da investigação em plantas. Neste dia, a SPBP inaugura a sua nova página web (www.spbp.pt). Visitem-na e contactem com a muita e significativa investigação que se faz em Portugal.

Nota da redação: Jorge Marques da Silva é professor do DBV Ciências ULisboa e presidente da Sociedade Portuguesa de Biologia de Plantas

Jorge Marques da Silva, DBV Ciências ULisboa e SPBP
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Entrevista a Jorge Marques da Silva

Estão a ser enviadas, desde o passado fim de semana (3/11), mensagens de correio eletrónico para alguns utilizadores de contas fc.ul.pt com solicitação de preenchimento de formulários web ou respostas via mail com dados pessoais dos utilizadores.

Devido ao numero excessivo de mensagens falsas que nos últimos tempos têm chegado às caixas de correio dos utilizadores da FCUL, algumas delas dando a entender que são enviadas de endereços internos, fomos obrigados a tomar medidas mais restritivas em relaç

Boletim da Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) integra Portal RCAAP

Alunos brasileiros

A Faculdade de Ciências recebeu cerca de 70 alunos de mobilidade, vindos do Brasil.

Aula aberta - Mestrado em Biologia Molecular e Genética

7 de Novembro, 11:00, sala 2.4.16

 

INFORMAÇÃO

Recent years have witnessed the emergence of new sequencing technologies that are revolutionizing the approach to public health problems.

Na FCUL existe uma unidade curricular designada Projeto Empresarial. Esta “cadeira”, comum ao ISCTE-IUL, prepara os alunos para a realidade empresarial e tecnológica. No total, cerca de 300 alunos já a frequentaram.

Carlos Rafael Mendes

A tese do antigo aluno da FCUL, Carlos Rafael Borges Mendes e recentemente premiada, contou com a orientação conjunta das professoras Vanda Brotas e Virginia M. Tavano.

Web of Science Book Citation Index - Trial para todos os membros b-on

Estão abertas as inscrições para a disciplina que promove o empreendedorismo - Projeto Empresarial. Todos os alunos de mestrado ou nos dois últimos anos de mestrado integrado podem candidatar-se até dia 16 de novembro.

A FCUL, bem como toda a Universidade de Lisboa está sem acesso à Internet desde cerca das 11:45 da manhã.

Professora Olga Pombo, autora do livro "O Círculo dos Saberes"

“Estou convencida que a imagem do círculo constitui um arquétipo, uma determinação conceptual prévia a toda a investigação”, defende Olga Pombo, docente na FCUL e autora do livro “O Círculo dos Saberes”.

Imagem ilustrativa do livro "O Círculo dos Saberes"

“A apresentação do livro seguirá um formato sério e discreto. O professor Shahid Rahman fará uma apresentação e apreciação do livro e eu agradecerei todas as suas palavras, sejam elas elogiosas, sejam críticas", afirma a autora Olga Pombo.

Trial para todos os Membros da b-on.

Pessoas a correr junto ao Marquês de Pombal

A primeira Corrida da Ciência aconteceu o ano passado por ocasião das celebrações dos 100 anos da FCUL. A edição deste ano integra-se na 2.ª Edição do AmbientALL – Universidade em Movimento.

O concurso de programação destina-se a alunos universitários e este ano junta 16 equipas, oriundas de oito instituições universitárias portuguesas. A equipa da FCUL chama-se BigO(1).

Imagem da professora Maria José Boavida

“Colega amiga”, “orientadora empenhada e humanista” e “investigadora solidária”, assim se recorda Maria José Boavida (1948 – 2012).

Desenho do campus da FCUL

As tabelas e notas científicas, assim como as regras elementares de segurança em laboratórios são algumas das mais-valias deste “livro”.

A fim de cumprir com o estabelecido no Regulamento Eleitoral, o Caderno Eleitoral para a eleição do Presidente do Departamento de Estatística e Investigação Operacional está disponível para consulta.

 O projecto CAMPUS UL realizado pelos alunos de mestrado em Engenharia Geográfica no âmbito das disciplinas de Fotogrametria Analítica e de Produção Cartográfica ganhou o segundo prémio no concurso internacional de projectos com fins educativos

lâmpada

"Criar, transferir e valorizar economicamente o conhecimento científico" é a causa primária do renovado centro de inovação, situado no campus da FCUL.

Hoje, quarta-feira, dia 10 de Outubro de 2012, registou-se uma quebra no acesso à Internet pelas 17h00 por cerca de 5 minutos.

A causa foi externa à Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e ainda não fomos informados das suas causas.

Estão abertas três vagas para bolseiros para a Unidade de Informática

Páginas