Falecimento de Francisco Eduardo Lapido Loureiro

Francisco Eduardo Lapido Loureiro
Imagem cedida por familiares

Faleceu no passado dia 4 deste mês, no Brasil, onde consolidou a sua carreira (Centro de Tecnologia Mineral - CETEM ), que iniciara em Lisboa (FCUL, Junta de Energia Nuclear), França (Universidade de Nancy) e Angola (Universidade e IICT Instituto de Investigação Científica Nuclear).

Geólogo de campo infatigável e competente, investigador multifacetado, irrequieto, inovador, sempre procurando novos horizontes, deixa obra memorável (68 relatórios técnicos, quatro tomos publicados e em publicação), só ultrapassada pela memória do homem que foi. Viveu vida longa (86 anos) e intensa, que só aquele adversário que a todos colhe, venceu.

Nesse momento fez-se ouvir um eco triste em mais de um continente, em muitos corações.

Formou-se no Departamento de Geologia da FCUL, especializou-se na Universidade de Nancy em engenharia geológica, foi investigador e chefe do Departamento de Geologia do IICT e professor assistente da Universidade daquele país, consultor da Universidade do Colorado-Utah e também da NucleBrás. Foi investigador do CETEM desde 1991, tendo recebido o título de pesquizador emérito em 1996. No Brasil investigou, ensinou, orientou e participou em estruturas nacionais e internacionais de estratégia na área da mineração.

Era doutor pelo IICT e pela nossa Universidade.

Um dia descobriu (descobrimos) os carbonatitos que se tornariam "leitmotiv" duma vida. Foram consigo de Angola para o Brasil e vieram até Portugal na sua tese de doutoramento, que tanto me honrou apadrinhar e que elogiei publicamente no acto de atribuição do título.

Ganha mesmo um prémio entre nós, o Prémio Angola, com a sua obra “Os Carbonatitos de Angola".

Acompanhei desde a escola os progressos deste amigo. Trabalhámos em Angola, no cá e lá das andanças da tese que orientei, no Brasil como seu (e do seu CETEM) convidado.

Permitam-me uma furtiva lágrima.
 

Carlos Matos Alves, Professor Catedrático Jubilado do Departamento de Geologia da FCUL
Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Fotografia de alunos procuram informações junto a uma banca no átrio do C3

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas