2.ª edição Ser Cientista

Muitos sonham um dia ser exploradores, físicos, biólogos, químicos. Foi por isso que a Faculdade de Ciências da ULisboa criou o programa “Ser Cientista”, para que os mais curiosos e com mais vontade de pôr mãos à obra passem dos sonhos à ação.

Esta iniciativa tem o objetivo de “proporcionar aos alunos do ensino secundário uma aproximação à realidade da investigação científica”. Para concretizá-lo “durante uma semana inteira, [os estudantes] desenvolvem um projeto científico no campus da Faculdade, acompanhado por alguns colegas da sua idade, sob a orientação de docentes e investigadores.” 

Ciências da Vida e da Saúde, Ciências da Terra e do Ambiente, Tecnologias da Informação e Comunicação, Matemática e Estatística e Ciências Químicas são as áreas abrangidas pelo programa. É aqui que os “cientistas” do ensino secundário vão desenvolver atividades que vão pôr a química a descobrir “Os segredos de um chocolate perfeito”, as Ciências da Terra e do Ambiente a identificar as características dos “Pinheiros Bravos e Pinheiros Mansos”, a Matemática e a Estatística a analisar “Decisões de Investimento” e a as ciência das vida e da saúde a explorar as “Bactérias produtoras de Antibióticos”.

"Este programa, iniciado em 2014, tem como principal objetivo proporcionar a alunos dos últimos anos do ensino secundário um primeiro contacto com a investigação científica. Trata-se de uma aposta estratégica da atual direção que tem como finalidade divulgar as principais áreas de investigação da nossa Faculdade a alunos do ensino secundário interessados neste tipo de atividades", reforçou o subdiretor da Faculdade de Ciências da ULisboa, Pedro Ré.

Ana, uma das alunas participantes na edição Ser Cientista 2014, partilhou a sua experiência enquanto desempenhava funções num dos laboratórios da faculdade: “Estou a gostar muito da iniciativa. Sempre gostei muito de ciências, deste tipo de trabalho e aqui estou a experimentar ainda mais coisas. Já sei que quero ser professora, o que estou a fazer agora é usar esta componente prática para me ajudar a decidir a área de especialização”.

alunos no laboratório
Na iniciativa Ser Cientista os participantes estão integrados em projetos que permitem o contacto com a realidade científica
Fonte GCIC-FCUL

Para além dos projetos desenvolvidos, os participantes vão conhecer o campus universitário, bem como fazer parte de um dos acontecimentos mais frequentes neste contexto e com que vão ter de lidar, caso sigam esta área de formação: os congressos científicos.

No canal YouTube da faculdade pode encontrar vídeos relativos à edição de 2014 e no Facebook pode ver o álbum fotográfico. As candidaturas ao programa decorrem até 3 de julho, sendo que as atividades começam a 20 de julho e prolongam-se até ao dia 24 deste mês. 

Até lá!

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura de Ciências da ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

“Os ensinamentos adquiridos em Ciências estão na base das investigações que tenho desenvolvido, foi através deles que adquiri os conceitos e conhecimentos que me permitem desenvolver o estudo dos materiais. Por outro lado, a interação com diferentes áreas da Geologia permite absorver muita informação importante para a interpretação de muitos dos achados”, explica a investigadora Elisabete Malafaia.

Jean-Paul Montagner, Institut de Physique du Globe, Université Paris-Diderot, Paris, France

António Castelo, Aidnature

"Recordo-me sobretudo dos professores e da matéria que dava nas aulas. A minha pancada com evolução é forte e já nessa altura era. Ainda hoje nada me dá mais prazer do que aprender e compreender como funciona a vida na terra. Tive muito bons professores durante o curso e isso foi fundamental até quando, mais tarde, saí para fazer o mestrado em Inglaterra", conta o antigo aluno de Biologia de Ciências, António Castelo.

Expedição Aidnature

“Cada animal, cada comportamento é um desafio. O momento em que conseguimos a imagem de que estamos à espera e que imaginámos na nossa cabeça, é de uma adrenalina enorme, que contrasta com a paz que é estar horas no campo à espera”, declara António Castelo, antigo aluno do curso de Biologia de Ciências, agora biólogo na Aidnature.

 Nos dias 29 e 31 de outubro de 2014 realiza-se uma reunião em Heildelberg, na Alemanha, com o intuito de apresentar os 106 novos membros ao EMBO Council.

Ano Internacional da Cristalografia 2014

O Departamento de Geologia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa associa-se à comemoração do Ano Internacional da Cristalografia.

MATEMÁTICA E ENSINO

De acordo com o Despacho do Senhor Diretor da Faculdade, a eleição do Presidente do Departamento de Matemática terá lugar no próximo dia 30 de Maio.

Conferência no dia 16 de Maio, 11h30, anfiteatro 3.2.15, Edifício C3, FCUL, Campo Grande, Lisboa.

Marta Lourenço

Marta Lourenço, membro do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, da Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências e subdiretora do Museu Nacional de História Natural e da Ciência foi galardoada com a Medalha George Sarton pela Universidade de Gent.

Imagem de Octávio Pinto

O seminário integrado na disciplina de Agricultura e Florestas, do mestrado em Ecologia e Gestão Ambiental, realiza-se dia 7 de maio, pelas 11h15, no edifício C2, 2.º piso, sala 2.2.14.

Christoph Meyer

Christoph Meyer começou a trabalhar no Centro de Biologia Ambiental de Ciências, em fevereiro de 2009. A estadia em Ciências tem corrido bem.

Tectonics and Neotectonics of the western North America and Associated Hazards

Conferência no dia 29 de Maio, 12h00, sala 6.2.56, Edifício C6, FCUL, Campo Grande, Lisboa.

EuroGP2014

Stefano Ruberto, Leonardo Vanneschi, Mauro Castelli & Sara Silva foram distinguidos com o best paper award for EuroGP 2014, durante a "17th European Conference on Genetic Programming", ocorrida entre 23 e 25 de abril, em Granada, Espanha.

A Biblioteca do Conhecimento Online, celebra o seu 10.º Aniversário

“Nestas formações, ensina-se, entre outros aspetos, a detetar situações de paragem cardiorrespiratória precocemente, a saber ligar o 112 rapidamente, sabendo dizer o que é importante, e iniciar manobras básicas, como compressões torácicas para manter alguma circulação e oxigenação dos órgãos vitais até à chegada de ajuda”, explicou o formador do INEM, Rui Rebelo.

The biosphere-atmosphere interactions mediate the largest exchanges in the global carbon cycle. Understanding the role of climate and other environmental factors on the carbon cycle of terrestrial ecosystems is key for assessing vulnerabilities and future feedback into the climate system.

A reportagem multimédia “Sonhar com o futuro” inclui testemunhos de candidatos ao ensino superior e que participaram na edição do ano passado do Dia Aberto.

Carla Nunes, Maria M. M. Santos e Carlos Baleizão

Os desafios que os novos mecanismos de financiamento suscitam apelam à criação de equipas multidisciplinares e complementares que incrementem o impacto da investigação desenvolvida.

Com o objetivo de mostrar as funções, tarefas e responsabilidades do cientista, o Departamento de Química e Bioquímica, o Departamento de Biologia Vegetal  e o IBEB receberam nos seus laboratórios 12 alunos do 12.º ano do Colégio São João de Brito.

Imagem editada pelo DI

O project Lusica e a contribuição para a exposição Retro Computing no 

Pormenor do cartaz do Programa de Estímulo à Investigação 2013

Entre 1994 e 2013, a Fundação Calouste Gulbenkian atribuiu bolsas a 32 alunos da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa ao abrigo do Programa de Estímulo à Investigação. Na última edição Alexandra Symeonides e Sara Realista foram as felizes contempladas.

Alexandra Symeonides

“A Fundação Calouste Gulbenkian, com este incentivo, está a permitir-me começar uma atividade de investigação na área da análise estocástica mas, sobretudo, está a permitir-me ganhar bagagem para vir a explorar esta área em projetos a outros níveis”, reforça a investigadora do Grupo de Física Matemática da Universidade de Lisboa.

Páginas